PF faz apreensão recorde de cocaína no RN

Droga apreendida pela Polícia Federal em Cajupiranga – (FOTOS: Divulgação, Comunicação Social/PF-RN)

A Polícia Federal, com apoio do BOPE, fez hoje, 24/11, a maior apreensão de cocaína da história em solo potiguar: 1,391 kg. A droga foi encontrada escondida no subterrâneo de um galpão em Parnamirim, Região Metropolitana de Natal. No momento em que os policiais chegaram ao endereço ninguém estava no local.

A descoberta foi decorrente de informações recebidas da PF em Juazeiro/BA, onde na data de ontem, um outro carregamento de aproximadamente uma tonelada e meia de cocaína foi apreendido e três suspeitos presos em flagrante.

As investigações prosseguirão para delinear com precisão, a autoria do crime e o destino da droga.

Somente em 2018, a Polícia Federal já apreendeu 1,672 kg de cocaína no Rio Grande do Norte.



Marconi Perillo é preso pela PF na operação que apura pagamento de R$ 12 milhões em propina pela Odebrecht

G1 – O ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) foi preso nesta quarta-feira (10) enquanto prestava depoimento à Polícia Federal em operação que investiga pagamento de propinas em campanhas eleitorais, em Goiânia. O advogado dele, Antônio Carlos Almeida, conhecido como Kakay, confirmou a informação ao G1 e declarou estar “perplexo”.

O ex-governador tinha depoimento marcado para as 15h, mas teria chegado duas horas mais cedo e entrado pelos fundos para evitar os jornalistas. Segundo a defesa de Perillo, ele “recebeu o decreto de prisão quando estava iniciando o seu depoimento […] e optou por manter o depoimento por ser o principal interessado no esclarecimento dos fatos”.

Continue lendo



PF investigará incêndio no Museu Nacional

A Polícia Federal ficará responsável pelas investigações do incêndio que destruiu parte do Museu Nacional no Rio de Janeiro. Ainda não há previsão para o início das investigações, nem para a avaliação da perícia com relação as condições da estrutura.

O departamento de Repressão a Crimes contra o Patrimônio, da PF, é o que tomará conta das investigações para saber se foi um acidente ou se o fogo foi criminoso. Na manhã desta segunda o corpo de bombeiros já tinha controlado o fogo e terminou de pequenos focos das chamas que permaneciam.

Continue lendo



PF cumpre mandado do STF e prende estrangeiro em Natal

Procurado pela Interpol é preso em Natal

A Polícia Federal prendeu na manhã de hoje (23/08) em um hotel de Ponta Negra, Zona Sul de Natal, um empresário espanhol, 41 anos, cujo nome figurava no rol da Difusão Vermelha de pessoas procuradas pela Interpol.

A ação se deu no cumprimento de um mandado de prisão preventiva para fins de extradição expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e requerida pelo governo do Peru, onde o preso é acusado do crime de estelionato na cidade de Trujillo, cometido no ano de 2009.

Após ser submetido a exame de corpo de delito no ITEP, o homem se encontra custodiado na sede da Polícia Federal, à disposição do STF.

Somente para fins de extradição, a PF prendeu nos últimos cinco anos no Rio Grande do Norte, um total de sete estrangeiros que eram procurados pela Interpol.



PF prende em Natal dois homens com Skunk, LSD e Ecstasy

A Polícia Federal prendeu no início da tarde deste sábado, (18), em Ponta Negra, Zona Sul da capital potiguar, dois homens acusados de tráfico de drogas. Com eles foram encontrados cerca de dois quilos e meio de skunk (maconha cultivada em laboratório), 20 micropontos de LSD e 10 comprimidos de ecstasy.

A ação da PF teve início durante uma fiscalização de rotina realizada ainda no período da manhã no aeroporto internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Natal. Os policiais inspecionavam os passageiros de um voo que teve origem em Manaus/AM e desconfiaram de um homem que desembarcou sem bagagem e apresentava comportamento suspeito. Sem saber que estava sendo observado, ele solicitou uma condução através de um aplicativo e, no momento em que deixou o aeroporto, passou a ser seguido.

