Crediarista seridoense é morto em tentativa de assalto no estado do Pará

Tentativa de assalto terminou com o seridoense morto

O crediarista, Josivan Lopes, mais conhecido como Curicaca, foi morto em uma tentativa de assalto na cidade de São Miguel do Guamá, no estado do Pará. A família dele que reside na cidade de São Fernando, já foi informada sobre o ocorrido e está tomando as providências para o traslado do corpo.

Os ladrões tentavam assaltar a vítima que foi alvejada com disparos de arma de fogo. Eles não levaram nada.

O corpo do seridoense ficou caído no chão aguardando o órgão responsável para fazer o recolhimento e a polícia para investigar o caso.

O crediarista Josivan Lopes, trabalhava naquela região, como muitos seridoenses, inclusive, o grupo ao qual ele fazia parte ficou bastante assustada com o fato.



TRE do Pará cassa mandato do governador Simão Jatene

TRE do Pará cassa o mandado do governador Simão Jatene

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (PRE-PA) cassou hoje (30) o mandato do governador do estado, Simão Jatene (PSDB), e do vice, Zequinha Marinho (PSC). Por 4 votos a 2, a Corte condenou o governador por abuso de poder econômico.

O Ministério Público Eleitoral acusa o governador de irregularidades em programas de habitação durante as eleições de 2014, como a entrega de cheque-moradia a eleitores que prometeram voto a Jatene e Zequinha. A chapa também é acusada de uso indevido de meios de comunicação.

Como ainda cabe recurso, a perda de mandato não é imediata. O afastamento só ocorre se o Tribunal Superior Eleitoral mantiver a decisão de cassar o governador.

Simão Jatene está no terceiro mandato como chefe do Executivo estadual. No entendimento do Ministério Público Federal (MPF), se a cassação da chapa for confirmada, novas eleições devem ser realizadas.

Mesmo com recurso à última instância da Justiça Eleitoral, Jatene não poderá concorrer nas eleições de 2018 e permanecerá inelegível até 2022, por causa da Lei da Ficha Limpa.