Ex-sócio da Telexfree é preso pela PF e poderá ser extraditado

A Policia Federal (PF) prendeu o empresário Carlos Nataniel Wanzeler, ex-sócio da Telexfree, empresa que responde a diversas ações no Brasil pela acusação de prejudicar consumidores por meio de um suposto esquema de pirâmide financeira. Wanzeler foi preso quinta-feira (20), em Búzios, no Rio de Janeiro, por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski.

O ministro aceitou pedido feito pelo governo dos Estados Unidos, onde o empresário é alvo de mandado de prisão pelo suposto cometimento dos delitos de fraude eletrônica e transações monetárias de atividade ilegal, crimes que também teriam ocorrido em operações da Telexfree naquele país. Pela decisão, o governo norte-americano terá 60 dias para fazer o pedido formal de extradição.

Continue lendo


PF combate crimes violentos contra agências dos Correios na Paraíba

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (29) a Operação QUEIMA ROUPA, que tem por objetivo reprimir os crimes violentos de roubo contra agências dos Correios do município de Junco do Seridó/PB. A operação contou com a participação de 20 policiais federais, tendo sido realizado o cumprimento de sete mandados de busca e apreensão em endereços residenciais e comerciais, nas cidades de Juazeirinho/PB e Tenório/PB.

ENTENDA O CASO

Na data de 10/12/2018, dois homens armados invadiram a Agência dos Correios de Junco do Seridó/PB, visando cometer um roubo. O vigilante da agência reagiu. Houve uma intensa troca de tiros entre o vigilante e um dos assaltantes. Durante a ação, a arma do vigilante caiu no chão, tendo sido apanhada pelos ladrões. Nesse momento, o vigilante só não foi executado porque a munição das armas de todos os envolvidos acabou. Após o ocorrido, os ladrões fugiram levando apenas a arma do vigilante.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados responderão pelo crime de tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte), cuja pena poderá chegar à 20 anos de reclusão.

NOME DA OPERAÇÃO

O nome da operação é uma alusão à curta distância em que ocorreu a troca de tiros entre um dos investigados e o vigilante da Agência dos Correios. Tal situação, no jargão popular, é conhecida por “QUEIMA-ROUPA”.



Operação da PF apura desvios de recursos públicos em Ceará-Mirim, RN

Agentes saíram as ruas na manhã desta segunda-feira para mais uma operação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (4) a operação Boca da Mata, destinada a apurar fraudes a dispensas em licitações e desvio de recursos públicos no município de Ceará-Mirim, na Grande Natal. O objetivo da operação foi reunir provas para verificar se houve pagamento de vantagem indevida a servidores públicos.

Cerca de 30 policiais federais cumpriram seis mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 15ª Vara Federal em Ceará-Mirim e também em Natal. A operação foi batizada de Boca da Mata como referência à cidade onde teriam ocorrido os fatos investigados.

A ação é um desdobramento da operação Guaraíras, deflagrada em setembro de 2018, que apurou o surgimento de indícios de fraude na contratação do serviço de transporte por parte da prefeitura de Ceará-Mirim.

De acordo com o que foi apurado nos levantamentos feitos desde o ano passado pela Polícia Federal, houve ajuste indevido para a contratação do serviço de transporte escolar e de saúde no município investigado.



PF cumpre 14 mandados de prisão contra fraudes na Receita

A Polícia Federal (PF) cumpre hoje (2) nove mandados de prisão preventiva e cinco de prisão temporária contra uma organização criminosa que atua na Receita Federal. Além disso, os agentes cumprem 39 mandados de busca e apreensão na operação, chamada de Armadeira.

De acordo com informações da PF, a investigação começou depois que um colaborador da Operação Lava Jato foi instado a pagar suborno a fiscais da Receita, para não ser autuado.

A partir dessa informação, a Polícia Federal, com o apoio da própria Receita e do Ministério Público Federal, identificou patrimônios dissimulados e o uso de informações privilegiadas para beneficiar terceiros.

