MPF solicita informações sobre videomonitoramento da STTU em Nat

MPF solicita informações sobre videomonitoramento da STTU em Nat

O Ministério Público Federal (MPF) requisitou informações à Prefeitura do Natal sobre o videomonitoramento iniciado na cidade no último dia 10. O objetivo é apurar se o novo modelo de fiscalização – destinado a autuar motoristas flagrados em infrações de trânsito, com imagens até mesmo de dentro dos veículos – respeita o Código de Trânsito e, sobretudo, a Constituição.

Os pedidos foram encaminhados às secretarias de Mobilidade Urbana (STTU) e de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) e requisitam detalhes sobre a estrutura (quantidade de câmeras, localização, forma e horário de funcionamento) e a sinalização dos locais monitorados, bem como se os dispositivos possuem infravermelho, se há convênio para que os equipamentos reforcem a segurança da população, se as imagens serão gravadas, qual a empresa responsável por operacionalizar o sistema e como a receita arrecadada com as multas será aplicada, além de esclarecer se houve período de teste, avaliação e divulgação à sociedade.

O procedimento foi distribuído, por sorteio, para o 10º Ofício e ficará sob a responsabilidade do procurador da República Victor Mariz. Dependendo das informações obtidas, poderá ser arquivado ou convertido em um inquérito.

Continue lendo



Polícia Militar de Caicó ganhará sistema de rádios digitais e de monitoramento por câmeras

O prefeito Robson Araújo “Batata”, anunciou no programa Comando Geral da Rádio Caicó, na manhã desta quinta-feira (11), que o sistema de rádio do 6º BPM vai ser trocado pelo digital. Atualmente, os rádios usados pelos policiais são analógicos. A cidade ainda vai ganhar o sistema de vídeo-monitoramento em parceria com o Ministério da Justiça.

Caicó será contemplado ainda em 2017 com um sistema de comunicação digital criptografado para ser usado no COPOM (Central de Operações da PM) e nas viaturas. Os equipamentos já foram adquiridos e estão sendo transportados pela fornecedora internacional Motorola. Caicó também receberá na próxima semana equipes do Ministério da Justiça para apresentar o sistema SINESP/CAD, projeto pioneiro onde a cidade será a primeira do Brasil a receber. No novo sistema, todas às ocorrências do COPOM serão monitoradas em tempo real pela Secretaria de Segurança e Ministério da Justiça“, disse.

Participaram da reunião, o Prefeito Batata; o Coronel Florêncio, adjunto da SESED; Coronel Macedo do CIOSP e Marcelo Nita engenheiro da Motorola e os secretários da gestão municipal.



Polícia Militar tem auxílio de câmeras e plataformas de monitoramento no carnaval de Caicó

Polícia Militar monitora foliões que se divertem no carnaval de Caicó – (FOTO: Divulgação: PM/RN)

A Polícia Militar de Caicó montou estrutura e planejou ações para garantir a segurança dos foliões durante o carnaval de Caicó. Todo o aparato, é coordenado a partir do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel e do Copom.

De acordo com o Major Walmery Costa, comandante do 6º BPM, “às ações ocorrem de forma coordenada e preventiva. As viaturas de Rádio Patrulha atendem os bairros, como de rotina, sem prejuízo para a população e priorizam abordagens como melhor meio de prevenção. GTO e GTOR como demais setores do policiamento de trânsito, trabalham em conjunto realizando barreiras itinerantes nas RNs e vários setores da cidade. Já a Polícia Ambiental, realiza ações ostensivas e combate com rigor a perturbação de sossego. Setores como Cavalaria, Administração e policiais que tiram serviços de Guarda, também não ficam de fora e se revezam em patrulhas durante todo o evento“, disse.

A Carreta de monitoramento, está localizada na Ilha de Sant’Ana juntamente com o Copom. Lá, os policiais auxiliam ao Oficial de serviço e de eventos na distribuição e coordenação do trabalho.

Entre os destaques deste ano está a utilização de monitoramento por câmeras de segurança, uso de imagens de transmissões ao vivo, como por exemplo às do site Kurtição que transmite direto da Avenida Cel. Martiniano a passagem dos blocos do “Magão” e “Treme Treme”.

Os policiais estão usando rádios de frequência digital para evitar que sejam copiados. Os policiais ainda tem o acompanhamento através de imagens aéreas captadas por um Dronne devidamente homologado pela Anatel e operado por um policial apto a função.

Satisfeito com os resultados e empenho da tropa, o Major Costa diz que fazer segurança com planejamento e condições de trabalho só mostram um resultado positivo.



A ida e vinda da carreta de observação e a suposta “malícia” na notícia

O Subtenente Marcelo Coelho, que é secretário de Planejamento da Prefeitura de Caicó, encaminhou para o meu Whatsapp particular, uma nota, contando detalhes sobre a “ida” e “vinda” da carreta de observação e comunicação da Secretaria de Segurança do Rio Grande do Norte.

Em um trecho da nota, o secretário disse que eu fui “malicioso” quando divulguei que alguns policiais não queriam trabalhar no interior da tal carreta saindo de onde estão há décadas dentro dos muros do 6º BPM.

Veja o trecho da notícia onde eu falei sobre o assunto: Fontes do Blog relataram que uma das ideias seria transportar todos os equipamentos existentes na Central de Rádio do 6º BPM para dentro da carreta. No interior do veículo, já existem rádios, mas, digitais, enquanto os equipamentos usados pela PM de Caicó, são analógicos. Outro detalhe, é que o alcance dos rádios instalados na carreta é de apenas 1 quilômetro, o que mostra que realmente, o equipamento é para ser usado em eventos e, os policiais do 6º BPM não teriam gostado da ideia de trabalharem dentro da carreta deixando a sala onde estão instalados há décadas.

Em contato conosco, ele disse que não tinha sitado de onde vieram os “comentários maliciosos”, e que tinha uma injúria na manchete anterior, mas, eu o lembrei que em Caicó, somente eu divulguei o fato, portanto, a nota foi direcionada a minha pessoa.

Não houve “malícia” na divulgação da informação. Apenas disse que alguns policiais não tinham gostado da ideia de trabalhar dentro do caminhão. Agora, se forem perguntar a eles, certamente dirão que isso não procede e que irão com todo prazer para o serviço. Afinal de contas, eles são subordinados, concordam? Mas, tudo bem. Eu já estou acostumado.

Ponto final no assunto.

Sidney Silva