MPF: Justiça condena homem que obtinha imagens de pornografia infantil em rede social

Um homem que se fazia passar por uma adolescente de 17 anos para obter imagens de nudez de crianças entre 8 e 12 anos, foi condenado em Uberaba, Minas Gerias. De acordo com o Ministério Público Federal, o acusado também baixava, armazenava e transmitia fotografias e vídeos contendo cenas de sexo explícito e pornográficas envolvendo crianças e adolescentes. Os crimes foram descobertos pelos pais de um menor que o flagraram conversando com o acusado por meio da rede social Facebook.

Continue lendo