Polícia Civil prende suspeitos de tráfico de drogas em Nova Parnamirim

Material apreendido pela Polícia Civil

Uma equipe de policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim prendeu, na tarde desta terça-feira (19), Gilson Alves da Silva Júnior e Marcelo Nascimento de França, suspeitos pela prática do crime de tráfico de drogas no bairro de Nova Parnamirim.

Gilson estava traficando em sua própria residência e no momento da abordagem policial, ele estava vendendo drogas a um popular que ali se encontrava. Na ação foi apreendido R$ 1.042,00 (mil e quarenta e dois reais), uma quantidade de drogas e balança de precisão.

A 2ª DP de Parnamirim conta com o apoio da população local para ajudar a elucidar os crimes da cidade. A população pode usar um serviço próprio de “Disque Denúncia”, através do aplicativo What’s App pelo número (84) 9 8135-6724, sendo garantida a preservação do anonimato do denunciante.



Jornalista é baleada durante assalto em Nova Parnamirim

Do Portal BO – Uma jornalista, que terá o nome preservado, foi baleada na perna durante um assalto na madrugada deste domingo (04) ao trafegar pela rua Professor Olavo Montenegro, em Nova Parnamirim. A comunicadora foi “trancada” por um casal em um carro, quando tentou desviar, capotou e sofreu um tiro na perna. Os assaltantes ainda levaram todos os pertences da vítima que se fingiu de morta para não morrer.

A jornalista está internada, passou por um procedimento cirurgico, mas não corre risco de morte. Segundo informações de um amigo da vítima, a bala ainda se encontra alojada na perna, situação que demanda cuidado e segue em observação.

De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, diligências estão em andamento na tentativa de identificar, localizar e prender os suspeitos. O major Eduardo Franco informou que vai colher todas as informações sobre as características dos criminosos para acelerar as buscas.

O delegado geral da Polícia Civil, Clayton Pinho, determinou que a equipe de plantão da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa) recolha o máximo de informações, inclusive, imagens de câmeras de segurança do local onde ocorreu o crime. “Vamos tratar o assunto com todo empenho para identificar os envolvidos nesse crime”, disse. Qualquer informação sobre os suspeitos pode ser repassada através do número 181 ou 3232-1195.