Ao chegar nas imediações de um shopping em Ponta Negra, um outro homem já o aguardava estacionado em um carro branco. No momento em que eles se encontraram e a corrida estava sendo paga, os policiais fizeram a abordagem e, após uma rápida busca, encontraram sob as vestes do passageiro que havia desembarcado no aeroporto, uma cinta de esparadrapo na altura do estômago camuflando a droga, enquanto que no carro do homem que o esperava foi achada uma pistola Cal. 380 e munição, sem a devida documentação legal. Ele também estava de posse da droga sintética apreendida e de R$ 40 mil em espécie que foram encontrados na sua residência. No mesmo local a PF apreendeu ainda uma motocicleta e um veículo.

Os homens receberam voz de prisão e foram conduzidos para autuação da sede da Polícia Federal em Lagoa Nova, onde a droga foi retirada da cinta que a prendia ao corpo de um dos acusados e submetida aos exames periciais preliminares.

Indiciados nos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, os suspeitos permanecem custodiados na sede da PF, à disposição da Justiça.

Esta foi a primeira apreensão de skunk que a Polícia Federal realizou este ano e que chegou via aeroporto Aluízio Alves.



Operação: PF apura desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no RN

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira , (31), a Operação Via Trajana com a finalidade de reunir provas de desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro, entre outros delitos, no Estado do Rio Grande do Norte, fatos ocorridos nos anos de 2009 a 2010. A operação decorre de trabalho anterior realizado pela própria Polícia Federal e o Ministério Público Federal quando da deflagração da primeira fase da investigação denominada Via Ápia.

Ao todo, 27 mandados judiciais de busca e apreensão estão sendo cumpridos por 120 policiais federais na Grande Natal e em mais 7 Estados da Federação.

Em virtude de novas evidências surgidas durante o trâmite das ações penais em curso restou evidenciada a ação criminosa de outros envolvidos que à época não foi possível apontar. Entre os diversos fatos sob apuração está o pagamento de vantagem pecuniária indevida, propina, em contratos celebrados entre o DNIT/RN e construtoras responsáveis pelas obras rodoviárias no RN.

Via Trajana, também conhecida Via Romana, é a extensão da Via Ápia. Faz-se associação entre as vias romanas e o objeto da investigação que apura corrupção nos contratos de adequação da BR-101 e as obras de manutenção das rodovias federais do RN.

Haverá coletiva às 9h30 na Superintendência da Polícia Federal em Natal (Rua Dr. Lauro Pinto, 155 – Lagoa Nova)



Moro determina que PF providencie escolta para depoimento de Lula

Lula deve ser escoltado pela PF para depoimento

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será interrogado novamente pelo juiz federal Sérgio Moro no dia 11 de setembro. Em ofício expedido hoje (27), o magistrado responsável pela Operação Lava Jato determinou que a Polícia Federal (PF) tome as providências necessárias para escoltar Lula até a sede da Justiça Federal no Paraná.

Caso permaneça preso até lá, será a primeira vez que o ex-presidente deixará a cela da Superintendência da PF, em Curitiba, desde sua prisão, em 7 de abril. Lula cumpre pena de 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do apartamento triplex em Guarujá (SP).

A prisão do petista foi determinada por Moro, que ordenou a execução provisória da pena após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou prisões após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.



Operação da PF combate grupo criminoso que agia contra os Correios na Grande Natal

A Polícia Federal deflagrou hoje (22/5), a Operação Xavantes visando desarticular grupo criminoso suspeito de ser responsável por diversos assaltos praticados contra Agências dos Correios situadas na Região Metropolitana de Natal.

Cerca de 50 policiais da Superintendência de Natal e da Delegacia de Mossoró cumpriram em bairros da Zona Norte da Capital e em Extremoz/RN, 16 ordens judiciais, sendo dez mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão preventiva e um mandado de prisão temporária.

Iniciada há um ano, as investigações apontam que integrantes de uma mesma quadrilha são os responsáveis e vinham praticando uma série de roubos qualificados contra os Correios. O grupo criminoso atuava rendendo funcionários e clientes da empresa pública mediante a utilização de armas de fogo, restando também evidenciado que os suspeitos assaltaram duas vezes uma mesma Agência na Cidade Satélite em Natal/RN, respectivamente, nos meses de julho e dezembro de 2017, e outras nas seguintes localidades e datas: Natal/RN (Ag. Nova Parnamirim – 09/05/2017); Parnamirim/RN (03/08/2017); Extremoz/RN (03.112017); Ceará-Mirim/RN (28.12.2017); Macaíba/RN (05.01.2018); Natal/RN (Ag. Princesa Isabel – 20.03.2018) e Vera Cruz/RN (04/05.2018).

