Dois presos da Penitenciária Estadual do Seridó testam positivo para Covid-19

Presos da Penitenciária de Caicó testam positivo para Covid-19

O Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de Caicó, trouxe a informação de que dois apenados da Penitenciária Estadual do Seridó, testaram positivo para Covid-19.

Trata-se de um homem de 25 anos, que fez teste PCR e está em isolamento e um homem de 37 anos, que também fez teste PCR e está em isolamento.


Grupo que planejava atacar carros-fortes e bancos no Sertão da Paraíba é preso na BR-230

Humberto Vital (Catolé News)- Seis suspeitos de planejar ataques a carros-fortes e bancos, foram presos em uma operação realizada nesta quinta-feira (16), em Aparecida, Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, o grupo foi preso com armas escondidas embaixo da carroceira de um carro.

Segundo a polícia, os seis suspeitos estavam com uma metralhadora, quatro fuzis, uma pistola, explosivos e munições. O grupo estava dividido em dois veículos, com placas de Minas Gerais, e em um deles estavam as armas escondidas.

Ainda de acordo com informações da Polícia Militar, a apreensão do grupo foi feita após um trabalho integrado entre a Polícia Militar da Paraíba, Polícia Federal do Rio Grande do Norte, Polícia Federal da Paraíba e Polícia Civil da Paraíba.

Os suspeitos são dos estados do Maranhão, Ceará, Pernambuco e Bahia, e foram levados para a sede da Polícia Federal em Patos.

Segundo a polícia, operação irá continuar até chegar em outros integrantes da quadrilha.


Coronavírus: Juízes do RN devem analisar prisão domiciliar para presos

O post a baixo fala da possibilidade de 1400 presos dos regimes aberto, semiaberto e fechado do Sistema Prisional do Rio Grande do Norte, serem colocados em prisão domiciliar por terem alguma comorbidade, tipo, pressão alta, diabetes, entre outras, neste período de pandemia do Coronavírus. Nesses casos, eles seriam do grupo de risco.

Diante da situação, o CNJ recomendou aos juízes que analisem cada caso.

Na lista com os 1400 nomes de presos do Sistema Penitenciário Potiguar, está o de Gilson Neudo Soares do Amaral, que foi condenado por ser um dos mandantes do radialista caicoense, F. Gomes. Ainda constam nomes de outros homicidas e assaltantes de banco.

O blog teve acesso a lista que trás nomes de presos de diversas unidades prisionais do estado, inclusive da Penitenciária Estadual do Seridó em Caicó.


RN: Atendimento de advogados em presídios é suspenso pela SEAP

Atendendo a medidas de controle, prevenção e contenção de riscos do novo Coronavírus (COVID-19), elaborados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) suspendeu o atendimento de advogados nas unidades prisionais do Rio Grande do Norte. A medida visa garantir a integridade dos servidores, sociedade, advogados e apenados e vigora até o dia 30 de abril. Visitas de familiares e pessoas externas a rotina dos presídios foram suspensas no dia 13 de março. Nenhum caso suspeito foi identificado no sistema penal do RN.

Continue lendo

Seap/RN remove 134 internos de CDP para instalações mais adequadas

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap/RN) providenciou, na noite desta segunda-feira (9), a remoção de 134 internos para o Presídio Estadual de Parnamirim (PEP), oriundos do Centro de Detenção Provisório localizado no mesmo município.

A motivação para a medida diz respeito a falta de estrutura física e de segurança da unidade prisional, a qual não foi construída para ser presídio. A Seap/RN se preocupa com a condição de trabalho dos agentes penitenciários, as condições de encarceramento, as condições de segurança das instalações e da região onde estão inseridas.

Com isso, os servidores e os internos serão mantidos no mesmo município, importante ainda para os familiares e sem criar dificuldade para a manutenção dos serviços no sistema prisional do RN. A Ouvidoria da Seap entrará em contato com todos os familiares de internos transferidos.


