Polícia Civil prende o sétimo suspeito na Operação Gota D´Água

Renato Nascimento Barros foi preso na tarde desta segunda – (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na tarde desta segunda-feira (30), uma equipe de policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) prendeu Renato Nascimento Barros, 32 anos, dando continuidade às ações da Operação Gota D´Água, que foi deflagrada na última sexta-feira (27), em Natal e Parnamirim. Renato Nascimento foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária expedida em desfavor, quando estava no bairro de Pajuçara, em Natal. Ele é o sétimo preso na Operação, a qual já havia conseguido prender seis pessoas no primeiro dia da ação.

Prisões da sexta-feira (27) – Foram presos em cumprimento a mandados de prisão Alberto Carlos Cabral Sobrinho, 37 anos; Vanildo Fontes de Moraes; Maxwell da Silva Martins 33 anos; Luiz Ailson Freyre; Andreza Maia, 33 anos e Lara Jussara Nagib Freire Damasceno, 30 anos. Alberto Carlos Cabral também foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas, no apartamento onde ele foi detido, os policiais apreenderam aproximadamente seis quilos de maconha; duas balanças de precisão; cerca de R$ 514,00 e dois celulares.



Polícia Civil realiza Operação e prende seis pessoas por crimes diversos em Macaíba

Polícia Civil realiza Operação e prende seis pessoas por crimes diversos em Macaíba

Agentes policiais da Delegacia Municipal de Macaíba com apoio da Polícia Militar, realizaram uma operação na manhã desta quinta-feira (22), e efetuaram a prisão de seis pessoas por crimes diversos na cidade.

A polícia prendeu com base em mandados de prisão as pessoas de Wesley Barbosa da Silva, vulgo “Jacaré”, Judson Leno da Silva, e Alexandre do Nascimento Rodrigo, suspeitos de participarem do assassinato de Luciano Fernandes, em 26 de Fevereiro. Luciano, que sofria de problemas mentais, foi esquartejado e enterrado em uma zona de mata em Macaíba. Um outro mandado de prisão foi cumprido, em desfavor de Rodrigo Richardson Alves da Silva, vulgo “Pé de Pato”, 20 anos, acusado de assassinar um homem após uma briga durante uma festa de Carnaval, no dia 13 de Fevereiro.

Além dos quatro homens presos através de mandados de prisão, os agentes efetuaram ainda a prisão em flagrante de Alexandre Costa da Silva, 24 anos, e Luiz Paulo da Silva Azevedo, vulgo “Netinho”, 19 anos.

A polícia apreendeu com as seis pessoas, duas espingardas calibre 12, munições, drogas, dinheiro fracionado, rádios comunicadores e uma balança de precisão.

As seis pessoas foram devidamente autuadas pelos crimes, e encaminhadas ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.



Polícia Rodoviária inicia sexta-feira Operação Carnaval em todo o país

PRF realiza fiscalizações nas rodovias federais em todo o país

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta sexta-feira (9) o a Operação Carnaval 2018, com o objetivo de proporcionar mais segurança aos usuários das rodovias federais, coibir a prática de infrações graves e reduzir os acidentes neste período. A operação vai até a Quarta-Feira de Cinzas (14).

A ação é mais uma etapa da Operação RodoVida, que começou no dia 22 de dezembro e se encerra no domingo seguinte ao carnaval, dia 18.

Segundo a PRF, o carnaval é uma das épocas mais críticas do ano, porque aumenta o fluxo de veículos nas estadas, bem como o número de casos de desrespeito às normas de trânsito e o uso abusivo de álcool pelos motoristas. Durante a operação, a PRF intensificará as ações para reprimir casos de embriaguez ao volante, ultrapassagens perigosas, excesso de velocidade. Os agentes da PRF verificarão também a falta de equipamentos de segurança, como cadeirinhas para crianças. Serão usados radares portáteis, etilômetros (bafômetros), viaturas operacionais, motocicletas e helicópteros.



Polícia Federal prende em Mossoró caicoense chefe do Ibama sob suspeita de corrupção

Chefe do Ibama de Mossoró, caicoense, Armênio, é preso pela PF

A Delegacia da Polícia Federal em Mossoró deflagrou na manhã desta quinta-feira (01), a Operação Corrupião com o objetivo de interromper a prática de atos de corrupção atribuídos ao chefe da unidade do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) daquela cidade, o caicoense, Armênio Medeiros da Costa.

Cerca de 10 policiais federais cumpriram dois mandados expedidos pela 10ª Vara da Justiça Federal/RN, sendo um de prisão preventiva contra o acusado e, outro, de busca e apreensão, na sede daquela autarquia federal.

