Polícia Civil prende mais um suspeito de participar da morte de Claudimar em Parelhas

Droga e dinheiro apreendidos pela polícia de Parelhas

Na manhã desta terça-feira, (04), por volta das 05hs, policiais civis da cidade de Parelhas, com apoio de agentes de Acari e Currais Novos, deram cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão em residências de investigados na morte do adolescente CLAUDIMAR JEFERSON, cuja a ossada foi encontrada carbonizada no dia 25 de setembro deste ano. Seu desaparecimento aconteceu no dia 22 do mesmo mês.

De acordo com informações confirmadas pela polícia, durante a busca em uma das residências foram encontrados 10 cigarros de MACONHA e mais duas trouxinhas da mesma droga, além de uma pequena pedra de CRACK e invólucros de papel seda, usado comumente para embalar droga. Também foi encontrado dinheiro fracionado.

Na ação foi realizada a prisão em flagrante por tráfico de drogas de FELIPE DA SILVA LIMA, vulgo FELIPE DE BIRIBICA, de 18 anos.

O preso será encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá a disposição da Justiça.

As investigações da morte de CLAUDIMAR JEFERSON, prosseguem. Novas diligências devem ocorrer em breve com o objetivo de desvendar o crime.



Polícia Civil prende mulher em desdobramento da Operação Contenda

Ranclecia Barboza foi presa pela Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) cumpriram, nesta segunda-feira (26), um mandado de prisão contra Ranclecia Barboza, de 20 anos. Ela é natural de São José de Mipibu e a sua prisão foi realizada no bairro das Rocas em Natal, pelo crime de tráfico de drogas, como resultado de um desdobramento da Operação Contenda.

Contando com a prisão de Ranclecia, a Operação que foi deflagrada na sexta-feira (23), conseguiu prender 9 pessoas, tendo como objetivo combater o tráfico de drogas cumprindo mandados de prisão e de busca e apreensão em várias regiões de Natal, assim como Grande Natal. Em Natal, nos bairros de Bom Pastor, Cidade Praia, Felipe Camarão, Lagoa Azul, Mãe Luíza, Nova Descoberta, Planalto, Rocas e Ponta Negra, e na cidade de Parnamirim, os mandados foram cumpridos nos bairros de Nova Parnamirim e Santos Reis.



Polícia Civil prende suspeito por latrocínio contra dono de padaria em 2015

JEFFERSON GUEDES foi preso pela Polícia

Agentes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, na manhã de sexta-feira (23), a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Jefferson Guedes Gomes da Silva, conhecido como “Boy dos Barreiros”, suspeito pelo latrocínio de Israel Severino Ferreira, em frente a padaria de propriedade da vítima, no bairro de Nazaré, em Natal, no dia 14 de Abril de 2015.

Continue lendo



Polícia prende suspeito de participação em homicídio que desencadeou Operação Clowns

Policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar com informações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deram cumprimento na sexta-feira (23), a um mandado de prisão em desfavor de Luiz Renan da Silva Oliveira, vulgo “Chocolate”, um dos suspeitos pelo homicídio de Weider Batista Caetano, no dia 11 de Julho, no bairro de Neópolis.

Continue lendo



Operação policial cumpre mandados de busca e prisão no Seridó

A Polícia Civil deflagrou hoje a operação PECADO ORIGINAL em diversas cidades da região do Seridó do Estado.
Ao todo estão sendo cumpridos trinta mandados de busca e apreensão e quarenta e dois mandados de prisão preventiva e temporária, nas cidades de Jardim de Piranhas, Serra Negra do Norte, Caicó, Jucurutu e Jardim do Seridó. Também foram cumpridos mandados na cidade de Itajá/RN e Campina Grande, no Estado da Paraíba.

O objetivo da operação é prender criminosos membros de uma facção que atua no Estado e que praticavam crimes como tráfico de drogas, roubo e até homicídios, tendo sido identificada uma grande conexão principalmente entre as cidades de Caicó e Jardim de Piranhas.

O nome da operação é uma referência ao apelido de facção do líder do grupo criminoso e a forma como ele aliciava pessoas a enveredarem pelo caminho do mal e espalharem o terror pela região.

O trabalho está sendo coordenado pelos Delegados Leonardo Germano e Ricardo Brito, em conjunto com o Major Aderlan, além do serviço de inteligência da 3°DRP, contando com o apoio de equipes de delegacias de todo o Estado e também da Polícia Militar, especialmente das equipes da 5°CIPM de Jardim de Piranhas que durante toda a investigação prestaram valoroso auxílio à Polícia Civil.



