Nova parcela do auxílio emergencial começa a ser paga na segunda

Pagamento começa a sair na próxima segunda

A Caixa Econômica Federal começará a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 a partir da próxima segunda-feira (18), informou hoje (14) o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, durante a live semanal do presidente Jair Bolsonaro. O calendário de pagamento será detalhado em coletiva de imprensa amanhã (15), às 15 horas, no Palácio do Planalto.

Nós começamos na segunda-feira. Amanhã, às 15h da tarde, eu e o ministro Onyx [Lorenzoni, da Cidadania] vamos dar todos os detalhes. Mas nós começamos na segunda e faremos toda a questão via mês de nascimento, exatamente para que nós tenhamos uma tranquilidade maior no pagamento. Amanhã a gente detalha“, antecipou Guimarães.

Continue lendo

Ministério cancela antecipação de 2ª parcela de auxílio emergencial

Em nota, Governo diz que decisão foi tomada por motivos legais

O Ministério da Cidadania informou, em nota divulgada na noite de hoje (22), que o governo está impedido legalmente de fazer a antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. Na segunda-feira (22), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou que os trabalhadores informais e pessoas inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais do governo federal (CadÚnico) nascidas em janeiro e fevereiro receberiam a segunda parcela amanhã (23).

Segundo a nota, o ministério recebeu uma recomendação da Controladoria Geral da União (CGU) e cancelou a antecipação da segunda parcela.

O Ministério da Cidadania explicou que, devido ao alto número de informais cadastrados, o recurso disponível para cada uma das três parcelas é de R$ 32,7 bilhões, já foram transferidos R$ 31,3 bilhões, e ainda serão avaliados cerca de 12 milhões de cadastros para a primeira parcela. Em função disso, o ministério produziu nesta quarta-feira uma nota técnica e solicitou ao Ministério da Economia a previsão para uma suplementação orçamentaria o mais rápido possível.

Segundo a nota, em função disso, por fatores legais e orçamentários e pelo alto número de requerentes que ainda estão em análise, o ministério está impedido legalmente de fazer a antecipação da segunda parcela do auxílio.

Agência Brasil


Seguro-desemprego é reajustado em 2,07%; parcela mais alta sobe para R$ 1.677

Os trabalhadores demitidos há até cinco meses e que ganhavam mais de um salário mínimo receberão mais dinheiro do seguro-desemprego. O valor do benefício superior ao mínimo foi reajustado em 2,07%, equivalente à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano passado. Com o aumento, o teto mensal do benefício subirá de R$ 1.643,72 para R$ 1.677,74, diferença de R$ 34,02. O piso do seguro-desemprego equivale a um salário mínimo, que passou de R$ 937 para R$ 954 em 1º de janeiro, alta de 1,81%.

Para quem recebia mais que o mínimo, o valor do seguro-desemprego é calculado com base em três faixas salariais. O segurado demitido que ganhava até R$ 1.480,25 recebe 80% do salário médio limitado ao salário mínimo. De 1.480,26 a R$ 2.467,33, o valor equivale a R$ 1.184,20 mais 50% do que exceder R$ 1.480,25. Quem ganhava mais que R$ 2.467,33 recebe o teto de R$ 1.677,74.

Pago aos trabalhadores dispensados sem justa causa com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o seguro-desemprego é calculado sobre a média do salário dos três meses anteriores à demissão. Se o empregado tiver sido demitido antes desse período, o benefício é definido com base na média de dois meses ou um mês.

O pagamento é limitado a três, quatro ou cinco parcelas, dependendo do período trabalhado antes da demissão.


Secretário confirma pagamento da última parcela de dezembro

Secretário confirma pagamento de última parcela do mês de dezembro de 2016

O secretário municipal de Tributação e Finanças de Caicó, Marcos Airton, confirmou para o dia 22 de junho, o pagamento da última parcela do mês de dezembro dos servidores municipais, cujo salário não foi liquidado pela gestão anterior. O detalhe é que houve atraso no repasse das transferências obrigatórias do Estado e o Município aguardava esses recursos.

Marcos Airton ressaltou que o Poder Executivo ainda enfrenta dificuldades em relação a débitos deixados por gestões anteriores. O valor inclui compromissos não cumpridos com a Caern, INSS, fornecedores e os contratados dos meses de outubro, novembro e dezembro do ano passado.

Fizemos um parcelamento com a Caern para quitar os débitos anteriores e em relação aos contratados, vamos montar um cronograma de pagamento e anunciar em breve. O fluxo financeiro da prefeitura sempre é muito limitado em virtude dos débitos anteriores, mas estamos trabalhando para mudar essa realidade”, disse Marcos Airton.


Prefeitura de Caicó paga mais uma parcela referente a dezembro de 2016

Prefeitura paga parcela do salário de dezembro de 2016 nesta sexta
Prefeitura paga parcela do salário de dezembro de 2016 nesta sexta

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, informou nas redes sociais esta semana que estará pagando aos servidores municipais nesta sexta-feira (12), mais uma parcela do salário referente ao mês de dezembro de 2016. O valor foi deixado em atraso pela gestão anterior.

Também pagaremos o terço de férias na mesma data. Estamos empenhados para honrar os compromissos com os servidores que são de extrema importância para o bom funcionamento das ações do Município”, disse Batata.