A investigação teve início em outubro de 2017, quando o IBAMA recebeu denúncia formulada por um pescador dando conta de que o chefe daquela Unidade teria solicitado propina para que ele não fosse autuado durante um processo de fiscalização do órgão.

Acionada, a Polícia Federal entrou no caso e interrogou o denunciante. Posteriormente, com o aprofundamento das investigações, restou evidenciado de que a queixa formulada tinha sido apenas uma pequena amostra das extorsões que passaram a ser praticadas por aquele gestor, inclusive, contra pessoas físicas e jurídicas de outras cidades do Alto Oeste Potiguar.

Maiores informações serão repassadas na entrevista coletiva que será concedida às 10hs30min de hoje na sede da Delegacia da PF em Mossoró (Rua Jornalista Jorge Freire,100 – Bairro Nova Betânia.

Nota: O nome da operação faz referência a um conhecido pássaro encontrado na região de Caatinga e traz à luz, a importância de se coibir com lisura e retidão, a prática de ilícitos relacionados ao Meio Ambiente e ao ecossistema.



General do Exercito detém comando operacional dos órgãos de segurança do RN

O Governador Robinson Faria, assinou decreto nesta sexta-feira (29), transferindo o controle operacional dos Órgãos de Segurança Pública, para garantia da Lei e da Ordem no Estado do Rio Grande do Norte, para o General de Brigada RIDAUTO LÚCIO FERNANDES, Comandante da Operação Potiguar III.

O General é a autoridade encarregada das operações das Forças Armadas na Região Metropolitana de Natal e em Mossoró, no período de 29 de dezembro de 2017 a 12 de janeiro de 2018.

O emprego das Forças Armadas nas ações de segurança no estado, foi autorizado por decreto federal divulgado no Dário Oficial da União, em edição extra nesta sexta-feira (29), em decorrência da paralisação dos policiais militares e civis acarretando insegurança e transtornos à população potiguar.



Deicor prende cinco pessoas por associação criminosa na Zona Norte de Natal

Material apreendido pela Deicor

Uma investigação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) resultou na prisão, nesta segunda-feira (18), de cinco pessoas que fazem parte de um grupo especializado em falsificar documentos. “Acreditamos que mais de mil identidades foram confeccionadas por este grupo”, afirmou o diretor da DEICOR, delegado Odilon Teodósio.

No flagrante, as cinco pessoas foram presas no loteamento Jardim Progresso, Zona Norte de Natal, em uma casa que pertence a um ladrão de banco, investigado pela Deicor, são eles: Marcos Eugênio Pontes Pessoa, 38 anos, vulgo “Barão” ou “Mariano”, preso na Operação Jet Coca, em 2003, pelo crime de tráfico de drogas, Emanoel Morais da Silva, 47 anos, que no momento da prisão, apresentou aos agentes uma identidade falsa da Polícia Militar, Maria de Fátima Medeiros, 57 anos, Maria Estela Alves Teixeira, 38 anos, e Rui Soares da Silva, 52 anos.

Os policiais apreenderam com o grupo, Cartões de crédito, Cheques em branco, identidades em branco e outras já confeccionadas, notebooks, celulares, e dois veículos, um Ford KA preto e um Volkswagem Voyage vermelho. Os cinco foram autuados por falsificação de documento público, uso de documento falso, e associação criminosa, sendo encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.



Ação conjunta do MPRN, Polícia Civil e PM fecha casa de jogos de azar em Natal

Equipamentos apreendidos durante a ação

Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e das Polícias Civil e Militar fechou duas casas de jogos de azar que funcionavam em Natal na noite de sábado (16). Ao todo, foram apreendidos 65 máquinas caça-níquéis e cerca de R$ 17 mil em espécie. Duas pessoas foram autuadas em flagrante.

As casas clandestinas funcionavam na rua Piloto Gileno de Melo, em Lagoa Nova; e na avenida Coronel Estevam, no Alecrim. Duas pessoas foram autuadas em flagrante e conduzidas para a delegacia de plantão da zona Sul de Natal, onde foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs).

Também foram apreendidos mais de 30 poltronas, dois aparelhos de TV, microondas e bebedouro, que deverão ser doados para instituições filantrópicas.

A ação contou com a participação de 40 pessoas, sendo 23 integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco); 11 policiais militares e seis policiais civis. Os responsáveis pelas casas de azar serão investigados. Caso condenados, a lei de Contravenções Penais prevê pena mínima de prisão de três meses a um ano, mais pagamento de multa.



