Cosern explica falta de energia elétrica em 35 cidades do Oeste nesta quinta (18)

A Cosern esclarece que um problema na Subestação Mossoró II, da Chesf, ocasionou a interrupção no fornecimento de energia elétrica para 15 subestações da Cosern entre 16h28 e 16h58 desta quinta-feira (18), atingindo 35 municípios das regiões Oeste e Alto Oeste.

As causas das ocorrências estão sendo apuradas pela Chesf que, após a conclusão, enviará relatório final à Cosern.

Comercio de Caicó funciona normalmente nesta sexta-feira

Comercio de Caicó funciona normalmente nesta sexta-feira

Através de nota, as entidades de classe do Comércio de Caicó, que compõem a Casa do Empresário, anunciaram que o expediente nas empresas, será normal nesta sexta-feira (28).

Respeitamos as manifestações planejadas para esta data e esperamos que, democráticas, as mesmas sejam realizadas de forma pacífica e respeitosa, preservando os direitos individuais, coletivos e a ordem pública. Repudiamos atos de vandalismo e desrespeito de toda e qualquer forma, individual ou conjunta, em estabelecimentos públicos ou privados, e esperamos que os organizadores e participantes das reivindicações desta sexta compartilhem do mesmo pensamento“, diz a nota.

Diretoria da Caern lamenta morte de criança na cidade de Jucurutu

A Diretoria da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) se solidariza com a família de Maria Fernanda e lamenta a morte da criança de três anos. Maria Fernanda foi vítima de afogamento em um dos equipamentos da Companhia que fica em área de restrito acesso, na cidade de Jucurutu. A tragédia ocorreu quando a equipe da companhia estava realizando a limpeza do reservatório da cidade.

Foi com bastante pesar que recebemos esta notícia, não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor”, declara Marcelo Toscano, Diretor Presidente da Companhia.

A Companhia reforça o apelo de que a população respeite os limites de segurança dos equipamentos da empresa. E ressalta que prestará toda a assistência necessária à família.

Direção da Escola EECCAM diz que acredita não ser cocaína, pó branco encontrado em seus corredores

Pó branco é encontrado em corredor de escola no Bairro Barra Nova em Caicó – (Foto: Cardoso Silva)

A direção da Escola Estadual Calpúrnia Caldas de Amorim – EECCAM, emitiu nota com versão sobre o pacote com pó branco encontrado nos corredores da referida unidade escolar.

Confira:

A Equipe Gestora da Escola Estadual Professora Calpúrnia Caldas de Amorim – EECCAM vem a público repudiar a forma inconsequente como o fato ocorrido na manhã de hoje foi divulgado na imprensa. Primeiro, por acreditarmos que o produto encontrado não se trata de cocaína, mas sim, Bicarbonato de Sócio ou Sal de Cozinha, produtos estes que estavam sendo utilizados em experiências pelo professor de Química da escola. Segundo, por se tratar de um assunto sigiloso que diz respeito apenas à direção da escola e as autoridades competentes, no caso, a ronda escolar e a polícia civil, a quem confiamos o sigilo do caso. Quando chamamos a Ronda Escolar para recolher o produto, tínhamos a intenção única e exclusiva de dirimir alguma eventual dúvida que restava sobre a composição do produto. Divulgar tal fato como se fosse uma verdade absoluta é, no mínimo, irresponsável. Aproveitamos a oportunidade para reafirmar o nosso compromisso com a verdade e com o ensino de qualidade que já é marca registrada da nossa escola, ao mesmo tempo que nos colocamos a disposição da comunidade escolar para esclarecer toda e qualquer dúvida a respeito do fato.

