Operação da PF apura desvio de verbas em 3 estados e em Brasília

Agência Brasil – A Polícia Federal deflagrou hoje (9) uma operação que investiga desvio de recursos do governo federal para a educação, especificamente para a compra de merenda escolar, uniformes, material didático e outros, em 30 municípios dos estados de São Paulo, Paraná e Bahia, além do Distrito Federal.

Segundo as investigações, cinco grupos criminosos agiam em prefeituras, por meio de lobistas, direcionando licitações. São cumpridos, hoje, 154 mandados de busca e apreensão, além de afastamentos preventivos de agentes públicos e suspensão de 29 contratos de empresas suspeitas.



PF prende dois homens com 30 quilos de drogas na Grande Natal

PF apreende drogas e arma de fogo

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (11/4) no Sítio Lagoa do Lima, Zona Rural de Macaíba, Região Metropolitana de Natal, dois homens com idades de 24 e 25 anos, acusados de tráfico de drogas. Eles foram flagrados com 21,94 quilos de cocaína e 8,09 quilos de maconha.

A ação ocorreu quando os policiais da Delegacia de Repressão a Drogas (DRE) receberam uma informação no final da manhã dando conta de que um homem dirigindo um veículo de cor vermelha estaria circulando por estradas vicinais de Macaíba onde se abastecia de drogas e posteriormente iria distribuí-las na capital.

Continue lendo



Lula está preso; petista é o primeiro ex-presidente a ser detido na história do Brasil

Momento em que Lula chegou a Polícia Federal de Curitiba – (Foto: ABr)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso. O petista se entregou a Polícia Federal no início da noite deste sábado, mais de 24 horas após a data estipulada pelo juiz Sergio Moro. Lula é o primeiro ex-presidente da história do Brasil a ser preso por crime comum.

Às 18h40, o petista deixou o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP) e entrou em um carro da PF, onde seguiu em comboio para a Superintendência da Polícia Federal e depois para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Continue lendo



PF prende três homens com 25,5 quilos de crack

Polícia Federal apreende drogas na zona rural de Ceará Mirim

Policiais federais prenderam nesta quarta-feira (28/3) em Natal e na Zona Rural de São José de Mipibu, três homens, dois acrianos e um potiguar, respectivamente, de 29, 30 e 42 anos, acusados de tráfico de entorpecentes. Com eles foram apreendidos 25,5 quilos de crack que estavam enterrados no quintal de um sítio.

A ação ocorreu a partir de informações recebidas pela Delegacia de Repressão a Drogas (DRE) dando conta de que um procurado da Justiça, acusado de ser membro da facção criminosa Comando Vermelho no Acre, onde tem vários processos em tramitação, além de um mandado de prisão em aberto, estaria homiziado no Rio Grande do Norte. O homem, fugitivo desde o mês de maio de 2015, estava recolhido ao presídio Manoel Nery em Cruzeiro do Sul/AC, acusado de tráfico de drogas. Pelo mesmo tipo de crime, ele também esteve preso no Peru.

No desenrolar das investigações, os policiais conseguiram localizar o paradeiro do suspeito em Natal e durante vários dias passaram a acompanhar os seus passos até que na tarde de hoje ele foi detido na companhia de um comparsa quando transitava em um veículo pela Rota do Sol, na Zona Sul da capital. Ao ser abordado tentou se passar por outra pessoa se identificando com documentos falsos.

Os homens foram então conduzidos até o sítio de São José de Mipibu para que fosse feita uma revista no imóvel já que naquele local foram observados circulando nos últimos dias. Lá, após minuciosa busca a droga foi encontrada e mais um suspeito que tomava conta da residência, detido, ocasião em que os três receberam voz de prisão e foram conduzidos para serem autuados na sede da PF.

Após submetidos a exame de corpo de delito, os acusados permanecem sob custódia da Polícia Federal, à disposição da Justiça.

