Please enter banners and links.


Número de mortes aumentam 24,7% em dez anos

Números de mortes teve aumento

O número de óbitos registrados no Brasil nos últimos 10 anos teve um acréscimo de 24,7%. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE. Segundo a pesquisa, houve uma redução significativa na quantidade de mortes de crianças até 5 anos e um aumento dos óbitos nas idades mais avançadas, acima de 50 anos, fruto do envelhecimento populacional. É o que explica a gerente do Registro Civil do IBGE, Klívia Brayner de Oliveira. “Acompanhando esta série histórica, desde 2006 à 2016, é que a gente encontrou este aumento de 24,7. Os nossos óbitos, mais de 58% são de pessoas de mais idade, maiores de 65 anos, porque também temos uma população mais envelhecida, ao contrário da década de 70, 80“.

Segundo a pesquisa, a mortalidade masculina costuma ser superior à feminina ao longo da vida, principalmente entre os jovens e adultos jovens, por conta de causas externas, como por exemplo homicídios, suicídios, acidentes de trânsito, afogamentos, que ocorrem com mais frequência com os homens, como explica Klívia Brayner de Oliveira. “O motivo da morte de um jovem na faixa de 15 a 29 anos, em 68% dos casos é por causa externas, como acidente de trânsito, violência… são as coisas que mais matam os jovens“.

Continue lendo



Comperve divulga números do concurso do MPRN

O Núcleo Permanente de Concursos da Comissão Permanente do Vestibular (Comperve), da UFRN, divulgou os números do concurso público do Ministério Público Estadual (MPRN), cujas provas foram aplicadas no último domingo (7), em Natal e em Mossoró.

O concurso teve 24.840 candidatos inscritos com 4.364 ausentes, sendo 23.902 inscritos para o cargo de nível médio, com 3.426 ausentes (14,33%), e 938 inscritos para os cargos de nível superior, com 131 ausentes (13,97%).

A Comperve também informou que 136 pessoas solicitaram condições diferenciadas para realização das provas, e foram atendidas pela organização.

A aplicação das provas transcorreu de forma tranquila, apesar da tentativa de fraude por quadrilha envolvida especializada em concurso público, que foi abortada por policiais que atuaram na operação Gabarito, deflagrada pela Polícia Civil da Paraíba.

O MPRN já divulgou esclarecimento de que, sem prejuízo ao processo seletivo, inexiste motivo para o cancelamento das provas aplicadas.

Segundo disposto em Edital, o resultado final do concurso público deve ser divulgado até o final do mês de junho.