Do Blog

É bom que façamos uma reflexão sobre a nota emitida pela direção da escola EECCAM. Pois bem! Primeiro, qual a necessidade de chamar a Polícia para averiguar o tal pó branco, se naquele dia, estava, um dos professores que ali leciona, fazendo experimentos químicos com seus alunos? Segundo, se ficar comprovado que é cocaína e não outro produto usado para estudos, é sim, de interesse de toda a sociedade caicoense saber. Por qual motivo se esconderia isso da comunidade? É interesse de quem deixar o fato escondido? Terceiro, a Rádio Caicó e os Blogs de Sidney Silva e Cardoso Silva, que divulgaram o fato, não divulgaram o fato “como se fosse verdade absoluta”. Dissemos apenas que o tal pó, foi encontrado e levado pela polícia a pedido da direção da escola e que iria ser analisado pelo órgão responsável de perícia. Por fim, sabemos que a Escola EECCAM é referência no ensino educacional no Seridó, mas, ao que parece, à direção atual não tem habilidade para tratar, principalmente, com a imprensa, sobre determinados assuntos.

Denunciado em delação na Operação Via Ápia, ex-deputado João Maia emite nota

João Maia emite nota

A imprensa divulgou nesta terça-feira (04) notícia sobre delação premiada do Sr. Gledson Golbery de Araújo Maia, ex-chefe do serviço de engenharia do DNIT no Rio Grande do Norte, na qual eu sou acusado de ter sido favorecido por irregularidades cometidas naquele órgão.

O processo tramita em segredo de Justiça, e por isso ainda não tive acesso aos autos e ao conteúdo da delação, providência essa que os meus advogados já requereram e que aguarda deferimento para que eu, conhecendo de que sou acusado, possa me defender.

Confio plenamente no Poder Judiciário, e tenho a mais firme convicção de que as investigações irão distinguir a mentira da verdade, e ao final demonstrar que são acusações infundadas de quem busca culpados para as suas próprias fraquezas.

João da Silva Maia

Ex-deputado federal e Presidente Estadual do PR

Governo do Estado emite nota sobre transferência de presos para o Pavilhão 5 em Alcaçuz

Presos são transferidos para o Pavilhão 5 em Alcaçuz – (FOTO: Fred Carvalho-G1/RN)

Em relação à ação realizada na manhã desta segunda-feira (20) na Penitenciária de Alcaçuz, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte esclarece:

A ação de hoje é uma continuação do trabalho que já se iniciou em janeiro, com a retomada do Pavilhão 5 (presídio Rogério Coutinho Madruga) pelas Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP), sob coordenação e apoio do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN);

Os presos ficarão temporariamente no Pavilhão 5. Essa medida já estava prevista desde o início da retomada, para que as ações de manutenção predial sejam realizadas com maior agilidade. E logo que os pavilhões 1, 2 e 3 estejam em condições adequadas, os mesmos voltarão aos pavilhões de origem;

O contingente de agentes federais e estaduais e de policiais que atuam hoje em Alcaçuz é suficiente para manter a ordem e a segurança local;

Os internos que ficarão no Pavilhão 5 estarão devidamente separados, sem ter qualquer contato, inclusive visual;

Até o final da semana, em decorrência da Ação Justiça e Cidadania promovida pelo Depen com a participação do Estado, todos os internos dos pavilhões 1, 2 e 3 terão atendimento de assessoria jurídica, pela Defensoria Sem Fronteiras que conta com defensores de vários Estados e do Rio Grande do Norte, assistência para retirada documental, assistência a saúde e ouvidoria. Assim como os detentos do Pavilhão 5 tiveram na última semana;

A condição de superlotação no Pavilhão 5 é temporária, e necessária para que sejam feitos os serviços de manutenção predial o mais breve possível;

As equipes de ouvidoria do Depen e da Sejuc estão acompanhando toda a ação;

A Sesed instalou o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) e está monitorando Alcaçuz por várias vias, inclusive com a Plataforma de Observação Elevada (POE) no local.

É importante ressaltar que o procedimento realizado em Alcaçuz é necessário para a restauração das estruturas físicas do presídio e restruturação da rotina penitenciária e está sendo conduzido com todos os cuidados para garantir a integridade dos presos, dos agentes de segurança e da sociedade em geral.