Com a ampliação das investigações, a PF concluiu ainda que todos os roubos tiveram as participações dos mesmos autores e que o valor total subtraído durante as práticas criminosas redundou em prejuízo de cerca de R$ 600 mil reais aos Correios.

Como resultado preliminar das buscas, já foram apreendidos 6 revólveres e uma pistola, armas utilizadas nos cometimentos dos crimes. Os detidos na operação irão responder pelos crimes de roubo qualificado, porte ilegal de arma e associação criminosa.

(*) O nome “Xavantes” faz referência ao logradouro público onde está instalada a primeira Agência dos Correios roubada pelo bando e que deu origem a investigação.



Raquel Dodge pede ao STF que proíba diretor da PF de comentar inquérito sobre Temer

Segovia deve ser proibido de falar do inquérito de Temer

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge pediu nesta segunda-feira (26) ao Supremo Tribunal Federal uma “ordem judicial” para que o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, se abstenha de dar declarações a respeito de inquéritos em curso, sob pena de afastamento do cargo. O requerimento da PGR foi feito no âmbito do inquérito que investiga o suposto pagamento de propina na edição, por Michel Temer, do decreto dos Portos.

No início deste mês, em entrevista à agência Reuters, Segovia sugeriu que o inquérito que investiga o presidente Temer tinha “indícios frágeis” e que a tendência era pelo arquivamento do processo.

Após a declaração, o diretor-geral da PF teve de se explicar ao ministro do Supremo, Luís Roberto Barroso. Segovia disse que não teve a intenção de “interferir, antecipar conclusões ou induzir o arquivamento” do inquérito. O diretor da PF alegou que suas declarações foram “distorcidas e mal interpretadas”.

Agora, no pedido desta segunda, Raquel Dodge afirma que “quaisquer manifestações a respeito de apurações em curso contrariam os princípios que norteiam a Administração Pública, em especial o da impessoalidade e da moralidade”.

Temer é investigado por suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro, na edição de um decreto para o setor de Portos (Decreto 9.048/2017). Essa iniciativa teria favorecido de forma ilegal a empresa Rodrimar S/A. Em contrapartida, o presidente receberia benefícios, como o pagamento de propina. O negócio, segundo as investigações, teria sido intermediado pelo ex-assessor especial da Presidência, Rodrigo Rocha Loures.



PF apreende comprimidos de ecstasy no aeroporto de Natal

PF apreende ecstasy no aeroporto de São Gonçalo do Amarante

A Polícia Federal prendeu na noite da última sexta-feira (9/2) no aeroporto Internacional Aluízio Alves em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, um programador de sistemas, 29 anos, paulista, acusado de tráfico de drogas. Ele foi flagrado quando recebia 114 comprimidos de ecstasy.

A prisão ocorreu quando funcionários que operavam a máquina de Raios X do setor de cargas de uma empresa aérea suspeitaram do conteúdo de um envelope despachado na cidade de Porto Velho/RO com destino a Natal. Avisada, a equipe da PF de plantão no aeroporto aguardou que a encomenda fosse procurada pelo destinatário, o que só ocorreu no dia seguinte a sua chegada e no exato momento em que o homem fazia o resgate houve a abordagem, tendo ele confessado que estava recebendo uma remessa de droga.

Continue lendo



Ministro Gilmar Mendes pede investigação sobre suposta acusação de corrupção

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, solicitou que o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, instaure processo para investigar acusação de corrupção feita contra ele.

Em áudio que circulou neste sábado (23), por meio de redes sociais, um homem que se apresenta como juiz que acompanha o processo envolvendo o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho critica adecisão de Gilmar Mendes de liberar Garotinho e o presidente do PR, Antônio Carlos Rodrigues, presos por determinação do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). O autor do áudio diz que “a mala foi grande”, insinuando que o ministro teria recebido dinheiro em troca da decisão.