Polícia Federal deflagra mais uma operação, desdobramento da Lava-Jato, no Rio de Janeiro

A Polícia Federal está nas ruas do Rio na manhã desta terça-feira (14) para tentar cumprir três mandados de prisão contra o empresário Jacob Barata Filho, Felipe Picciani, filho do presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, e contra Lélis Teixeira, ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

O deputado Jorge Picciani, que é suspeito de receber propina da caixinha da Fetranspor, será levado para prestar depoimento na sede da PF. A informação chegou ao Ministério Público Federal com a delação premiada do doleiro Álvaro José Novis.

Continue lendo



PF realiza operação para identificar possíveis fraudes no Enem

A Polícia Federal desencadeou neste domingo (12) a operação Passe Fácil, com o cumprimento de 31 mandados de busca e apreensão e 31 de condução coercitiva em 13 estados por suspeitas de fraudes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os mandados foram cumpridos nos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A partir dos dados colhidos hoje, a investigação terá continuidade, e podemos ter desdobramentos nos próximos dias”, explicou o delegado da Polícia Federal Franco Perazzoni. Segundo ele, tanto beneficiários como integrantes da quadrilha foram identificados.

A operação buscou desvendar e desarticular esquema de candidatos interessados em fraudar o processo a partir da resolução da prova por especialistas em determinadas áreas de conhecimento, chamados de pilotos, que posteriormente repassavam os gabaritos aos candidatos que os contrataram.

O delegado explicou que a operação teve como alvo pessoas com grande probabilidade de terem fraudado exames anteriores e que estavam inscritas na prova de hoje. A PF, no entanto, ainda não identificou indícios de fraudes no Enem deste ano. Segundo o delegado, não foram realizadas prisões hoje, pois nenhum dos alvos estava portando escutas, por exemplo.

Continue lendo



MPRN investiga contrato de iluminação pública entre Enertec e Prefeitura de Macaíba

MPRN deflagra operação que investiga contrato de iluminação pública em Macaíba

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou na manhã desta quarta-feira (1º) a operação Alta Voltagem, que investiga um Contrato de Iluminação Pública celebrado pela Prefeitura de Macaíba e a empresa Enertec Construções e Serviços Ltda no valor atual de R$ 4.100.432,14. A ação é mais um desdobramento da operação Cidade Luz, deflagrada em 24 de julho passado pela Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Natal. A coletiva de imprensa foi realizada no final da manhã, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em Candelária.

A investigação evidenciou a existência de um ajuste empresarial vocacionado a monopolizar os contratos do Município de Macaíba na área de iluminação pública, em conluio com os agentes públicos encarregados das contratações. Há indícios de superfaturamento e pagamento de propina a agentes públicos da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos de Macaíba e da Secretaria Municipal de Administração e Finanças.

A empresa Enertec vem se sagrando vencedora em todos os certames de iluminação realizados no Município de Macaíba desde o ano de 2007 e o valor da soma desses contratos firmados nos últimos dez anos é de R$ 6.802.648,77.

Continue lendo



PF investiga desvio de verbas federais no RN

PF investiga desvio de verbas federais no RN

A Polícia Federal cumpriu na manhã de hoje (31), em Natal, três mandados judiciais de busca e apreensão e apura desvios de recursos do Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social – PSH e do Programa Minha Casa Minha Vida – PMCMV.

A investigação constatou que, na tentativa de ocultar a ação criminosa, recursos repassados nos anos de 2008 e 2009 para uma instituição financeira sediada na capital potiguar foram em parte desviados mediante a falsificação de recibos em nome de terceiros.

O objetivo da diligência é coletar provas que revelem o real destino dos recursos indicados nos recibos falsificados, havendo a suspeita de que tenham sido agentes públicos, dentre os quais, vereadores e prefeitos do interior do RN.



Operação Desmanche Fase 3 é deflagrada na Zona Norte da capital; Acompanhe vídeo

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) e a Secretaria de Estado de Tributação (SET) conjuntamente com a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) e o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) deflagrou, nesta quinta-feira (19), a Operação Desmanche Fase 3. A Operação Desmanche tem como objetivo barrar o funcionamento de estabelecimentos que realizam a venda de sucata de forma irregular, sem identificação da origem das peças o que levanta a suspeita de desmanche de veículos roubados. O alvo nesta fase da Operação foi uma sucata localizada na Av. Doutor João Medeiros Filho, na Zona Norte da capital.

Na primeira fase da Operação, ocorrida no dia 18 de agosto, o alvo foi uma sucata localizada na Avenida Coronel Estavam, do bairro Nazaré. A sucata possuía um depósito irregular, localizado no KM 06, que servia para guardar irregularmente peças de veículos, sendo a sucata e o depósito fechados. Na segunda fase da Operação, ocorrida no dia 29 de agosto, o alvo foi uma sucata localizada na Rua Henrique Dias do bairro Igapó. Os policiais apreenderam diversas peças irregulares de veículos.

