Please enter banners and links.


Motoristas farão protesto contra aumento nos preços dos combustíveis

*Tribuna do Norte

O aumento no preço dos combustíveis motivou a organização de mais um protesto em Natal. Na terça-feira (7), às 16h, motoristas vão se reunir para ir a postos de combustíveis, fazer buzinaços e abastecer com o valor R$ 0,50. Um grupo no WhatsApp foi criado para decidir sobre as diretrizes da manifestação.

Com o valor da gasolina beirando os R$ 5 após um reajuste de aproximadamente R$ 0,46 em menos de um mês, o próprio Procon já analisa se o reajuste foi abusivo. Porém, antes mesmo de alguma ação por parte do órgão de Defesa do Consumidor, os motoristas pretendem pressionar os donos de postos a reduzirem os valores.

A ação é semelhante a outras realizadas com o mesmo objetivo desde 2011, quando o preço da gasolina em Natal havia saltado de R$ 2,790 para R$ 3,060, em média. Na ocasião, várias filas foram formadas nos postos de combustíveis e os motoristas faziam abastecimentos com valores entre R$ 0,10 e R$ 1,00, exigindo ainda a nota fiscal.

Para o protesto de terça-feira, um perfil no Instagram foi criado para dar as informações acerca da manifestação.



ANTT divulga tabela de frete mínimo para caminhões no Brasil

Novas tabelas trazem preços dos fretes

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) divulgou hoje (30) a tabela com preços mínimos referentes ao quilômetro rodado na realização de fretes por eixo carregado. A fixação de uma tabela de frete foi uma das exigências dos caminhoneiros na greve deflagrada na semana passada. A questão entrou no acordo  firmado entre a categoria e o governo na última quinta-feira (24).

As tabelas têm caráter obrigatório para o mercado de fretes do país e foram elaboradas em conformidade com as especificidades das cargas e estão divididas em: carga geral, a granel, frigorificada, perigosa e neogranel. A tabela será publicada em edição extra do Diário Oficial da União de amanhã (31).

Os valores da tabela valem até 20 de janeiro de 2019. As tabelas seguintes deverão ser publicadas até os dias 20 de janeiro e 20 de julho de cada ano e serão válidas para o semestre em que forem editadas.

*Confira os valores das tabelas