Um quarto das pequenas empresas fechou em fevereiro, revela pesquisa

Mais da metade dos empreendimentos teve queda nas vendas – (FOTO: Wilson Dias/ABr)

Pesquisa realizada pelo Facebook revelou que a taxa de fechamento de pequenas e médias empresas (PMEs) aumentou no início deste ano em todo o mundo. Em outubro do ano passado, os fechamentos tinham se estabilizado após as altas taxas de maio. Quase um quarto (24%) das PMEs relataram, em fevereiro de 2021, seu fechamento, em comparação com uma média global de 16% em outubro de 2020 e de 29% em maio do mesmo ano.

Para elaborar o Global State of Small Business Report (Relatório Global Sobre a Situação das Pequenas Empresas), o Facebook pesquisou, em fevereiro, mais de 35 mil líderes de PMEs com página na rede social. O Facebook destaca que as pequenas e médias empresas foram atingidas de forma particularmente dura devido à sua vulnerabilidade a choques econômicos e que, além disso, os formuladores de políticas e líderes governamentais precisam entender suas perspectivas, desafios e oportunidades, dada a importância do setor para a recuperação econômica.

Apenas 54% das PMEs estavam confiantes na capacidade de continuar operando por pelo menos seis meses se as circunstâncias atuais persistirem. Além disso, as pequenas e médias empresas em operação estão vendendo menos: em mais da metade (55%) houve queda no início de 2021 na comparação com o ano anterior, pouco antes da pandemia. Considerando as PMEs que estão operação no Brasil, 59% relataram vendas menores.

*Leia a notícia completa da Agência Brasil, AQUI


BNDES lança linha de crédito para micro e pequenas empresas

A partir de agora, as micro e pequenas empresas brasileiras vão ter acesso a uma nova linha de financiamento. Lançado nesta sexta-feira (22) pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, a BNDES, o Crédito Pequenas Empresas é uma nova linha que vai ter limite de crédito máximo de R$ 500 mil por cliente a cada 12 meses, com prazo máximo de até 60 meses e até dois anos de carência.

Segundo o presidente do BNDES, Joaquim Levy, o intuito é ampliar a concessão de crédito para empresas de menor porte, que são responsáveis por mais de 50% dos postos de trabalho formais no Brasil.

As empresas interessadas podem ir direto aos bancos ou acessar o site bndes.gov.br/canal-mpme, que permite encaminhar pedidos de financiamento a um ou mais bancos repassadores, selecionados conforme as necessidades de quem solicitar e de acordo com o perfil informado pelo tomador.


BNB alcança R$ 2,9 bilhões em contratações com micro e pequenas empresas em 2018

Os valores contratados pelo Banco do Nordeste com micro e pequenas empresas (MPEs) cresceram 10,8% em 2018. Somente no ano passado, a instituição investiu R$ 2,9 bilhões em operações de crédito voltadas para esse público, responsável pela maior parte dos empregos gerados na Região. Os dados sobre as contratações do Banco estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência do Banco do Nordeste (bnb.gov.br/bnb-transparente).

O montante aplicado em Micro e Pequenas Empresas foi distribuído em 36,6 mil operações nos Estados da área de atuação do Banco (que inclui o Nordeste e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo), de acordo com as demandas econômicas e dimensões populacionais.

Continue lendo