Gaeco potiguar passa a contar com Disque Denúncia

Com a proposta de oferecer à população do Rio Grande do Norte um canal direto para denúncias de crimes em geral, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), agora conta com um Disque Denúncia. Basta o cidadão ligar gratuitamente para o número 127. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

O MPRN está determinado a reforçar a sua contribuição para a defesa do cidadão e da vida no nosso Estado, valores maiores de uma política de segurança pública, além da natural manutenção de um combate firme à corrupção em todos os municípios do RN. É mais uma iniciativa do MPRN buscando cada vez mais resolutividade“, declarou o procurador-geral de Justiça, Eudo Leite.

O promotor de Justiça Fausto França, coordenador do Gaeco, reforçou que a participação da população é fundamental para auxiliar nas investigações. “O serviço chega para funcionar como uma ponte entre o cidadão e o MPRN e esperamos que as denúncias possam facilitar as investigações como um todo“.

Serviço:
Disque Denúncia Gaeco
Telefone: 127  (ligação gratuita)
Whatsapp: (84) 98863-4585
E-mail: disque.denuncia@mprn.mp.br



MPRN investiga desvios de R$ 22 milhões na Secretaria de Serviços Urbanos de Natal

O Ministério Púbico do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou na manhã desta segunda-feira (24) a operação Cidade Luz, que investiga o desvio de R$ 22.030.046,06 da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal (Semsur). Pelo que foi apurado pelo MPRN, há indícios que o montante é decorrente de superfaturamento e pagamento de propina relativos a contratos firmados entre empresas e a Secretaria para a prestação de serviços referentes à manutenção e à decoração do parque de iluminação pública do da capital potiguar. O ex-secretário de Serviços Urbanos de Natal, Ranieri Barbosa, foi afastado do cargo de presidente da Câmara Municipal de Natal, que ocupa atualmente.Os mandados foram expedidos pelo juiz da 7ª vara

Criminal de Natal. Há equipes do MPRN e da Polícia Militar cumprindo os mandados nas cidades de Natal e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, e Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e ainda em Fernando de Noronha, em Pernambuco. Os gabinetes de Ranieri Barbosa e da Presidência da Câmara Municipal de Natal também são alvo dos mandados.

*Mais informações em instantes.



Entrevista: Promotor de Justiça de Santana do Matos falando sobre a Operação Recovery

O promotor Alysson Michel de Azevedo Dantas, da cidade de Santana do Matos/RN, concedeu entrevista ao programa Comando Geral da Rádio Caicó, sobre a Operação Recovery, que foi deflagrada na manhã desta terça-feira (18), para o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva em Caicó, Santana do Matos, São José do Seridó e em Parnamirim.

O representante ministerial, disse que o objetivo da ação foi juntar material para embasar a investigação que ainda não terminou, sobre possíveis desvios de recursos públicos da Prefeitura de Santana envolvendo um empresário da cidade de Caicó, dono de uma empresa de peças de carros.

Ainda de acordo com o Ministério Públicos, carros pertencentes a frota municipal estariam precisando de manutenção e na investigação constatou-se que foram feitos repasses financeiros, mas, os reparos nos carros, não.

Ouça a entrevista:

 



Ministério Público acionará Corpo de Bombeiros e Escola Antônio Aladim PODERÁ SER INTERDITADA

Escola Antônio Aladim tem aulas suspensas por causa de problemas na estrutura elétrica

Os representantes do Conselho da Escola Estadual Antônio Aladim procuraram o Ministério Público em Caicó e a promotora Wliana Lemos, confirmou que vai acionar o Corpo de Bombeiros para fazer vistoria na Escola e acionar a Secretaria Estadual de Educação para que tomem providências resolutivas quanto aos problemas elétricos relatados.

O presidente do Conselho da Escola, disse em entrevista na Rádio Caicó, que “alunos e servidores já sofreram choques por causa da estrutura precária com fios expostos. Um ar-condicionado já pegou fogo no local. Nas aulas, muitas vezes nos deparamos com os alunos se abanando por causa do calor. Nas salas, se quer, tem um ventilador. A diretora, em determinado dia, tentou desligar os equipamentos quando estava de saída e deu um fogo lá nos disjuntores e ela saiu correndo. Quer dizer, a situação é de risco“, disse.

Com a chegada do Corpo de Bombeiros, a escola poderá ser interditada por tempo indeterminado até que o Estado faça uma reforma em sua estrutura física.

“Se isso ocorrer, e nós temos consciência que vai, aonde os cerca de 800 alunos da Aladim irão ter as suas aulas? Elas terão o ano prejudicado? Uma escola que aos trancos e barrancos tem índices dos melhores no Enem chegar nessa situação é triste”, lamenta Fábio Dias.