Meteorologistas anunciam que o semiárido nordestino vai ter chuvas até maio

Chuvas deve ocorrer até maio

Meteorologistas dos centros de previsão climática do Nordeste e de centros nacionais como o Centro de Pesquisa Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE) e o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) se reuniram nos dias 20,21 e 22 de fevereiro, para analisar e discutir as informações geradas pelos modelos meteorológicos, assim como, as condições climáticas e qual a influência delas na geração chuvas. Esse resultado da reunião, é semelhante a conclusão do encontro realizado em janeiro, pela Funceme, no Ceará. Mas desta vez, segundo o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, as condições climáticas estão ainda mais favoráveis para que ocorra chuvas no semiárido “a temperatura do Oceano Atlântico Sul que está mais quente e o resfriamento no Atlântico Norte que favorecem a permanência da Zona de Convergência Intertropical sobre a região Nordeste”. A Zona de Convergência Intertropical é o principal sistema causador de chuva no semiárido nordestino.

Continue lendo



Meteorologistas se reúnem em Natal para dizer como serão as chuvas de março a maio

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, sedia a partir desta teça-feira (20) até quinta (22), a II Reunião de Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro e o I Workshop de Validação e Autoria do Monitor da Seca do Nordeste.

Participarão dos dois eventos cerca de 20 meteorologistas dos centros de pesquisa da região Nordeste, do Centro de Pesquisa Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) e da UFRN, além de técnicos em áreas ligadas ao monitoramento de chuvas e da seca.

Essa é a última reunião que vai definir como vai ser a quadra chuvosa no semiárido do Nordeste para os meses de março, abril e maio, que é o período chuvoso na região. Durante o encontro, os meteorologistas vão analisar e discutir o comportamento das condições oceânico-atmosféricas e qual a influência delas na ocorrência de chuva no semiárido, nos meses de março a maio. Na reunião anterior, realizada em janeiro pela Funceme, em Fortaleza/CE, a conclusão foi de que teríamos chuvas de normal a acima do normal para o período de fevereiro a abril de 2018.



EMPARN recebe meteorologistas para análise da previsão climática

Nas próximas segunda e terça-feira (20 e 21 de fevereiro), a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) recebe em sua sede, em Parnamirim, os meteorologistas do Nordeste e representantes de diversas instituições nacionais para a “II Reunião de Análise e Previsão Climática para o norte do Nordeste brasileiro”. O encontro é coordenado pelo Gerente de Meteorologia da EMPARN, o pesquisador Gilmar Bristot. A divulgação do boletim para a imprensa com a previsão climática para os meses de março, abril e maio ocorrerá na terça-feira, às 11 horas.

A abertura da reunião será na segunda-feira (20), às 9 horas, no auditório da EMPARN, com uma palavra de boas vindas do Diretor-Presidente Alexandre de Medeiros Wanderley. Em seguida segue a programação oficial:

09:30hs – Palestra – “Investigação das possíveis contribuições dos oceanos Pacífico e Atlântico para a estação chuvosa do norte do nordeste do Brasil em 2017” – Dr. Caio Augusto dos Santos Coelho (Pesquisador CPTEC/INPE-SP);

10:00hs – Palestra – “Secas históricas e previsão climática para o Nordeste” – Dr. Expedito Ronald Gomes Rebello (Coordenador INMET-DF)

10:30hs – Coffee Break

11:00hs – Apresentação das Condições Pluviométricas e Hídricas dos Estados da Região Nordeste –Representantes dos Centros Estaduais de Meteorologia e Recursos Hídricos;

11:30hs- Apresentação e Discussão dos Parâmetros Climáticos de Grande Escala – Gilmar Bristot (EMPARN)

12:00hs- Almoço

14:00hs – Palestra- “Padrões atmosféricos e oceânicos favoráveis e desfavoráveis para chuvas no Nordeste do Brasil”- Prof. Dr. David Mendes (UFRN);

14:30hs – Apresentação dos Resultados dos Modelos Dinâmicos da FUNCEME – Representante da FUNCEME Via Skype;

14:45hs – Apresentação dos Resultados do Modelo do INMET – Dr. Expedito Rebello – INMET;

15:00hs – Palestra – Análise dos Resultados dos Modelos Dinâmicos de Previsão Climática para a Região Nordeste do Brasil para o Período de março a maio de 2017 – Dr. Caio Augusto dos Santos Coelho (CPTEC/INPE)

15:30hs – Coffee Break

16:00hs – Avaliação dos Resultados dos Modelos de Previsão Climática das Instituições- FUNCEME,  CPTEC/INPE e INMET- – Dr. Caio Augusto dos Santos Coelho (CPTEC/INPE);

16:30hs – Discussão e Elaboração do Boletim com a Análise e Previsão Climática para os Meses de Março, Abril e Maio de 2017.

17:00hs – Encerramento

Dia 21 de Fevereiro de 2017

11:00hs – Divulgação do Boletim com a Análise e Previsão Climática para os Meses de Março, abril e maio de 2017.