Dupla é presa em Caicó e Jucurutu durante operações da Polícia Civil

Policiais civis de Caicó, Jucurutu e Florânia, deflagaram na terça (11) e quarta (12), operação conjunta, que rendeu pelo menos duas prisões.

Na noite de terça-feira, foi preso em Caicó, Ronaldo Firmino da Silva, conhecido como “Peleleu”. Ele foi detido por força de mandado de prisão preventiva. Já na cidade de Jucurutu, nesta quarta, pela manhã, houve a prisão de Willame Bruno de Medeiros Galvão, de 22 anos, mais conhecido como “Bruno Mau”. Este, é acusado de cometer um arrastão em uma residência em Caicó no dia 26 de maio deste ano, na companhia de Peleleu. As vítimas do arrastão reconheceram a dupla que roubou aparelhos celulares, ferramentas, notebook, perfumes e cerca de R$ 400,00.

Ademais, Ronaldo Firmino também é suspeito de participar de outro assalto a residência no início deste ano, numa residência localizada em um sítio na zona rural de Caicó, quando um veículo tipo Toro foi roubado e depois abandonado. Com relação a este fato, mandado de busca e apreensão foi cumprido pela Delegacia Municipal de Caicó, tendo havido a recuperação de alguns objetos subtraídos, como roupas e celulares.

Durante a investigação, os policiais identificaram, Williame Bruno e Ronaldo Firmino, como participantes de uma organização criminosa que atua no tráfico de drogas e roubos à residências e comércios nas cidades da região Seridó, fato que motivou o pedido de prisão de preventiva autorizado pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Caicó.

Material apreendido pela Polícia Civil nas operações

A dupla também é investigada pela série de roubos à comércios em Jucurutu entre os meses de abril e maio deste ano.

A Polícia Civil informa que novas diligências serão cumpridas para a prisão de outros integrantes da quadrilha. Os nomes dos acusados serão preservados para não prejudicar as investigações. Participaram da operação.

A Delegacia de Polícia Civil de Caicó, agradece o apoio da população e reitera a necessidade de fortalecimento da parceria, informando que as denúncias anônimas podem ser fornecidas pelo 181 ou pelo Whatsapp (84) 98602-0324.