Nesta sexta em Natal, mulheres organizam ato contra PEC que autera permissão do aborto

Na última terça-feira (14), mulheres dos diversos movimentos feministas de Natal, articularam uma reunião que tirou a data para um ato em Natal, contra a Proposta de Emenda Constitucional 181/2015 – que altera a permissão para a realização de aborto.

O protesto está previsto para esta sexta-feira (17), com concentração às 15h, na Av. Rio Branco, na famosa subida do Viaduto do Baldo, Cidade Alta. Com o nome: Todas Contra a PEC 181- É pela vida das mulheres, o ato tem um evento no facebook e já conta com mais de mil pessoas, entre interessadas e que comparecerão.

Continue lendo



Natal terá protesto contra homenagem à João Dória

Movimento fará protesto contra título de cidadão natalense para João Dória

Movimentos sociais e de juventude estão convocando um protesto durante a cerimônia que entregará o título de Cidadão Natalense à João Dória, prefeito de São Paulo, nesta quarta-feira (16). O ato público #DoriaNuncaSeráNatalense tem a concentração marcada para às 09h, em frente à entrada do Shopping Midway na Av. Salgado Filho – A solenidade será às 10h, no Teatro Riachuelo, no 5º andar, com entrada restrita a convidados.

O protesto foi decidido nesta segunda-feira, e é convocado pela Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular, Movimento População de Rua e UMES Natal, entre outros movimentos e entidades. Para os organizadores, a gestão de Doria em São Paulo adota uma política de higienização social, “declarando guerra à pobreza”.

Eles prometem denunciar episódios como a operação policial na Cracolândia, a demolição de um imóvel com pessoas dentro, a retirada de cobertores e o uso de jatos de água sobre a população de rua, em um dos dias mais frios do ano, e incêndios em favelas e barracos em viadutos da cidade.

Também pretendem lembrar as demissões de 400 assistentes sociais e a redução do atendimento na região central de SP e a tentativa de acabar com o passe-livre dos estudantes de São Paulo, conquistado após as jornadas de junho de 2013.

O ato conta com um evento online, criado na manhã de terça-feira, que já conta com 230 confirmações e 600 interessados. Um manifesto compartilhado no evento questiona quais os serviços feitos por Doria para a cidade e acusa a homenagem de eleitoreira. Outro internauta compartilhou reportagem do jornal O Globo, de 02 de julho de 1987, quando João Doria presidia a Embratur e provocou polêmica com uma proposta de roteiros turísticos voltados para a seca que atingia o Nordeste.

*Nota enviada ao Blog pela coordenação do movimento



Mineiro diz que “Greve Geral” se tornou um movimento da sociedade brasileira

A mobilização nacional, prevista para esta sexta-feira (28), em protesto contra as reformas da Previdência e Trabalhista em discussão na Câmara Federal foi assunto do pronunciamento do deputado Fernando Mineiro (PT) durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (27). Para o parlamentar, o movimento não está mais restrito às Centrais Sindicais, se tornando uma mobilização da sociedade.

Mineiro diz que “Greve Geral” se tornou um movimento da sociedade brasileiro

Amanhã é um dia histórico para o Brasil. Será uma mobilização de resistência e resposta às reformas do Governo Federal. A paralisação de amanhã deixou de ser um movimento das Centrais Sindicais, uma vez que a sociedade brasileira está se mobilizando. Igrejas e escolas particulares também estão aderindo ao movimento”, disse Mineiro.

O parlamentar criticou o atual Governo e disse que a ideia de acabar com o Governo Lula ou Governo Dilma para melhorar o Brasil, era uma mentira. “A sociedade está abrindo os olhos e por isso que os setores a favor desta gestão estão raivosos, pois estão sendo desmoralizados”.

Fernando Mineiro convocou a sociedade para o movimento desta sexta-feira dizendo que é preciso se reafirmar e acabar com a ideia de acomodação. O deputado fez um alerta ainda para que a população se informe sobre as reformas e lute em busca dos seus direitos.



ADEPOL/RN apoia movimento nacional em prol do trabalhador

Adepol do RN apoia movimento em prol dos trabalhadores – (FOTO: Canindé Soares)

A Associação de Delegados de Polícia Civil do RN (ADEPOL/RN) apoia o movimento nacional de luta em prol dos trabalhadores brasileiros, marcado para esta sexta-feira (28). E para marcar a data, os delegados foram convidados a se manterem em mobilização na sede da associação, na Via Costeira, para a realização de uma assembleia, além de outras atividades institucionais.

Segundo a visão da instituição, as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo Governo Federal são extremamente prejudiciais a todos os trabalhadores e em especial aos servidores da Segurança Pública. “Nesta assembleia iremos exatamente traçar, junto com a classe, nossa linha de atuação em defesa da Previdência e da classe trabalhadora brasileira ”, frisou a vice-presidente da Adepol, Ana Cláudia Saraiva Gomes.

A Delegacia Geral de Polícia foi oficiada sobre a mobilização dos delegados e as atividades que serão realizadas durante o dia na Associação.