Continue lendo



PF cumpre mandados da Operação Turbulência em Natal; Tenente-Coronel da reserva da PM foi detido

Arma de fogo com queixa de furto foi apreendida em poder de um tenente-coronel da reserva da PM

A Polícia Federal cumpriu na manhã de hoje, 23/11, em endereços da Zona Sul de Natal, dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 8ª Vara Criminal do Rio de Janeiro/RJ, oportunidade em que foram apreendidos: Computador, notebook e aparelhos celulares.

Em um dos locais vistoriados, os policiais prenderam em flagrante um Ten. Cel. da reserva, 51 anos, carioca, por ter sido encontrado na sua residência uma pistola Taurus Cal. 7.65 e munições, que foram apreendidas, sem a devida documentação legal. Ao ser consultado, consta no Sistema Nacional de Armas que a pistola possui queixa de furto no ano de 2013, na cidade de Cuiabá/MT, fato que o militar afirmou desconhecer.

Os mandados de busca cumpridos hoje, na capital potiguar, fazem parte da Operação Turbulência, deflagrada nesta quinta-feira pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro/RJ, com o objetivo de investigar um esquema para a facilitação da concessão irregular de licenças e habilitações de pilotos de avião e helicóptero emitidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Veja: http://www.pf.gov.br/agencia/noticias/2017/11/pf-investiga-concessoes-de-licencas-e-habilitacoes-de-voo

Após prestar depoimento, o militar foi solto mediante o pagamento de fiança, conforme a legislação em vigor, e vai responder ao processo em liberdade, vez que a arma apreendida em seu poder é de calibre permitido.



Saiba quem foi preso até agora na Operação Lavat

Cerca de 110 policiais federais cumprem 27 mandados judiciais, sendo 22 mandados de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 2 de condução coercitiva em Natal, Parnamirim, Nísia Floresta, São José de Mipibu e Angicos, todas cidades potiguares. Em Brasília/DF, estão sendo feitas buscas no Ministério do Turismo.

Foram presos: Aluísio Henrique Dutra de Almeida, José Geraldo Moura Conseca Júnior e Norton Domingues Masera. E foram alvo de condução coercitiva (quando o investigado é levado até a delegacia para prestar depoimento) Domiciniano Fernandes da Silva e Fernando Leitão de Moraes Júnior.

Durante a análise do material apreendido da Operação Manus, deflagrada em junho deste ano, foram identificadas fortes evidências quanto à atuação de outras pessoas pertencentes a organização criminosa, que continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de valores para o chefe do grupo. Foi identificado também esquema criminoso que fraudava licitações em diversos municípios do Estado visando obter contratos públicos, que somados alcançam cerca de 5,5 milhões de reais, para alimentar a campanha ao governo do estado de 2014.

Do G1



PF e PM apreendem 200 gramas de cocaína com mulher em Caicó

Policiais federais com apoio do Grupo Tático Operacional do 6º BPM, apreenderam aproximadamente 200 gramas de Cocaína em poder de Cristiane Leite da Silva, de 29 anos, que reside na Rua Tereza Medeiros, nº 17, no Boa Passagem, zona norte de Caicó.

A informação apurada pelo Blog Sidney Silva dá conta que a abordagem foi realizada a um veículo tipo Fiat/Ducato (Van), de cor  branca e placas FJP6545, aonde foi encontrada uma sacola plástica em poder da acusada, contendo 4 porções da substância branca, aparentando ser cocaína.



Arthur Nuzman é preso na Lava Jato por suspeita de fraude na escolha da Rio 2016

Nuzman é preso na Lava Jato por suspeita de fraude na escolha da Rio 2016

Do G1 – Agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal prenderam Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Rio 2016, e Leonardo Gryner, ex-diretor de operações do comitê Rio 2016 e braço-direito de Nuzman, na manhã desta quinta-feira (5), na Zona Sul do Rio.

Nuzman é suspeito de intermediar a compra de votos de integrantes do Comitê Olímpíco Internacional (COI) para a eleição do Rio como sede da Olimpíada de 2016. Ele foi preso em casa, no Leblon, por volta das 6h. Nuzman é presidente do COB há 22 anos. O pedido de prisão foi decretada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

O pedido de prisão foi decretado porque houve uma tentativa de ocultação de bens no último mês, após a polícia ter cumprido um mandado de busca na casa de Nuzman no mês passado. A ação é um desdobramento da “Unfair Play”, uma menção a jogo sujo e que é mais uma etapa da Lava Jato no Rio. Os presos serão indiciados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.