Droga estava enterrada


RN: Operação Tristitia da Polícia Federal apreende mais de 600 mil reais

Dinheiro-apreendido-durante-operação-da-Polícia-Federal
Dinheiro apreendido durante operação da Polícia Federal

A Operação Tristitia, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (19), no Oeste Potiguar, apreendeu exatos R$ 663.786,00 após o cumprimento de um dos dezesseis mandados de busca e apreensão da operação. O valor foi encontrado em uma casa na cidade de Baraúna, no Oeste Potiguar.

No vídeo seguinte, os policiais federais contam o dinheiro apreendido durante a operação.



PF procede extradição de português condenado por tráfico de drogas

Português é extraditado para seu país de origem

A Polícia Federal procedeu na madrugada de sexta-feira, (16), a extradição de um português, de 45 anos, que estava custodiado no CDP de Macaíba onde aguardava o trâmite legal do processo. A sua prisão em 2017, foi em decorrência do cumprimento de um mandado expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Na época, o estrangeiro, que era procurado pela Interpol, foi detido quando saía de um condomínio de luxo onde morava em Parnamirim, na Grande Natal. Ele estava foragido no Brasil desde 2008 e tinha sido condenado a cumprir uma pena de 10 anos por tráfico de drogas e porte ilegal de arma pela justiça de Portugal.

O Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), do Ministério da Justiça participou dos procedimentos do processo e o homem embarcou para o seu país de origem após ser entregue pela PF aos policiais portugueses no aeroporto internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante/RN.



PF prende grupo que roubou Correios no RN; Um foi preso em Currais Novos

PF cumpriu mandados em Currais Novos

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (15), a Operação Sapatinho na cidade de Currais Novos/RN, com o objetivo de desarticular uma associação criminosa responsável por subtrair aproximadamente R$ 107 mil da Agência dos Correios de Assu/RN, no dia 05/10/2017.

Pelo menos 15 policiais federais cumpriram 3 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de prisão preventiva expedidos pela 11ª Vara Federal de Assu. Um dos mandados de prisão foi cumprido contra um acusado que já se encontra cumprindo pena em um presídio da Grande da Natal.

Quando do mencionado roubo, três indivíduos abordaram a gerente e o tesoureiro da agência postal nas suas respectivas residências. Em seguida, levaram os dois funcionários para os Correios e utilizaram parentes próximos das vítimas como reféns para garantir a subtração do numerário que estava depositado na agência.

Durante as investigações um integrante do grupo criminoso foi preso preventivamente no município da Caucaia/CE na data de ontem. Com ele, a PF encontrou diversos bens possivelmente adquiridos com o dinheiro que foi subtraído por ocasião daquele evento criminoso.

Na deflagração desta operação, a Polícia Federal contou com o apoio da Polícia Militar do RN, tanto no compartilhamento de dados úteis à investigação, quanto no apoio logístico ao cumprimento dos mandados.

(*) “Sapatinho”, em jargão policial, é quando funcionários das agências bancárias e parentes são feitos reféns, geralmente no dia anterior. Enquanto parte do bando sai com os familiares para um cativeiro, a outra vai com o funcionário ao banco para buscar o dinheiro.



Galloro assume direção-geral da PF e afirma que Lava Jato seguirá firme

Galoro assume o comando da Polícia Federal

Durante a cerimônia de posse realizada nesta sexta (2), o novo diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, afirmou que a operação Lava Jato continuará firme durante a nova gestão. Ele assume o comando da PF no lugar de Fernando Segóvia, que ficou pouco mais de três meses no cargo e foi demitido no último dia 27 de fevereiro.

Essa é uma das primeiras mudanças do ministro Raul Jungmann à frente do ministério da Segurança Pública, criado recentemente e que comanda a PF. Durante o discurso de posse, o novo diretor-geral da corporação afirmou que o ministro Jungmann será um aliado no combate ao crime organizado no país.

