ITEP conclui trabalho de identificação criminal de presos no Pereirão

Preso da Penitenciária de Caicó passa por identificação criminal realizada pelo ITEP

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP-RN) está dando prosseguimento ao trabalho de identificação criminal nas unidades prisionais do Estado. Na última semana, o órgão concluiu o trabalho na Penitenciária Estadual do Seridó, mais conhecida como Pereirão, localizada no município de Caicó.

A identificação criminal dos presos está sendo realizada através do sistema AFIS (Automated Fingerprint Identification System) e tem o objetivo de identificar e individualizar os apenados.

O trabalho tem sido realizado pelos papiloscopistas do Instituto de Identificação (II), que realizam a individualização dos suspeitos através da comparação de impressões digitais, que é confrontada diretamente com um banco de dados da Polícia Federal.

Antes do presídio de Caicó, este trabalho já foi realizado na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do Estado, onde cerca de 1.300 presos foram identificados. Na Penitenciária do Seridó, o trabalho foi concluído com a identificação de aproximadamente 300 detentos.

Segundo a subcoordenadora do II, Luciana Lima, a utilização do AFIS é fundamental para identificar e individualizar os suspeitos, a fim de colaborar com a persecução penal na resolução de crimes e manter atualizado o banco de dados, contribuindo com a troca de informações entre os setores de segurança do RN e de outros estados da federação.

Na medida em que individualiza e identifica os suspeitos, esta plataforma também se torna um grande aliado das polícias no combate à criminalidade em todo o país.

Do manual ao informatizado

Até então o banco de dados criminal do ITEP era atualizado manualmente e continha a identificação criminal de aproximadamente 7 mil suspeitos, mas com o funcionamento do AFIS será possível atualizar os Boletins de Identificação Criminal (BIC) e tornar todo o processo mais célere.

Com esta informatização, o instituto irá ceder informações criminais de suspeitos que constam no seu banco dados, assim como também terá acesso aos boletins de identificação de todos os estados do país.



Homem que tentava falar com preso no “Pereirão” é pego com maconha

No Presídio Estadual do Seridó, agentes penitenciários, encontraram na tarde desta terça-feira (24), certa quantidade de maconha em poder de um homem que procurou a unidade para entregar objetos pessoais para um preso.

O Blog Sidney Silva foi informado que os agentes desconfiaram do homem e na abordagem encontraram a droga. Ele disse que morava na Rua Elísio Elói de Medeiros, no Bairro João XXIII, zona oeste de Caicó.

Os agentes conduziram o homem e a droga para a Delegacia de Polícia Civil.



Presos tentaram fugir do Pereirão com “teresa”; Grampos foram espalhados nos acessos ao presídio

Grampos foram espalhados nos acessos ao presídio

A direção do Presídio Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o “Pereirão”, confirmou que na madrugada desta segunda-feira (25), por volta das 3hs30 foi registrada uma tentativa de fuga na unidade. Os presos iria usar uma “teresa” – corda feita de lençóis – para pular o muro do presídio. Os agentes penitenciários e Polícia Militar agiram rápido e conseguiram evitar a fuga.

A ação parece ter sido planejada. Algumas viaturas do 6º BPM, furaram os pneus na passagem pela “Ponte Velha” que liga o Centro ao Bairro Boa Passagem (que dá acesso ao presídio). Foram espalhados grampos na pista para atrasar a chegada das viaturas ao Presídio. Outro ponto aonde foram encontrados os grampos, foi nas imediações do IFRN, na rodovia estadual RN 288, que também da acesso a unidade prisional.

Por coincidência, a tentativa de fuga aconteceu no momento em que houve queda de energia em Caicó.

Um problema que a direção do Presídio está enfrentando é o gerador que está quebrado.

O diretor do presídio, Bira Araújo, disse na manhã desta segunda ao Blog Sidney Silva que está fazendo a contagem dos presos e que já foi encontrada a teresa que seria utilizada por eles na fuga.



Corpo de preso morto dentro do Presídio de Caicó foi encaminhado para Natal

O preso morto dentro da Penitenciária Estadual do Seridó, foi identificado como Mateus Murilo da Silva, de 20 anos, natural de Currais Novos/RN.

O ITEP encaminhou o corpo para ser necropsiado em Natal por causa da falta de médico legista em Caicó.

O preso Mateus foi ferido durante a rebelião, não resistiu e morreu. O ferimento foi no tórax.

A vítima cumpria pena por crime de tentativa de homicídio.



Por telefone, presos rebelados em Caicó dizem que querem a saída do PCC do estado

Um preso que está dentro da Penitenciária Estadual do Seridó ligou para o repórter Cardoso Silva da Rádio Caicó na noite desta quarta-feira (18), e relatou o motivo da rebelião. Eles querem a saída dos membros do PCC do estado do Rio Grande do Norte.

A gente quer que o estado tire o PCC de dentro das nossas unidades. A gente pede a saída imediata deles do estado. Ou o PCC sai do nosso estado, ou o Estado vai tremer todo. A gente não procurou essa guerra. Essa guerra foi trava por eles“, disse.

A rebelião teve início por volta das 19hs desta quarta-feira (18), quando os presos do Pavilhão “B” derrubaram um portão e tiveram acesso a cozinha, foi quando teve início a um quebra-quebra e agressões.

Presos estão no telhado da unidade agitando bandeiras e segurança também objetos.

*Imagem e vídeo: Willacy Dantas