Ministério da Agricultura emite nota sobre a operação “Carne Fraca”

O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento emitiu uma nota neste sábado sobre os acontecimentos que vieram à tona com a operação “Carna Fraca” da Polícia Federal deflagrada nesta sexta-feira (17).

Brasília (18/03/2017)

1.       O Serviço de Inspeção Federal é considerado um dos mais eficientes e rigorosos do mundo. Tem um quadro de 2.300 servidores e inspeciona 4.837 unidades produtoras habilitadas para exportação para 160 países. Foi com este Serviço que construímos uma reputação de excelência na agropecuária e conseguimos atender às exigências rigorosas de diferentes nações.

2.       Alguns fatos pontuais começaram a ser investigados após denúncia de um servidor da área de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ao todo, 33 fiscais federais estão sob investigação e três plantas foram interditadas, enquanto outras 21 estão sob fiscalização especial.

3.       O governo brasileiro, através dos seus serviços de fiscalização, da Polícia Federal e outros órgãos de controle, cumpre seu papel de garantir a qualidade e sanidade, tanto dos produtos alimentícios destinados ao mercado externo quanto ao mercado interno, sejam de origem animal ou vegetal.

4.       A investigação da Polícia Federal e a pronta reação das nossas autoridades do Ministério da Agricultura são a maior prova de que nosso sistema de proteção e fiscalização está alerta e funcionando plenamente, e servem como garantia ao consumidor da qualidade dos produtos de origem agropecuária de nosso país.

 

Conselho de Secretários Municipais de Saúde emite nota sobre superlotação no Walfredo Gurgel

Conselho de Secretários Municipais de Saúde emite nota sobre superlotação no Walfredo Gurgel – (Foto: Aldair Dantas/Tribuna do Norte)

Sobre a superlotação no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), em Natal, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte (Cosems-RN), órgão que representa todas as secretarias municipais de saúde do Estado, vem a público, nesta sexta-feira (17), esclarecer que:

1) Os secretários municipais de saúde do Rio Grande do Norte sentem-se profundamente angustiados com esta situação;

2) Esta condição de superlotação do HMWG não resulta da ausência de procedimentos relativos à atenção básica nos municípios;

3) A verdade sobre a superlotação do HMWG condiz com o quadro epidemiológico do Rio Grande do Norte, que não difere do resto do país. Assim, os altos índices de violência somados ao envelhecimento da população, que acaba acarretando uma maior ocorrência de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs) e doenças cardiovasculares, como o infarto agudo do miocárdio, são fatores determinantes para o envio de pacientes ao HMWG;

4) O Cosems-RN afirma que todos os pacientes encaminhados ao HMWG, pelos municípios,  necessitam de internação hospitalar, internações essas que deveriam ser realizadas nos hospitais regionais, mas que em virtude da crise financeira – em que passa o Estado – acabam comprometidas devido ao sucateamento destes equipamentos públicos, nas respectivas oito regiões de saúde;

5) É importante frisar que os municípios norte-rio-grandenses são os entes federados – no Estado – que mais investem recursos próprios na pasta da saúde, comprometendo, em média, 26% de sua arrecadação líquida;

6) Outro ponto que merece destaque diz respeito à falta de condições, por parte dos municípios, de manter seus pequenos hospitais, já que os recursos referentes à Média e Alta Complexidade (MAC) – na ordem de R$ 57 milhões/ano – são retidos pela própria Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) e Ministério da Saúde (MS), para a manutenção de hospitais estaduais e universitários. O Cosems-RN e todos os secretários municipais de saúde potiguares concordam que este valor é insuficiente para o custeio da assistência, porém, é preciso que a população saiba que, além desses recursos retidos pela SESAP e MS, os municípios se veem obrigados a destinar mais recursos financeiros aos hospitais estaduais, devido ao sucateamento e situação de abandono em que estes se encontram;

7) Por fim, é importante ressaltar que os municípios estão investindo pesadamente na contratação de médicos, e na reforma e abastecimento de suas unidades básicas, porém, necessitam do pleno funcionamento dos hospitais regionais para evitar o envio de pacientes ao HMWG.

