Deprov prende trio com mercadoria desviada em galpão no município de São José de Mipibu

Material foi apreendido em galpão pela Polícia

Uma ação realizada por policiais civis da Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) prendeu, nesta sexta-feira (07) em São José de Mipibu, três homens que estavam utilizando um galpão para depositar e revender mercadorias adquiridas de forma fraudulenta. Foram presos: Carlos Rafael Santos Gomes de Souza, 27 anos, Igor de Morais Silva, 30 anos, e Walter Plácido Dantas, 28 anos.

Através de denúncias acerca de movimentações suspeitas de cargas e descarregadas, realizadas por carretas e caminhões em um matagal no período noturno, os policiais realizaram diligências no local e prenderam o trio em um galpão que continha grandes quantidades de cargas de arroz e de sandálias as quais foram obtidas por meio ilegal, tais como furtos, roubos e desvios. Segundo investigações comandadas pelo delegado titular da Deprov, Licurgo Nunes, Walter comprava as mercadorias e as estocava no galpão. Por sua, vez, Igor adquiria a mercadoria e redistribuía em comércios da região. “Esses produtos provavelmente eram comprados por um valor abaixo do mercado, sendo guardados e estocados nesse galpão, onde também eram realizadas as distribuições”, detalha o delegado da Deprov, Licurgo Nunes.

No imóvel, que foi alugado exclusivamente para o fim ilícito, também havia potentes bloqueadores de sinal, utilizados para evitar rastreamento da carga por sinais eletrônicos.

Investigações apontam que Igor também revendia as mercadorias, sendo várias dessas encontradas em seu veículo, e que Carlos Rafael era contratado por Walter para realizar a carga e descarga do material no local. No momento da prisão, Walter e Igor ofereceram R$ 5.000,00 reais a cada um dos policiais para que não fossem presos, sendo autuados, por esse motivo, pelo crime de corrupção ativa. A dupla também foi autuada por receptação qualificada e associação criminosa, crime pelo qual também responderá Carlos Rafael.


Força Nacional apreende arma, drogas e celulares em Alcaçuz

Força Nacional apreende material que seria jogado para dentro de Alcaçuz

Integrantes da Força Nacional de Segurança Pública intensificaram as rondas no entorno da área externa da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, e apreenderam diversos materiais ilícitos e detiveram uma mulher.

Na sexta-feira (3), a FNSP encontrou três aparelhos de telefone celular, dois carregadores, munições calibre 38, porções de maconha, crack e cocaína, e tabaco.Todo material foi localizado nas proximidades do muro entre as guaritas 8 e 9 da unidade.

No sábado (4), durante a ronda foi localizado dentro de uma bolsa, uma arma de fogo de fabricação artesanal, uma baladeira, um aparelho de telefone celular, e munições, de posse de Janaires Alves da Silva. Diante do flagrante, ela foi conduzida à Delegacia de Polícia Civil , assim como todo material apreendido.