Paratleta caicoense vai competir com campeão mundial em São Paulo

Paratleta caicoense recebe apoio e vai para São Paulo competir, podendo trazer medalhas para o RN e uma bolsa-atleta do governo federal. Campeão mundial está entre seus concorrentes

Os próximos dias 29 e 30 de setembro e 1 de outubro serão dias de competição em São Paulo para os paratletas inscritos no Campeonato Brasileiro de Atletismo 2017, promovido pela Associação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais, a ABDEM.

De Caicó, vai o paratleta de 21 anos, Aristóteles Lucena. Ele foi “descoberto” pelo treinador e educador físico caicoense, Saulo Azevedo, que realiza trabalho voluntário de atletismo com portadores de deficiência da região do Seridó.

Quando eu cheguei em Caicó, há cerca de nove meses, Aristóteles estava sem treinador e começou a aparecer nos treinos que a gente faz na Ilha de Santana e aí surgiu a idéia de treinar ele para competições” conta Saulo.

O treinador Saulo Azevedo (de camisa vermelha com listras) faz um trabalho voluntário com Aristóteles Lucena

Para chegar até aqui, Aristóteles foi para Recife, PE, participar da seletiva, e ganhou em segundo lugar nos 1500m e 5000m e terceiro lugar nos 800m de atletismo. Ao participar do Brasileiro ficou em terceiro lugar, ganhado bronze e ficando entre os cinco melhores do Brasil. O resultado já é o reflexo de treinamentos seis vezes por semana, onde tem dias que estes acontecem pela manhã e à tarde. “Estamos lapidando Aristóteles. Ele era um atleta que não fazia alongamentos e trabalho de coordenação motora, o que reflete diretamente na flexibilidade. E também trabalhamos hoje para deixa-lo menos ansioso e confiante de que ele pode vencer”, explica o treinador.

O desafio agora é ficar entre os três melhores e conseguir uma bolsa para 2018 do governo federal no valor de R$ 925,00 mensais pelo período de um ano.

Além da torcida, o treinador Saulo Azevedo conta com apoios de algumas empresas locais e voluntários: “tivemos uma voluntária que chegou com 10 reais e ela não sabe como será importante para essa vitória, e muitos outros amigos que ajudaram com 50, 70, 100 reais. Além do mais estamos contando com outros apoios importantes de empresários como Leandro e Cleide da Slup Sorvestes, de Fátima Menezes da Calle e Glória e Lopes dos Produtos Sepol”, comemora o técnico. E acrescenta que faz parte e recebe todo apoio do Clube Paralímpico do Rio Grande do Norte.

Na competição do próximo final de semana em São Paulo, Aristóteles irá competir em cinco provas, sendo três individuais de 400, 800 e 1500 metros e duas de revezamento, sendo 4 por 100 e 400 por 400. Essa prova de 400m é a mesma prova do atleta Daniel Martins, brasileiro que foi campeão mundial em Londres este ano.