Continue lendo



PF combate organização criminosa suspeita de atacar bancos em 4 estados

PF combate organização criminosa suspeita de atacar bancos em 4 estados

A Delegacia da Policia Federal em Mossoró/RN deflagrou hoje (27/9), a Operação Andarilho II, com o objetivo de combater uma Organização Criminosa especializada em roubar ou praticar furtos, mediante arrombamentos com uso de explosivos, contra instituições bancárias no Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Ceará.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão nos estados do CE e PB e outros cinco mandados de prisão preventiva no CE (3), PB (1) e PA (1).

As investigações tiveram início há um ano, a partir do levantamento dos furtos praticados nos meses de novembro de 2016 e março de 2017, respectivamente, contra as agências do Banco do Brasil das cidades de Patu/RN e Icapuí/CE, e ainda, na tentativa de furto ocorrida em abril deste ano, quando seria utilizada uma grande quantidade de explosivos contra as agências do Banco do Brasil e Bradesco, além de caixas eletrônicos instalados na prefeitura do município de Jaguaruana/CE. Naquela oportunidade, seis suspeitos morreram e outros seis foram presos durante um confronto com policiais do Comando Tático Rural-COTAR/CHOQUE da PM/CE.

Ainda no decorrer das investigações e, contando com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, também no mês de abril de 2017, mais um acusado foi preso, outro morreu e cinco fuzis foram apreendidos após uma perseguição e troca de tiros na rodovia RN-180, proximidades do município de Ipanguaçu/RN.



PF apura irregularidades no IBAMA/RN; Superintendente é afastado

PF apura irregularidades e afasta Superintendente do IBAMA no RN

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (12/9), a OPERAÇÃO KODAMA que visa reunir provas dos crimes de prevaricação, corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro, bem como, evitar a continuidade de atos lesivos que estariam sendo cometidos contra o meio ambiente no Rio Grande do Norte.

Cerca de 50 policiais federais estão cumprindo 11 mandados judiciais de busca e apreensão, além de uma medida cautelar de afastamento de função pública. As buscas acontecem nas cidades de Natal, Goianinha, Ceará-Mirim e Tibau do Sul.

A investigação, iniciada nos primeiros meses deste ano, teve como ponto de partida os dados constantes no Relatório de Auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) e em um Processo administrativo Disciplinar instaurado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), quando várias irregularidades restaram atribuídas ao Superintendente desse órgão no RN.

Foram ainda identificadas em um primeiro momento pelo menos 10 condutas de favorecimento ilícito a pessoas físicas e jurídicas, as quais teriam sido beneficiadas indevidamente por meio da anulação de autos de infração, desembargo de atividade e restituição de bens apreendidos. Mediante tais procedimentos, deu-se aparência de regularidade na aquisição de aproximadamente 8 toneladas de lagosta de origem não comprovada, como também, se conferiu legitimidade ao funcionamento irregular de empreendimento hoteleiro construído em área de preservação permanente e localizado na praia de Tibau do Sul.

Diante da gravidade dos fatos, a 14ª Vara da Justiça Federal/RN acolheu a representação policial e determinou o afastamento daquele gestor.

Será concedida entrevista coletiva às 10h na sede da Superintendência Regional da PF, sita à Rua Dr. Lauro Pinto, 155 – Lagoa Nova, nesta.

(*) O nome da operação remete ao folclore japonês, onde Kodama é um espírito que habita em árvores e protege o meio ambiente.



PF cumpre mandado no apartamento de ex-procurador da República Marcello Miller

Polícia Federal na casa do Ex–Procurador Marcelo Miller no Rio de Janeiro – (Foto: Pedro Figueiredo)

Do G1 – A Polícia Federal está nas ruas no Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (11) para cumprir mandado de busca e apreensão na casa do ex-procurador Marcelo Miller, na Lagoa, Zona Sul do Rio. Um carro da Polícia Federal e outro do Ministério Público Federal chegaram ao local por volta das 6h.

Em São Paulo, cinco a sete equipes deixaram a sede da Polícia Federal ainda na madrugada para cumprir mandados relacionados à prisão de Joesley Batista e Ricardo Saud. A procuradora da República Janice Ascari, que trabalha diretamente com o procurador-geral da República Rodrigo Janot, participa da operação.

Neste fim de semana, um pedido de prisão contra o ex-procurador Marcelo Miller foi negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. O nome de Marcelo Miller aparece em áudios das conversas entre o empresário Joesley Batista e Ricardo Saud da JBS. Ambos se entregaram neste domingo (10) depois que tiveram a prisão temporária decretada.