942 internos de unidades prisionais do RN estão inscritos no Encceja

Presos farão provas do Encceja

O Departamento de Promoção a Cidadania da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap/RN) recebeu um total de 942 inscrições para o Exame Nacional de Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja). A prova esta prevista ocorrer nos dias 8 e 9 de outubro, e todas as unidades prisionais do estado estão participando do processo.

A participação no Encceja pode beneficiar a População Privada de Liberdade (PPL) com direito à certificação no ensino fundamental e médio, e ainda a remição de pena. Estes direitos são tratados na diretriz nº 044 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que também incentiva a realização de iniciativas similares.

Continue lendo


Após massacre, presos transferidos de Manaus chegam a Mossoró

Presos transferidos do sistema penitenciário de Manaus chegaram a Mossoró nesta quinta-feira (30) em um avião Hercules C-130, da Força Aérea Brasileira (FAB). Segundo informações veiculadas pela imprensa, mais 17 detentos seriam realocados para presídios federais, devido ao massacre que vitimou 55 presos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), no domingo (26) e na segunda-feira (27).

O Ministério Público informou que entre os detentos que desembarcaram no Aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró, estão os mandantes das chacinas deste último final de semana, e eles são os mesmos de outro massacre ocorrido em janeiro de 2019, também na capital amazonense. No entanto, não há detalhes de quantos desses 17, estão no presídio de segurança máxima do estado.

De acordo com o Governo do Amazonas, ao todo 26 detentos já deixaram presídios da cidade após serem identificados como lideranças de facções. As primeiras nove transferências ocorreram ainda na terça-feira (28), um dia depois do segundo dia de massacre.


23% dos presos respondem por tráfico de drogas no RN

Um em cada cinco detentos do Rio Grande do Norte está preso por tráfico de drogas, segundo o relatório do Banco Nacional de Monitoramento de Presos feito em agosto do ano passado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

O relatório mostra que 1.573 dos 6.841 presos no estado respondem por tráfico, significando 23% do total, entre provisórios e condenados. O crime é o segundo mais comum entre a população do sistema carcerário, ficando atrás somente do roubo.

*Leia notícia completa no site da Tribuna do Norte


Transferidos para o RN durante ataques no Ceará, 39 presos deixam a Penitenciária Federal de Mossoró

Trinta e nove presos que foram transferidos para o Rio Grande do Norte durante a série de ataques ocorridos no estado do Ceará, em janeiro, deixaram a Penitenciária Federal de Mossoró nesta quarta-feira (6) com destino a outras unidades federais. A informação foi confirmada ao G1pela direção do presídio potiguar.

A transferência para outros presídios federais, a partir de Mossoró, já havia sido anunciada pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) quando a unidade potiguar recebeu a primeira remessa de presos no dia 9 de janeiro. Depois dessa, a penitenciária de Mossoró ainda voltou a receber presos no dia 11.

*Fonte: G1/RN


10 presos fogem da Cadeia Pública de Picuí/PB

Pelo menos 10 presos fugiram na madrugada desta terça-feira, (18), da Cadeia Pública de Picuí, na Paraíba. Segundo informações, os homens teriam fugindo pelo telhado e a fuga só teria sido notada pela manhã. Os presos fizeram barulho e cantavam durante a madrugada para despistar os agentes.

As forças policiais estão em diligências para tentar recuperar os presos foragidos.

A polícia pede aos moradores que informem qualquer atitude suspeita pelos telefones: 3371 2915 ou 999490630.