Os mandados foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Agência Brasil



PF combate grupo criminoso que agia contra veículos dos Correios no RN

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (1/10), a Operação Rodovia visando desarticular uma organização criminosa suspeita de envolvimento em 11 ocorrências de crimes de roubo a veículos dos Correios ocorridas no período de 15.04 a 27.08.2019, nos municípios de Ceará-Mirim, São José de Mipibu, Vera Cruz e Bom Jesus/RN.

Cerca de 25 policiais federais estão cumprindo em Natal e São Gonçalo do Amarante/RN, na Região Metropolitana de Natal, 4 mandados de busca e apreensão; 2 mandados de prisão provisória e 1 mandado de prisão preventiva expedidos pela 15ª. Vara Federal de Ceará-Mirim/RN.

Os presos responderão por crimes de roubo duplamente qualificado, organização criminosa, adulteração de sinal identificador de veículo e falsidade ideológica.



PF prende em Natal empresário belga procurado pela Justiça

Policiais federais prenderam nesta quarta-feira (14/8) na Zona Sul de Natal, um empresário belga, 48 anos, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça Estadual da Paraíba.

Segundo consta no processo, o estrangeiro é suspeito de envolvimento em um duplo homicídio ocorrido em fevereiro de 2010, no Loteamento Village de Jacumã, em Conde, Litoral Sul daquele estado e, desde então, nunca foi localizado.

Com a informação de que o procurado poderia estar no Rio Grande do Norte, a PF começou a investigar e, na manhã de hoje, o prendeu na Av. Ayrton Senna logo após ele deixar os filhos na escola. Ao ser abordado, se disse surpreso e alegou desconhecer os fatos que motivaram a sua detenção.

Após ser submetido a exame de corpo de delito no ITEP, o homem foi levado para a Superintendência da PF, onde permanece custodiado à disposição da Justiça.



PF prende mulher por tentativa de fraude contra o INSS em Mossoró

PF de Mossoró prende mulher por tentativa de fraude

A Polícia Federal prendeu em flagrante nesta terça-feira, 11/06, em Mossoró/RN, Região Oeste Potiguar, uma mulher, cearense, 68 anos, acusada de requerer benefício assistencial junto ao INSS daquela cidade utilizando documentação falsa.

Durante o seu interrogatório, a suspeita declarou não ter residência fixa e que os documentos que estavam em seu poder quando foi presa haviam sido repassados por “um desconhecido”.

Autuada pelo cometimento dos crimes de tentativa de estelionato e uso de documento falso, ela foi encaminhada ao Complexo Penal Estadual Agrícola Dr. Mário Negócio, onde se encontra à disposição da Justiça.



PF alerta para possíveis ataques de facção dentro e fora dos presídios do RN

O Sistema Prisional e de Segurança do Rio Grande do Norte terá reforço nos próximos dias. O motivo é um alerta feito pela inteligência da Polícia Federal sobre um possível “salve” dentro e fora dos presídios, articulado por uma facção criminosa com atuação no estado. A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte confirmou que está tomando medidas para prevenir possíveis ações do crime organizado.

O secretário de Segurança do Estado, Coronel Francisco Araújo, confirmou que a Sesed está apurando a situação e atuando para evitar ações dentro e fora dos presídios. De acordo com o documento encaminhado pela Polícia Federal, o foco da facção seria “atingir a ordem pública do Estado”.

Pelo que foi apurado pela Polícia Federal e encaminhado à Sesed em relatório, a facção criminosa estava articulando para realizar as ações conjuntas dentro e fora dos presídios entre os dias 4 e 5 de junho. Segundo o relatório, a ordem seria “quebrar tudo” e já havia articulações também para ações dos bandidos em Pau dos Ferros, Mossoró, Umarizal, Apodi e Macaíba, além de Natal.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, os bandidos teriam informado que conseguiram uma forma para abrir celas no presídio de Alcaçuz utilizando parte do próprio concreto. Além disso, também haveria a articulação e determinação para que pessoas fossem feitas reféns dentro e fora das unidades prisionais.

