RN tem uma mulher assassinada a cada dois dias em média, aponta relatório

Deputada Márcia Maia preside audiência pública sobre o assunto na ALRN

A cada dois dias em média, uma mulher é assassinada em algum lugar do Rio Grande do Norte. Os dados são do Observatório da Violência do Rio Grande do Norte (OBVIO-RN) que divulgou relatório neste mês de novembro. Os números, inclusive, deverão impulsionar o debate na audiência pública sobre os 16 dias de Ativismo pela Não Violência contra Mulher, a ser realizado na próxima segunda-feira (27), a partir das 14 horas, no auditório da Assembleia Legislativa.

A proposição do debate é da socióloga e deputada estadual Márcia Maia que mostra preocupação quanto aos números apresentados pelo relatório que retrata os casos de assassinato contra mulheres cometidos entre 1 de janeiro e 17 de novembro de 2017 e que confirma o crescimento da violência contra a mulher no estado.

Continue lendo



Márcia Maia recebe homenagem póstuma a Wilma de Faria por criação da Famuse em Caicó

Deputada Marcia Maia recebeu homenagem feita para Wilma de Faria na Famuse

A ex-governadora Wilma de Faria foi homenageada de forma póstuma na noite desta quinta-feira (27) em Caicó, através da filha e deputada estadual Márcia Maia, pelo Comitê Regional das Associações de Cooperativas Regionais do Seridó (Cracas) pela criação da Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó (Famuse).

A homenagem aconteceu na Ilha de Sant’Ana, no Pavilhão da Feira que já está em sua 34ª edição, e contou com a participação de artesãos de toda a região, autoridades municipais, dentre outras. Na solenidade, coube à deputada Márcia Maia receber a honraria em nome da mãe.

É uma honra receber essa homenagem em nome da minha mãe e ex-governadora Wilma de Faria. Uma mulher que via no artesanato não apenas um legado cultural, mas uma atividade econômica capaz de sustentar famílias, promover a independência econômica e colaborar com o desenvolvimento das regiões“, afirmou Márcia Maia, que foi titular da Secretaria Estadual do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), responsável por administrar e promover a política estadual do artesanato no RN e que já havia sido gerida por Wilma de Faria anos atrás.

A escolha pelo nome da ex-governadora para receber a homenagem foi realizada pelos integrantes do próprio Cracas em razão da importância de Wilma de Faria para a promoção e organização da cadeia produtiva do artesanato potiguar. Ela, inclusive, foi uma das fundadoras da Famuse, criada em 1983, quando ela era titular da Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social (STBS), atual Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social.

Essa homenagem é porque ela deixou um grande legado para o artesanato, não só na região Seridó, mas em todo o estado. Ela promoveu a organização da categoria, cursos, divulgação, impulsionou a comercialização e foi uma das fundadoras da Famuse. Foi unânime e é mais que merecida a homenagem“, destacou a presidente do Cracas, Arlete Silva Andrade.

A Famuse foi aberta na quarta-feira (26) e segue até o domingo (na Ilha de Sant’Ana, em Caicó.



Márcia Maia exalta legado de Wilma de Faria no setor energético do RN durante homenagem do CERNE

Márcia Maia exalta legado de Wilma de Faria no setor energético do RN durante homenagem do CERNE

A ex-governadora Wilma de Faria foi homenageada, in memorian, nesta terça-feira (27) pelas conquistas do setor energético do Rio Grande do Norte alcançadas entre os anos de 2003-2010. A homenagem feita pelo Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) durante o Fórum Nacional Eólico, e em nome da indústria energética do estado, foi recebida pela filha e deputada estadual Márcia Maia.

As conquistas alcançadas durante a gestão da ex-governadora Wilma de Faria colocaram o Rio Grande do Norte na liderança do ranking nacional eólico, com 3.3GW de capacidade instalada, e na perspectiva de atingir a marca de 5 gigawatts (GW) de capacidade instalada em energia eólica nos próximos quatro anos.

Jean-Paul Prates, diretor-presidente do CERNE e um dos responsáveis pela realização do Fórum Nacional Eólico desde a sua primeira edição, em 2009, destacou as contribuições da ex-governadora Wilma para o setor e lamentou o falecimento dela no último dia 15. “É uma homenagem do setor todo para ela, a governadora que tornou o estado líder nacional de fato em energia renovável e essa responsabilidade é de todos nós agora, temos que segurar esse bastão e levar isso adiante“, afirmou Prates. Ele, inclusive, foi titular da Secretaria Estadual de Energia e Assuntos Internacionais – pasta criada pela ex-governadora.

Continue lendo



“Corajosa e apaixonada pelo que fazia, uniu lados, promoveu avanços”, disse Márcia Maia sobre Wilma

Márcia Maia ao lado de sua mãe, Wilma de Faria

Não há, na face terrena, algo tão onipresente quanto a presença de uma mãe. Há, inclusive, quem diga que elas são justamente um presente de Deus. Talvez através dela, Ele nos observe de perto enquanto somos frágeis, indefesos, e nos proteja. E talvez por isso, pelo fato de tê-la sempre ao meu lado, nunca havia imaginado dizer adeus.

Às 23h40 dessa quinta-feira mamãe deixou o nosso convívio para encontrar o seu lugar ao lado de Deus.

Presente nos momentos mais intensos e também os mais singelos da minha vida, ela sempre trazia consigo uma palavra de sabedoria para oferecer, de luta para entregar e de bom humor para nos fazer sorrir.

Exemplo como mãe, também protagonizou como mulher ao subjugar todo o preconceito da política e provar que não há vitória sem luta -, mas que era possível vencer nesse universo muitas vezes desleal e desigual para nós, mulheres.

Corajosa e apaixonada pelo que fazia, uniu lados, promoveu avanços, revolucionou no estado ao realizar uma política social que defendeu aqueles que mais precisavam.

A lista de feitos enquanto gestora é imensa, mas a lista de conquistas enquanto mãe e mulher são também exemplos que merecem ser exaltados. Posturas, palavras, olhares do dia a dia que ensinavam o melhor caminho a seguir.

Lutou enquanto as forças lhe permitiram, não desistiu. Apenas acolheu o chamado do Pai-Celestial que a convidou definitivamente para seu convívio.

A coragem com qual guiou todos os seus passos em vida é o seu grande legado.

Agradeço a todas as mensagens de conforto, carinho e admiração que temos recebido. Para todo o Rio Grande do Norte, fica a imagem da vitoriosa e guerreira do povo potiguar.

Para mim, o exemplo de mãe e mulher, os quais continuarão firmes em meu coração e como bussolas do meu caminhar, todos os dias, para manter vivo não apenas seu nome, mas principalmente, seu espírito de luta, ousadia, amor e vitória entre todos nós.

Muito obrigada por tudo, minha mãe. Vá em paz.

Te amo eternamente.

Márcia