RN terá R$ 169 milhões em emendas ao OGU; Barragem de Oiticica terá R$ 55 milhões

Bancada federal do RN reunida em Brasília

A bancada federal do Rio Grande do  Norte definiu, ontem, a destinação das seis emendas coletivas ao projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) da União para o exercício financeiro de 2019, no valor de R$ 169,6 milhões, e que são de execução obrigatória por parte do governo federal.

Os oito deputados federais e três senadores potiguares decidiram que a maior parte dos recursos  – R$ 40 milhões e R$ 55 milhões – irá, respectivamente, para a área de segurança pública (23,58%) e de recursos hídricos (32,43%) com a continuação das obras da barragem de Oiticica, na região do Seridó e construção do ramal do perímetro irrigado do Vale do Apodi, na região Oeste.



Governo solicita à bancada potiguar emendas ao OGU no valor de R$ 772 milhões

O Governo do Estado está solicitando aos três senadores e aos oito deputados federais da bancada potiguar a inclusão de emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União (OGU) para ações de grande importância para a população do Rio Grande do Norte. Os parlamentares federais podem apresentar emendas individuais e coletivas destinando recursos para obras e ações sociais. Cada parlamentar pode apresentar até 25 emendas de execução obrigatória pela União.

As sugestões do Governo do Estado priorizam a viabilização de investimentos na segurança pública, abastecimento de água e saneamento, saúde, educação, estradas e turismo.

Na área da segurança o Governo solicita emendas no valor de R$ 145 milhões para construção e reforma de unidades prisionais, apoio à estruturação, reaparelhamento, modernização organizacional e tecnológica das instituições de segurança pública e equipamentos.

Para a saúde, a administração estadual reivindica aos senadores e deputados alocação de recursos no valor de R$ 60 milhões para estruturação de unidades de atenção especializada em saúde e aparelhamento e reforma de unidades de atendimento à população.

Continue lendo