Segundo Coronel Araújo, a Sesed e a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) já estão tomando as medidas conjuntas para coibir possível ação dos criminosos, mas não detalhou o que está sendo feito.



PF faz operação contra pornografia infantil em oito estados

Policiais federais cumprem hoje (23) 28 mandados de busca e apreensão em uma operação contra a pornografia infantil em oito estados. Ao todo, 23 pessoas são investigadas por crimes de produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças ou adolescentes.

De acordo com a Polícia Federal (PF), pelo menos cinco pessoas foram presas em flagrante durante o cumprimento dos mandados.

Cerca de 120 policiais federais participam da operação nos estados de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, da Paraíba, de Sergipe e do Maranhão. A maior parte dos mandados (12) está sendo cumprida no Rio.



Operação da PF mira fraudes em indenizações da tragédia de Mariana

Mariana (MG) – Barragem de Fundão, operada pela Samarco, após dois anos da tragédia do rompimento abrupto da estrutura de contenção de rejeitos (José Cruz/Agência Brasil)

A Polícia Federal (PF) fez uma operação nesta terça-feira (26) para investigar fraudes no pagamento de indenizações referentes à tragédia de Mariana, que aconteceu em novembro de 2015. A lama decorrente do rompimento da barragem da Samarco, empresa subsidiária da Vale, atingiu o Rio Doce. Com isso, aproximadamente mil e quatrocentos pescadores de municípios do Espírito Santo tiveram que suspender suas atividades, mas tiveram direito a indenização.

A operação Meandros, da PF, teve como objetivo investigar fraudes na emissão de protocolos de solicitação de licença de pescador profissional e inserção de documentos públicos falsos em sistema de informações.

A suspeita é de que diversas pessoas estavam obtendo licenças falsas de pescador para receber as indenizações.

Segundo a PF, Cerca de cem pessoas receberam compensações de maneira indevida. O prejuízo é de R$ 7 milhões, somando indenizações e auxílios financeiros.

Serão cumpridos 24 mandados de busca e apreensão em Baixo Guandu, colônia de pescadores afetada pelo desastre; na sede do Escritório Federal de Aquicultura e Pesca, em Vitória; e no escritório de advocacia de suspeitos de intermediar a fraude, em Vila Velha. Também serão cumpridos mandados em Serra e Brasília.



PF faz apreensão recorde de cocaína no RN

Droga apreendida pela Polícia Federal em Cajupiranga – (FOTOS: Divulgação, Comunicação Social/PF-RN)

A Polícia Federal, com apoio do BOPE, fez hoje, 24/11, a maior apreensão de cocaína da história em solo potiguar: 1,391 kg. A droga foi encontrada escondida no subterrâneo de um galpão em Parnamirim, Região Metropolitana de Natal. No momento em que os policiais chegaram ao endereço ninguém estava no local.

A descoberta foi decorrente de informações recebidas da PF em Juazeiro/BA, onde na data de ontem, um outro carregamento de aproximadamente uma tonelada e meia de cocaína foi apreendido e três suspeitos presos em flagrante.

As investigações prosseguirão para delinear com precisão, a autoria do crime e o destino da droga.

Somente em 2018, a Polícia Federal já apreendeu 1,672 kg de cocaína no Rio Grande do Norte.



Marconi Perillo é preso pela PF na operação que apura pagamento de R$ 12 milhões em propina pela Odebrecht

G1 – O ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) foi preso nesta quarta-feira (10) enquanto prestava depoimento à Polícia Federal em operação que investiga pagamento de propinas em campanhas eleitorais, em Goiânia. O advogado dele, Antônio Carlos Almeida, conhecido como Kakay, confirmou a informação ao G1 e declarou estar “perplexo”.