Continue lendo



Jungmann assume Ministério da Segurança e demite diretor-geral da PF

Fernando Segovia foi demitido do comando da Polícia Federal

Mal assumiu o Ministério da Segurança e o ministro Raul Jungmann mostrou a que veio. Diante das polêmicas envolvendo declarações e vazamento de depoimentos recentes na Polícia Federal (PF), trocou o comando do órgão. Demitiu o titular, Fernando Segovia, e apresentou ao presidente Michel Temer a indicação do delegado Rogério Galloro para a direção-geral da PF. A decisão foi anunciada horas depois de Jungmann, então ministro da Justiça, ser empossado no novo ministério.

Segovia vinha enfrentando uma série de desgastes desde que assumiu o cargo. Em entrevista à agência Reuters, no início do mês, declarou que a tendência era que a investigação contra o presidente Michel Temer, no caso do Decreto dos Portos, fosse arquivada por falta de provas. Falou, diante da sua posição, mais do que deveria.

Continue lendo



Jaques Wagner é suspeito de receber R$ 82 milhões desviados de obras da Fonte Nova

Jaques Wagner é suspeito de receber propina de R$ 82 milhões

O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT) foi indiciado criminalmente pela Polícia Federal, nesta segunda-feira (26), suspeito de ter recebido propina através de desvios de dinheiro nas obras da Arena Fonte Nova, em Salvador.

De acordo com a PF, o petista teria embolsado R$ 82 milhões dos cerca de R$ 450 milhões desviados de obras do estádio, palco de jogos da Copa do Mundo de 2014.

As apurações da Polícia Federal vieram a público após a deflagração da Operação Cartão Vermelho, nesta segunda. Ao todo foram sete mandados de busca e apreensão. Um deles, na casa do ex-governador, no Corredor da Vitória, área nobre de Salvador. Lá, além de documentos, os agentes apreenderam 15 relógios de luxo.

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), que atualmente é comandada por Jaques Wagner, também foi alvo de mandados.

A Polícia Federal informou que foram encontradas irregularidades em contratos envolvendo serviços de demolição, reconstrução e gestão do estádio. O esquema teria beneficiado o consórcio Fonte Nova Participações (FNP) – formado pelas empreiteiras Odebrecht e OAS.

Em nota, o PT afirmou que ação da PF faz parte de uma “campanha de perseguição contra o Partido dos Trabalhadores e suas principais lideranças”.



PF faz operação para apurar irregularidades em obras na Fonte Nova

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (26) a Operação Cartão Vermelho para investigar possíveis irregularidades em contratos envolvendo serviços de demolição, reconstrução e gestão do estádio Arena Fonte Nova, em Salvador, na Bahia. Tendo como base um laudo pericial, a PF informou que o caso pode ter resultado em um superfaturamento que, em valores corrigidos, supera R$ 450 milhões.

Continue lendo



PF investiga assassinato de agente penitenciário federal em Mossoró

PF deflagrou operação em Mossoró

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (06), em Mossoró/RN, a segunda fase da Operação Força e União (Não Passarão) com o objetivo de apurar o homicídio do agente penitenciário federal Henry Charles Gama Filho, ocorrido naquela cidade no dia 12 de abril de 2017.

Cerca de 30 policiais federais, com apoio da Polícia Militar e de agentes penitenciários federais, estão cumprindo 10 mandados judiciais de busca e apreensão e 2 mandados judiciais de prisão temporária expedidos pela Justiça Federal/RN.

Na primeira fase da operação, deflagrada no mês de julho do ano passado, foram identificados os mandantes do crime, bem como, os responsáveis pelos levantamentos sobre a rotina daquele agente público que acabou sendo covardemente assassinado.

Na ação de hoje, os policiais se concentram na mesma região da cidade onde, à época dos fatos, foi encontrado o veículo utilizado na execução do agente, vez que as investigações miram suspeitos de participação no crime que ali estariam escondidos.



VÍDEO: Imagens mostram chefe do Ibama de Mossoró recebendo dinheiro

Imagens mostram Armênio recebendo dinheiro de pescador – (Foto: Divulgação/PF)

A Polícia Federal fez imagens (vídeo) que mostram o momento em o chefe do Ibama de Mossoró, Armênio de Medeiros da Costa, recebe dinheiro das mãos do homem que fez a denúncia (o pescador). As imagens foram gravadas pela PF e a divulgação foi autorizada pela Justiça.

