Preso é encontrado morto em cela de presídio

Um detento foi encontrado morto dentro de uma cela na manhã desta quarta-feira (15) no presídio provisório Raimundo Nonato, também conhecido como Cadeia Pública de Natal, na zona Norte da capital.

Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado (Sejuc-RN), o corpo do homem, identificado como Leandro Elias Santos, 36 anos, foi encontrado caído dentro da cela sem sinais aparentes de violência. Ele respondia pelo crime de receptação de material roubado.

A Sejuc informou ainda que o preso já sofria de problemas de saúde e estava com outros detentos na cela, que não teriam escutado nenhum barulho e não chamaram socorro. Uma perícia do Itep-RN e investigação  vão identificar as causas.



Polícia Civil recaptura preso na cidade de Açú

Policiais civis da Delegacia Municipal de Açú em conjunto com os Agentes Penitenciários do Complexo Penal Estadual Mário Negócio recapturaram, nesta sexta-feira (20), Moisés Pinheiro da Silva após fugir do complexo penal de Mossoró. Ele foi capturado no bairro da COHAB, na cidade de Açú, e continuará cumprindo a pena pelo crime de roubo.

A polícia pede que qualquer informação sobre crimes que estejam acontecendo na área sejam denunciadas por meio dos números (84) 98155-2956, (84) 99992-2122, ou por meio do Disque-Denúncia 181. As informações podem ser repassadas de forma anônima, garantimos o sigilo da sua identidade.



Morte de detento em Alcaçuz gera direito à indenização a sua família

O Geraldo Antônio da Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, condenou o Estado do Rio Grande do Norte, ao pagamento da importância de R$ 40 mil para uma cidadão, a título de indenização por danos morais, em virtude da morte de seu filho, quando se encontrava sob a custódia do Poder Público, cumprindo pena, por tráfico de drogas, em presídio estadual, o que causou grave abalo moral.

A mãe do apenado ingressou com Ação Indenizatória contra o Estado do Rio Grande do Norte afirmando que na data de 9 de julho de 2010, o seu filho, que cumpria pena no presídio de Alcaçuz, pelo crime de tráfico de drogas, foi atingido por uma bala na região da cabeça, vindo a óbito.

Continue lendo



PM prende em Caicó foragido do CDP de Currais Novos

Alex-Pereira, foragido de Currais Novos, é preso em Caicó

Policiais do GTO de Caicó, prenderam no início da tarde desta sexta-feira (08), Alex Pereira Basílio. Ele era foragido no sistema prisional da cidade Currais Novos/RN, aonde cumpria pena por tráfico de drogas.

A prisão aconteceu no Bairro Novo Horizonte, na zona oeste de Caicó.

Os policiais receberam informação da presença de Alex em uma casa no bairro mencionado.

De posse de mandado de busca e apreensão, os policiais o localizaram. Ele não esboçou reação.

Os policiais o conduziram para a Delegacia de Polícia Civil aonde foi autuado.



Presidiário é assassinado no Raimundo Nonato

Preso é assassinado dentro do Presídio Raimundo Nonato em Natal

Do Portal BO – Um presidiário ainda não identificado foi morto com golpes de faca e enforcado, na madrugada desta terça-feira (25), no interior da ala A do presídio provisório Raimundo Nonato. O corpo do interno foi encontrado por agentes no início da manhã durante a distribuição do café.

De acordo com o vice diretor da unidade prisional Alex Silva equipes do ITEP e da Polícia Civil foram acionadas para dar início aos trabalhos de identificação e investigação. “Ainda não sabemos de quem se trata, mas já confirmamos que e um preso da ala A. Com a chegada da Polícia Técnica poderemos saber detalhes sobre o crime“, explicou.

O presídio que também é chamado de cadeia pública de Natal abriga cerca de 400 presos, metade na ala onde ocorreu o crime. A dispuda de poder entre facções e uma das razões para dezenas de assassinatos ocorridos no interior de unidades prisionais do Estado do Rio Grande do Norte ao longo dos últimos 15 meses.



Ex-vereador condenado na Operação Impacto é preso em Natal

Ex-vereador, Dickson Nasser, se apresentou na DECAP e está preso – (Foto: Canindé Soares)

Do G1/RN – O ex-vereador de Natal Dickson Nasser se apresentou à Delegacia de Capturas da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Decap) às 8h desta segunda-feira (13) e está preso. O ex-parlamentar vai iniciar o cumprimento de uma pena de 4 anos, três meses e dez dias de reclusão após uma decisão condenatória do juiz da 4ª vara Criminal, Raimundo Carlyle de Oliveira Costa, ser mantida em segundo grau pelo Tribunal de Justiça do RN. Nasser é condenado por participação em esquema de compra de votos na Câmara Municipal.

Após se apresentar na Decap, o ex-vereador foi conduzido ao quartel do Comando Geral da Polícia Militar. Ele ficará detido lá aguardando a concessão de tornozeleira eletrônica, que depende da disponibilidade da Secretaria de Justiça e Cidadania, para que o juiz da vara de Execuções Penais autorize o uso.

O esquema pelo qual Nasser foi condenado foi desvendado durante a Operação Impacto e resultou ainda na condenação de outras 15 pessoas, sendo a maioria também ex-vereadores. No entanto, os demais réus estão em regime aberto.

O juiz Raimundo Carlyle havia determinado também a prisão do ex-vereador Emilson Medeiros, mas o mesmo obteve efeito suspensivo no recurso especial ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A condenação dos réus nesse processo é de janeiro de 2012. Em novembro de 2014, a Câmara Criminal julgou recursos dos réus, mas manteve a decisão da 4ª vara Criminal. Em fevereiro de 2016, o STF decidiu que pessoas condenadas à prisão devem ser presas assim que tiverem a sentença confirmada pela segunda instância.

Antes, a ordem era prender apenas depois do trânsito em julgado, quando terminava todas as possibilidades de recurso. Agora, uma pessoa condenada em primeira instância, se recorrer à segunda instância e tiver a sentença mantida, poderá ser presa imediatamente para o cumprimento da pena. O condenado continua tendo direito a apresentar recurso, mas atrás das grades.