Município esclarece medidas tomadas em relação ao matadouro de Caicó

Prefeitura emitiu nota com informações sobre obras de melhorias no Matadouro

A Prefeitura Municipal de Caicó vem a público esclarecer alguns pontos em relação à situação do matadouro público, bem como as medidas que têm sido tomadas e melhorias que necessitam serem realizadas no local.

1. Existe um convênio firmado com o Ministério da Agricultura no valor de 795 mil reais para a “modernização do matadouro público municipal de Caicó”.  Com esse convênio assinado em 2013, a gestão anterior apresentou um plano de trabalho para realizar ações de reforma na estrutura do matadouro, porém em 2015 decidiu que faria a reforma com recursos próprios e fez uma licitação, onde comprou os equipamentos mesmo sem o plano de trabalho está alterado. Somente no dia 29/11/2016 inseriu no sistema do Ministério da Agricultura uma “solicitação de alteração” do plano de trabalho para tentar pagar os equipamentos comprados. Essa alteração ficou pendente até julho 2017 e não foi autorizada.

2. Diante da necessidade de se fazer uma ampla reforma no prédio que contemple toda adequação ambiental necessária, incluindo inclusive tratamento e dejetos, o município iniciou a realização de um projeto de reforma, onde ao apesentar a Caixa Econômica Federal, a mesma orientou que o projeto primeiro fosse apresentado ao IDEMA para que ele emitisse parecer em relação a parte ambiental e posteriormente a Caixa verificar a conformidade da parte orçamentária.  O Projeto inicial foi levado ao IDEMA pelo Secretário de Agricultura e o órgão ambiental solicitou ajustes que estão sendo finalizados para que o projeto possa ser novamente apreciado e posteriormente apresentado a Caixa.

3. Diante da divergência entre o que consta no plano de trabalho aprovado no convênio (obras) e o que foi adquirido pela gestão anterior (equipamentos), o próprio município de Caicó esteve relatando a situação ao Ministério Público Federal e informando que daria seguimento no projeto para reforma do matadouro.  Nos próximos dias acontecerá uma audiência na Justiça Federal onde o município vai mostrar as ações que foram tomadas.

4. Por fim, o Município esclarece que tem buscado meios de agilizar os procedimentos para realizar as obras necessárias no matadouro e que as decisões anteriormente tomadas com alterações de plano de trabalho prejudicaram o andamento da execução do convênio com celeridade.



Ivonete Dantas demonstra preocupação com ameaça de fechamento do Matadouro

Vereadora Ivonete Dantas preocupada com possível fechamento do matadouro público em Caicó

Marcos Dantas destaca em seu blog que a vereadora caicoense Ivonete Dantas está alertando que a Administração Municipal vem tomando iniciativas que poderá prejudicar uma das maiores riquezas de Caicó, que é a Carne de Sol. A preocupação da vereadora está baseada no provável fechamento do Matadouro Público de Caicó pelos Órgãos de Licenciamento e Controle Ambiental.

Nosso gabinete recebeu uma informação que o Matadouro Publico Municipal está na iminência de ser embargado pelo Idema-RN, além da aplicação de multa que pode chegar a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) contra os cofres do Município de Caicó, pela falta de providencias da Administração Publica local. Tomei o cuidado de mandar nossa assessoria verificar, sendo que o fato foi confirmado. Isso é um absurdo! Sabemos que esse assunto ja vem sendo tratado há muito tempo, mas a gestão atual já teve condições de eleger suas prioridades e adotar as providências. Perderam RS 500.000,00 que disponibilizei pra melhorar a feira livre daqui na época que estive Senadora, agora vão deixar fechar as portas do Matadouro por não fazer o que é necessário. Que falta de ação é essa? Está na hora de acordar”, exclamou a vereadora Ivonete.



Caicó: Empresa que vendeu equipamentos para o matadouro ainda espera por pagamento

O Município de Caicó, através da Procuraria Jurídica, Setor de Convênios Federais e de Engenharia, realizou nesta quarta-feira (22) uma reunião com a empresa Ecaampi Indústria e Comércio, que forneceu no ano de 2015 vários equipamentos industriais para o Matadouro Público Municipal, mas que até o momento não conseguiu receber o devido pagamento.

Continue lendo