No acerto em plena rua, o suspeito recebe cerca de R$ 500,00 de um total de R$ 2000,00 que seriam pagos em prestações mensais.

Continue lendo



Polícia Federal prende em Mossoró caicoense chefe do Ibama sob suspeita de corrupção

Chefe do Ibama de Mossoró, caicoense, Armênio, é preso pela PF

A Delegacia da Polícia Federal em Mossoró deflagrou na manhã desta quinta-feira (01), a Operação Corrupião com o objetivo de interromper a prática de atos de corrupção atribuídos ao chefe da unidade do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) daquela cidade, o caicoense, Armênio Medeiros da Costa.

Cerca de 10 policiais federais cumpriram dois mandados expedidos pela 10ª Vara da Justiça Federal/RN, sendo um de prisão preventiva contra o acusado e, outro, de busca e apreensão, na sede daquela autarquia federal.

A investigação teve início em outubro de 2017, quando o IBAMA recebeu denúncia formulada por um pescador dando conta de que o chefe daquela Unidade teria solicitado propina para que ele não fosse autuado durante um processo de fiscalização do órgão.

Acionada, a Polícia Federal entrou no caso e interrogou o denunciante. Posteriormente, com o aprofundamento das investigações, restou evidenciado de que a queixa formulada tinha sido apenas uma pequena amostra das extorsões que passaram a ser praticadas por aquele gestor, inclusive, contra pessoas físicas e jurídicas de outras cidades do Alto Oeste Potiguar.

Maiores informações serão repassadas na entrevista coletiva que será concedida às 10hs30min de hoje na sede da Delegacia da PF em Mossoró (Rua Jornalista Jorge Freire,100 – Bairro Nova Betânia.

Nota: O nome da operação faz referência a um conhecido pássaro encontrado na região de Caatinga e traz à luz, a importância de se coibir com lisura e retidão, a prática de ilícitos relacionados ao Meio Ambiente e ao ecossistema.



PF prende motorista por tentativa de fraude no PIS em Mossoró

Motorista foi preso pela Polícia Federal em Mossoró

Policiais federais da Delegacia de Mossoró prenderam em flagrante nesta quinta-feira (18/1) nas dependências da Caixa Econômica Federal naquela cidade, um motorista de aplicativo, maranhense, de 61 anos, acusado de tentativa de estelionato e uso de documento falso.

O homem foi flagrado quando procurou a agência para fazer o saque do PIS, tendo para isso fornecido como identidade, a carteira de habilitação, porém, o documento apresentava uma textura diferente da habitual, o que levantou suspeitas de falsificação, fato que ficou ainda mais evidente quando ao ser entrevistado ele não soube, com exatidão, mencionar os nomes dos seus próprios pais.

Em seguida, quando outros dados estavam sendo checados, o acusado tentou apressadamente deixar o local, sendo de imediato contido pela segurança. A PF foi então acionada, deslocou uma equipe até lá e o prendeu.

Conduzido para a sede da delegacia, no bairro de Nova Betânia, durante o interrogatório, o suspeito confessou que teria sido recrutado por um desconhecido na cidade de Fortaleza, o qual lhe forneceu a documentação falsificada, além da promessa do pagamento de 30% sobre o montante que conseguisse irregularmente sacar junto aos bancos.

Em poder do homem foram ainda apreendidos R$ 953,00 em espécie, segundo ele, resultado de um saque fraudulento praticado anteriormente contra uma outra agência bancária na cidade.

O acusado possui antecedentes criminais, foi preso por idêntico delito no estado do Ceará e atualmente encontrava-se em liberdade condicional mediante o uso de tornozeleira eletrônica.

Após ser submetido a exame de corpo de delito, o suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Mossoró, onde deverá permanecer, à disposição da Justiça.