Polícia prende suspeitos de integrar facção criminosa; Dois foragidos foram procurados

Na manhã desta quinta-feira (22), a Delegacia de Polícia Civil de Extremoz, com apoio de outras unidades da Polícia Civil e da Polícia Militar de Maxaranguape, deflagrou a Operação Fantasma no município de Maxaranguape, que resultou na prisão de dois homens que são investigados por integrarem um grupo criminoso denominado Família de Maxaranguape, ligado a uma organização criminosa que atua no Estado. O nome da operação faz alusão ao apelido de um dos investigados, Gaspar Aleixo de Paiva Neto, conhecido como Gaspar, que se encontra foragido desde 2016. Ele atuava na região de Maxaranguape e Muriú.

Continue lendo



Polícia Civil cumpre mandado e prende suspeito por estupro de vulnerável

Uma equipe de policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) prendeu, na tarde desta segunda-feira (19) na cidade de Monte Alegre, um homem de 38 anos, em cumprimento a um mandado de prisão em referência ao crime de estupro de vulnerável.

Foragido da Justiça desde dezembro de 2017, ele é suspeito de ter abusado sexualmente de crianças e adolescentes do sexo masculino, com idades entre 9 e 12 anos, em um condomínio residencial no bairro Liberdade, em Parnamirim. De acordo com as vítimas, ele realizava convites aos menores para que fossem ao seu apartamento, em troca de dinheiro ou presentes, e no local praticava o crime.

Encaminhado ao sistema prisional, o suspeito ficará à disposição da Justiça.



Polícia Civil cumpre mandado de prisão por homicídio

Alessandro Patrick foi preso pela Polícia

Policiais civis da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com o apoio da Divisão de Polícia Civil do Oeste (DIVIPOE), Núcleo de Inteligência da Polícia Civil (NIP) e do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP) cumpriram, nesta quarta-feira (14), um mandado de prisão temporária contra Alessandro Patrick Batista Ramos Ferreira, 32 anos.

Ele é suspeito de ter envolvimento no homicídio de Francisco “Kiquica”, que foi assassinado na frente de sua esposa e da filha de 4 anos, dia 7 de novembro na Av. Amintas Barros, bairro de Lagoa Nova.Alessandro Patrick já cumpria pena em regime semiaberto, por tentativa de homicídio. Após as investigações da equipe da DHPP, ficou comprovado que Alessandro esteve no horário e local do homicídio de Kiquica.

Além do cumprimento do mandado de prisão por homicídio, Alessandro Patrick foi encontrado com uma pistola calibre 380, sendo autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.



Polícia prende em Jucurutu homem com drogas e arma de fogo; Adolescente foi apreendido

Francimário conhecido como Toxôta foi preso em Jucurutu

Policiais civis e militares da cidade de Jucurutu, em ação conjunta no final da tarde desta terça-feira (13), deram cumprimento a seis mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, este contra, Francimário da Silva, conhecido como “Tôtôxa”, que é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas.

Durante o cumprimento da ordem judicial os policiais encontraram em duas residências usadas pelo suspeito, um revólver calibre 38 e mais 16 munições de mesmo calibre, uma fração de maconha, uma porção de cocaína e 47 porções de “crack”.

Na companhia de Francimário estava também o adolescente de 17 anos, que assumiu a propriedade da arma, embora as investigações apontem para um uso compartilhado entre os dois e outras pessoas.

A Polícia Civil vai aprofundar a investigação em torno dessas pessoas para confirmar o envolvimento com o tráfico de drogas.

Arma de fogo encontrada na ação


Polícia Civil de Goianinha prende suspeito de praticar dois homicídios

Francisco Felix, o Chicão

Policiais civis da Delegacia de Goianinha cumpriram, nesta terça-feira (13), um mandado de prisão preventiva contra Francisco Felix de Lima Neto, conhecido como “Chicão”, de 22 anos. Ele é acusado de agredir brutalmente a vítima Pedro Eduardo, contador, que era considerado próximo de Francisco.

As investigações apontam que Francisco Chicão espancou e pisoteou a vítima até a morte. Após constatar que Pedro Eduardo havia morrido, Chicão levou o corpo do “amigo” até a Zona Rural de Goianinha, onde escondeu o corpo. Testemunhas afirmam que Chicão lavou o veículo próximo a uma lagoa, para retirar as manchas de sangue da vítima, tentando impedir as investigações da polícia.

Com a prisão de Francisco Chicão, que ocorreu em um Lava Jato da cidade de Parnamirim, a polícia desvendou mais um crime ligado ao homem. Segundo informações, ele teria assassinado o próprio tio a golpes de foice 3 anos atrás, chegando inclusive a ameaçar os próprios familiares que quisessem colaborar com as investigações.