Colocamo-nos à disposição para quaisquer outros esclarecimentos.

Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte

Operadora TIM diz em nota ao Blog que já opera normalmente em Caicó

Operadora TIM encaminha nota ao Blog dizendo que já opera normalmente em Caicó

Em contato com o Blog Sidney Silva, a assessoria de comunicação da operadora TIM, informou a situação de dificuldades de usuários estarem com dificuldades para realizar chamadas foi resolvida.

A nota diz o seguinte:

A TIM informa que opera normalmente na cidade de Caicó-RN. A companhia esclarece que alguns clientes da localidade puderam encontrar dificuldades na utilização dos serviços em razão de instabilidades na infraestrutura de rede da operadora no município.

Futuro secretário de segurança de Caicó diz que o Blog Sidney Silva foi malicioso em notícia de carreta de observação da Sesed

 

Subtenente Marcelo Coelho disse que o Blog Sidney Silva foi malicioso ao noticiar sobre ida e vinda de carreta de observação da Sesed para Caicó

A carreta que veio para nosso município foi a CICCM – Centro Integrado de Comando e Controle Móvel. Veio para ser apresentada ao prefeito de Caicó e ao Cmt do 6º BPM e fazer alguns testes de câmeras e radiocomunicação.

Após isso voltou para Natal a fim de instalarem nela outros equipamentos necessários para que ela possa operar em definitivo fixa em Caicó tais como um transformador de 220v para 110v e poder ser ligada na rede elétrica sem precisar do gerador a diesel que ficará para casos de falta de energia.

Também será trocado o sistema de rádio comunicação que veio adaptado para o modo digital e não atende Caicó no momento, onde será trocado pelo sistema analógico.

Também falta a assinatura do Convênio entre Estado e Município, onde a prefeitura irá assumir os custos com a manutenção da carreta para mante-la em Caicó.

Feito isso ela retorna a Caicó em definitivo e será entregue ao Presidente do GGI que por lei é o prefeito Batata.

Daí então passa a ser operada pela PM, Civil, Bombeiros, ITEP e a Guarda Municipal que será a gestora do sistema com o GGI.

É atualmente essa carreta é o maior centro tecnológico de controle de segurança do país e usa tecnologia de última geração para gerenciamento de crises e controle e monitoramento de ocorrências.

Foi sem dúvida um presente pessoal do Governo do estado a cidade de Caicó.

Ao contrário dos comentários maliciosos, a mesma foi muito bem aceita pelos policiais que irão opera-lá, até porque oferece muito mais conforto, tecnologia e operacionalidade do que o atual COPOM, principalmente pelo fato do atual COPOM, ao faltar energia, para usar alguns serviços como o 190, onde na carreta não existe essa possibilidade, mesmo sem energia ela continua operando e atendendo a população.

Estou hoje pessoalmente em Natal e fico até a terça-feira, acompanhando todo o processo de transferência dela para o município e me inteirando do seu funcionamento e instalação dos equipamentos.

Além dessa carreta, no carnaval contaremos com a carreta maior chamada de “plataforma” que oferece ainda mais tecnologia e serviços de segurança que ficará até a quarta-feira de cinzas em Caicó.

Estaremos a anos luz a frente de muitos municípios e muitos estados com esse equipamento.

Precisamos agora agir e criar a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana e a Guarda Municipal, que são os próximos passos que dependem do retorno dos vereadores do recesso para votarem as respectivas matérias.

Subtenente Marcelo Coelho –
SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL

NOTA: SINPOL-RN pede que policiais fiquem em alerta para possível onda de ataques

O SINPOL-RN pede a todos os policiais civis que fiquem em alerta para uma possível onda de ataques por parte de bandidos. Isso porque existem informações vinda de presídios dando conta de um salve geral dos presos no Rio Grande do Norte e em outros estados.

“Inclusive, a penitenciária de Alcaçuz já está com os presos rebelados e outras unidades estão em tensão. Pedimos que os colegas fiquem com atenção redobrada, estando de serviço ou de folga”, afirma Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.