Operação “Lama nas Ruas” do MPRN apreendeu R$ 22 mil

Os depoimentos das pessoas que foram alvo da operação Lamas nas Ruas do Ministério Público do Rio Grande do Norte, deflagrada nesta terça-feira (14), em pelo menos 4 cidades, foram colhidos e o material apreendido será analisado. Em seguida, ocorrerá a fase de conclusão para o oferecimento de denúncia.

Foram apreendidos documentos e R$ 12 mil em dinheiro, sendo R$ 7 mil, na casa do prefeito Abelardo Rodrigues, da cidade de Alto do Rodrigues e R$ 5 mil em Natal.

Dos sete mandados de condução coercitiva, apenas um não foi cumprido, pois a pessoa não estava no endereço informado. Todos os 14 mandados de busca e apreensão foram cumpridos durante a operação.

Entenda:

O Ministério Público Estadual realiza nesta terça-feira (14), com apoio da Polícia Militar, a operação “Lama nas ruas”, que investiga desvio de dinheiro público no município de Alto do Rodrigues, na administração do prefeito Abelardo Rodrigues.

Ao todo, são cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e sete de condução coercitiva, expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado, nos municípios de Alto do Rodrigues, Natal, Parnamirim e Pendências.

Segundo a investigação, o prefeito Abelardo Rodrigues, no ano de 2013, firmou contratos de fachada com empresas com o objetivo de pagar despesas com credores de campanha eleitoral, que lhe haviam emprestado dinheiro.

Esses pagamentos a agiotas contaram com a intermediação do assessor jurídico da Prefeitura Sérvulo Nogueira Neto, que recebeu parte dos recursos públicos em sua própria conta bancária e realizou os repasses aos credores do prefeito. várias empresas contratadas pelo município de Alto do Rodrigues fizeram transferências para a conta do assessor jurídico Sérvulo Nogueira Filho no ano de 2013, que são objeto da investigação.

A investigação também revelou que Oto Soares de Mendonça, já falecido, fazia a negociação com as empresas interessadas em participar do esquema.