O ex-governador tinha depoimento marcado para as 15h, mas teria chegado duas horas mais cedo e entrado pelos fundos para evitar os jornalistas. Segundo a defesa de Perillo, ele “recebeu o decreto de prisão quando estava iniciando o seu depoimento […] e optou por manter o depoimento por ser o principal interessado no esclarecimento dos fatos”.

Continue lendo



PF investigará incêndio no Museu Nacional

A Polícia Federal ficará responsável pelas investigações do incêndio que destruiu parte do Museu Nacional no Rio de Janeiro. Ainda não há previsão para o início das investigações, nem para a avaliação da perícia com relação as condições da estrutura.

O departamento de Repressão a Crimes contra o Patrimônio, da PF, é o que tomará conta das investigações para saber se foi um acidente ou se o fogo foi criminoso. Na manhã desta segunda o corpo de bombeiros já tinha controlado o fogo e terminou de pequenos focos das chamas que permaneciam.

Continue lendo



PF cumpre mandado do STF e prende estrangeiro em Natal

Procurado pela Interpol é preso em Natal

A Polícia Federal prendeu na manhã de hoje (23/08) em um hotel de Ponta Negra, Zona Sul de Natal, um empresário espanhol, 41 anos, cujo nome figurava no rol da Difusão Vermelha de pessoas procuradas pela Interpol.

A ação se deu no cumprimento de um mandado de prisão preventiva para fins de extradição expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e requerida pelo governo do Peru, onde o preso é acusado do crime de estelionato na cidade de Trujillo, cometido no ano de 2009.

Após ser submetido a exame de corpo de delito no ITEP, o homem se encontra custodiado na sede da Polícia Federal, à disposição do STF.

Somente para fins de extradição, a PF prendeu nos últimos cinco anos no Rio Grande do Norte, um total de sete estrangeiros que eram procurados pela Interpol.



PF prende em Natal dois homens com Skunk, LSD e Ecstasy

A Polícia Federal prendeu no início da tarde deste sábado, (18), em Ponta Negra, Zona Sul da capital potiguar, dois homens acusados de tráfico de drogas. Com eles foram encontrados cerca de dois quilos e meio de skunk (maconha cultivada em laboratório), 20 micropontos de LSD e 10 comprimidos de ecstasy.

A ação da PF teve início durante uma fiscalização de rotina realizada ainda no período da manhã no aeroporto internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Natal. Os policiais inspecionavam os passageiros de um voo que teve origem em Manaus/AM e desconfiaram de um homem que desembarcou sem bagagem e apresentava comportamento suspeito. Sem saber que estava sendo observado, ele solicitou uma condução através de um aplicativo e, no momento em que deixou o aeroporto, passou a ser seguido.

Ao chegar nas imediações de um shopping em Ponta Negra, um outro homem já o aguardava estacionado em um carro branco. No momento em que eles se encontraram e a corrida estava sendo paga, os policiais fizeram a abordagem e, após uma rápida busca, encontraram sob as vestes do passageiro que havia desembarcado no aeroporto, uma cinta de esparadrapo na altura do estômago camuflando a droga, enquanto que no carro do homem que o esperava foi achada uma pistola Cal. 380 e munição, sem a devida documentação legal. Ele também estava de posse da droga sintética apreendida e de R$ 40 mil em espécie que foram encontrados na sua residência. No mesmo local a PF apreendeu ainda uma motocicleta e um veículo.

Os homens receberam voz de prisão e foram conduzidos para autuação da sede da Polícia Federal em Lagoa Nova, onde a droga foi retirada da cinta que a prendia ao corpo de um dos acusados e submetida aos exames periciais preliminares.

Indiciados nos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, os suspeitos permanecem custodiados na sede da PF, à disposição da Justiça.

Esta foi a primeira apreensão de skunk que a Polícia Federal realizou este ano e que chegou via aeroporto Aluízio Alves.