Janduis: Polícia Civil cumpriu mandados em operação que investiga a morte do pré-candidato Neto de Nilton

Material apreendido pela Polícia Civil será parte do inquérito que investiga o crime

Policiais civis deflagraram nesta quinta-feira (10), a segunda fase da operação Mandacaru, com o objetivo dar andamento a investigação do homicídio que vitimou Raimundo Gonçalves de Lima Neto, conhecido como “Neto de Nilton”, que era pré-candidato a prefeito na cidade de Janduis/RN. Sua morte ocorreu na zona rural do município de Campo Grande, no dia 11 de abril de 2020.

Participaram da operação, policiais da Delegacia Municipal de Caraúbas, com apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Natal e da Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM).

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, em duas residências no município de Janduís. No decorrer das diligências, os policiais apreenderam seis aparelhos celulares e dois notebooks.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.


Janduís: Neto de Nilton foi assassinado com 3 tiros na cabeça

Corpo foi encontrado nas imediações de estrada de terra que leva ao sítio de propriedade da vítima

O corpo do empresário e pré-candidato a prefeito da cidade de Janduís/RN, pelo PSOL, Raimundo Gonçalves de Lima Neto, também conhecido como “Neto de Nilton”, de 35 anos, foi removido pelos peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia – ITEP no início da tarde deste sábado (11) e levado para Mossoró, aonde passará por exame de necrópsia antes de ser liberado para sepultamento.

O local do crime, é às marges de uma estrada de terra que dá acesso ao sítio Estrela, de propriedade da vítima, e à cerca de 200 metros da BR-226. Tudo indica que Neto foi assassinado por volta das 09hs30min. A moto em que estava, era uma Bros, ano 2018, de cor vermelha e de placa QGL4234, deixada próximo do corpo.

Os peritos encontraram 3 perfurações a bala na cabeça da vítima, o que no primeiro momento caracteriza o crime de execução.

A vítima residia na Rua Wiliam Ubirajara Pinheiro, Bairro São Bento, em Janduís.

O corpo foi liberado pelo ITEP de Mossoró para a Família no final da tarde deste sábado.


Comerciante e pré-candidato do PSOL a prefeito de Janduís/RN foi assassinado neste sábado (11)

O corpo de Neto foi encontrado pelo irmão

O pré-candidato a prefeito da cidade de Janduís, Neto de Nilton (PSOL), foi morto a tiros na manhã deste sábado (11), por volta das 9h, em uma estrada de terra que dá acesso a fazenda estrela, na zona rural de Campo Grande/RN.

Segundo informações de familiares repassadas a Polícia Militar, a vítima identificada como “Neto de Nilton” tinha comprado um sítio chamado Estrela, localizado a cerca dez quilômetros de Campo Grande e hoje foi fazer uma visita ao pessoal do sítio. Um familiar da vítima teria dito a polícia que “ouviu lá do sítio” cerca de quatro disparos e, como o irmão estava demorando a chegar, resolveu ir de encontro e viu a moto parada na estrada carroçável. Ao realizar uma busca nas imediações, achou o corpo do irmão. De imediato, resolveu acionar a polícia e, segundo ele, no local tem outro corpo, mas ainda não foi confirmado pela policia essa segunda vítima.

A Polícia Militar foi acionada e de imediato uma guarnição se descolou até o local e neste momento fez o isolamento do local e aguarda a chegada equipe técnica do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) para os procedimentos no local e em seguida, remover o corpo para exames de necropsia na sede do órgão.

*Blog IcemCaraúbas