Caicó: Justiça concede liberdade a mulher presa na Operação Fantoche II

Justiça mandou soltar mulher presa e autuada por tráfico de drogas

Na tarde desta sexta-feira (25), o blog tomou conhecimento que Janiele Karine Fernandes, presa pela manhã na Operação Fantoche II, na cidade Caicó, foi posta em liberdade.

O advogado Ariolan Fernandes, que faz a defesa de Janiele disse que ela foi presa e autuada em flagrante por, supostamente, ser a proprietária de quase mil porções de maconha e dezenas de pedras de crack encontradas em imóvel de que tinha posse.

O advogado ainda disse que a soltura de sua cliente aconteceu de forma rápida devido “o status libertates ser medida que contemplou os ditames da Justiça. Ela é primária, tem profissão definida, é mãe de 4 filhos pequenos e faz jus ao benefício da liberdade permanente, visto que provisória é a prisão. Quanto à acusação da prática do crime pelo qual se viu autuada, a instrução processual trará luz para os fatos”.


Polícia Civil deflagra Operação “Fantoche II” e prende cinco pessoas em Caicó

Material apreendido pela Polícia Civil na Operação Fantoche II – (Foto: Divulgação/Polícia Civil-RN)

Policiais civis da Delegacia Municipal de Caicó deflagram, nesta sexta-feira (25), a 2ª fase da Operação “Fantoche”; a 1ª fase da operação aconteceu em maio deste ano. Ao longo das diligências, foram cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão. A operação resultou na prisão em flagrante de uma mulher, pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos bairros: Walfredo Gurgel e Nova Caicó. Em uma residência no bairro Walfredo Gurgel, foram apreendidas quase mil porções de entorpecentes, sendo: 152 pedras de “crack”, 770 porções de maconha e uma porção de cocaína; além de seis tabletes de maconha, motivo pelo qual Janiele Karine Fernandes foi presa em flagrante, pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas.

Ainda na residência dela, foram encontrados diversos objetos relacionados à prática do crime de tráfico de drogas: duas balanças de precisão e uma balança de escala eletrônica – portátil e R$ 2.239,00 (dois mil duzentos e trinta e nove reais) em dinheiro fracionado. Ainda durante a operação, foram apreendidos cinco aparelhos celulares.

Em outra casa, também no bairro Walfredo Gurgel, foram apreendidas 31 pedras de “crack” e seis porções de maconha; mas, ninguém foi preso. Além disso, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), decorrente do uso de droga, em desfavor de um homem, que portava uma porção de maconha.

Ao longo da operação, foram cumpridos, já no sistema penitenciário, os seguintes mandados de prisão, em desfavor de: José Antônio Freire da Silva, mais conhecido como “Zé da Brahma”, que já havia sido preso em maio; Pablo Araújo da Silva Andrade, mais conhecido como “Papel”; Jefferson Alves Nunes, mais conhecido como “Pompom”; e Cláudio José da Silva, mais conhecido como “Fazendeiro”, mandado para regressão de regime.

Ao todo, a operação contou com a participação de, aproximadamente, 50 policiais, lotados na Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró, nas Delegacias Municipais de: Caicó, Parelhas, Currais Novos, Florânia, Santana do Matos e Jardim do Seridó, além de equipes da 3ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Caicó, e apoio da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), da Diretoria de Inteligência (DINT) e do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MSJP).

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.