Francisco Felix, confessou os crimes e vai responder por dois homicídio qualificados e ocultação de cadáver. Ele permanecerá preso, à disposição da Justiça.



Polícia Civil descobre “Santuário” de animais mortos e doentes em Apodi

Animais mortos foram encontrados no local

Policiais civis da Delegacia Especializada Proteção Ao Meio Ambiente (DEPREMA) com o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) descobriram através de denúncias anônimas, nesta segunda-feira (12), um lugar conhecido como “Santuário”, localizado na Zona Rural de Apodi. Lá funcionam três cemitérios com centenas de carcaças de animais; aproximadamente 500 cachorros, 700 jumentos e 150 gatos, todos em situação de maus-tratos. A propriedade pertence a Eribaldo Cosme Nobre, conhecido como “Jesus”, de 55 anos.

As investigações apontam ainda que Eribaldo “Jesus” recebe estes animais de prefeituras de Apodi, Mossoró e cidades vizinhas, mantendo os bichos doentes e alimentados tipo de “mistura”. Será aberto um procedimento criminal para investigação das “doações” que o homem recebe através dessas prefeituras.

Eribaldo “Jesus” foi indiciado por maus tratos e por guarda ilegal de animais silvestres (sendo 2 papagaios, um tucano e um macaco prego), já apreendidos pelo IBAMA.



Polícia Civil prende em Parelhas suspeito de ter assassinado o ator e bailarino Zezo Silva

Luan Cley da Silva Santos estava escondido em Parelhas

Na manhã desta sexta-feira (09), policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Delegacia Municipal de Parelhas prenderam Luan Cley da Silva Santos. Ele é suspeito de ter matado o ator e bailarino José Raimundo da Silva, conhecido como “Zezo Silva”, na manhã do dia 05 de outubro deste ano. O investigado foi preso quando estava escondido na cidade de Parelhas.

A investigação do homicídio de “Zezo” foi conduzida pela Delegacia da Zona Leste da DHPP. O bailarino foi morto dentro de sua residência, localizada no bairro Cidade Alta, em Natal. Ele foi morto com golpes de arma branca.



ADEPOL lança edital e prepara lista tríplice

Delegada Paoulla Maués

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN) publicou nesta terça-feira (6) o edital de convocação para formação de uma lista tríplice para indicação do futuro delegado-geral de Polícia. A iniciativa é histórica e pretende dar mais isenção e credibilidade na escolha do nome que deverá chefiar a Polícia Civil, dentro da perspectiva de fortalecer e aperfeiçoar uma instituição de Estado.

Continue lendo



Polícia Civil prende foragido da Justiça pelo crime de homicídio qualificado

José Maxwell Negão foi preso pela Polícia Civil

Agentes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil cumpriram, nesta terça-feira (06), um mandado de prisão preventiva contra José Maxwell Siqueira, vulgo “Negão”, de 25 anos. Ele é apontado como o responsável pelo assassinato de Walnyery Erlandy Silva, crime que ocorreu às 6 horas da manhã do dia 16 de junho, no bairro de Igapó.

O homem participava de uma festa na casa da vítima, onde fornecia drogas para os participantes. Walnyery teria comprado drogas a Maxwell Negão, porém na hora do pagamento houve um desentendimento. Testemunhas confirmaram que Negão a perseguiu e foi o autor do disparo que vitimou Walnyery.

Segundo o Delegado Rysklyft Factore, Maxwell Negão é apontado também como membro de uma facção criminosa e respondia processo por tráfico de drogas. Ele estava foragido, quando foi preso na manhã hoje em Alto do Rodrigues, pelo crime de homicídio qualificado.



Governo anula banca irregular do concurso da Polícia Civil

O Governo do Estado decidiu anular na última sexta-feira (26) a escolha da banca e os atos da comissão organizadora do certame, bem como a contratação do Instituto Acesso.

A decisão atende a um pleito da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN), Associação dos Escrivães de Polícia Civil (Assesp) e Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol), capitaneado prontamente pelo Ministério Público estadual e Defensoria Pública do RN, diante das várias irregularidades ocorridas durante o processo.

A Adepol/RN parabeniza todas essas instituições por buscarem a lisura no concurso público da Polícia Civil e agradece ao MPRN e à Defensoria, pela presteza e atenção com que trataram o assunto. Nossa associação volta a se comprometer a acompanhar de perto o processo, até a realização deste certame tão importante, desde que obedecendo todos os critérios legais e morais, para que tenhamos escolhidos os melhores concorrentes.