Os nomes dos foragidos são:

José Paulo da Silva Santos, de Picuí (Monga)

João Paulo da Silva Santos, de Picuí

Antônio da Silva Santos, de Picuí

José Edson dos Santos, de Nova Floresta

Ícaro Rodrigo Cavalcante da Silva, de Tangará

Silvestre Evangelista Sobrinho, 22 anos, de Picuí

José William Silva Costa, de Picuí

José Henrique Alves, de Currais Novos

Daniel Quirino de Andrade, de Esperança

Esteferson Pereira Sousa dos Santos, de Picuí


Presos sentenciados devem ser transferidos da Cadeia Pública de Caraúbas em 180 dias

Presos sentenciados devem ser transferidos

O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, em processo da comarca de Caraúbas, determinou a imediata proibição do recebimento de novos presos na Cadeia Pública de Caraúbas, sejam provisórios ou sentenciados, até que a unidade prisional alcance a sua capacidade oficial, de 152 custodiados, o que deverá ser feito no prazo máximo de 180 dias. Além disso, o magistrado condenou o Estado do RN à obrigação de realocar todos os presos definitivos para penitenciária estadual, no mesmo prazo. Bruno Montenegro fixou multa diária de R$ 1 mil, limitada a R$ 180 mil, a ser paga pelo Estado do Rio Grande do Norte em caso de descumprimento da sentença.

O Ministério Público Estadual ingressou com Ação Civil Pública sob a alegação de que a Cadeia Pública de Caraúbas teve a sua capacidade máxima oficial aumentada de 96 para 152 custodiados, através do Decreto Estadual nº 20.382, sem que tenha havido qualquer ampliação da estrutura física.

Continue lendo


Mais de 100 detentos fogem de presídio de segurança máxima em João Pessoa

Presídio PB1 teve fuga em massa em João Pessoa

Cerca de 105 presos fugiram na madrugada desta segunda-feira (10) da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes, o PB1, em João Pessoa, segundo nota divulgada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS). Até às 6h27, 22 detentos haviam sido recapturados.

Pessoas que moram perto da cadeia começaram a ouvir disparos e uma explosão pouco depois da meia-noite. De acordo com informações da PM, cerca de vinte homens chegaram em quatro carros e dispararam várias vezes contra as guaritas, o alojamento e o portão principal, que foi derrubado após uma explosão. Houve troca de tiros entre os bandidos e policiais militares e agentes prisionais.

Em outra ação, que acontecia no mesmo momento, um grupo fechou a rodovial estadual PB-008. Um tenente da PM que tentava combater a ação, foi baleado na cabeça e levado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Segundo o boletim do hospital, o tenente segue internado em estado de saúde grave.

A Polícia Civil investiga o caso, e as primeiras informações apontam que o objetivo era resgatar quatro homens que foram presos no mês passado em Lucena, na região metropolitana de João Pessoa, após um ataque a um carro-forte.

Eles são acusados de integrar uma quadrilha que atua em todo o país na explosão de caixas eletrônicos e carros-fortes.

*Do G1/PB


Identificados os presos encontrados mortos em Alcaçuz

Quatro presos do regime fechado foram encontrados mortos na madrugada de hoje (19) na Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga, em Nísia Floresta, no Rio Grande do Norte.

Os mortos, foram identificados como, Iuri Yorran Dantas Azevedo, de 24 anos, Rodrigo Alexandre Farias Araujo, de 26 anos, Thiago Lucas Oliveira Silva, de 24 anos e Ytalo Nunes de Sousa, de 25 anos. Os corpos foram encontrados pelos agentes penitenciários de plantão, de acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc).

Por meio de nota, a Sejuc informou que o governo do Rio Grande do Norte segue firme no trabalho de aperfeiçoamento do sistema prisional, mantendo os detentos presos e longe do convívio com a sociedade, sem fugas e sem acesso a celulares. “As facções criminosas não se comunicam mais com o exterior da cadeia, o que tem provocado brigas internas”, diz a nota.

A nota diz ainda que a direção do presídio acionou a Delegacia Especializada em Homicídios e o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). As circunstâncias das mortes serão investigadas pela Polícia Civil e só o laudo do Itep poderá determinar a real causa das mortes.

Em janeiro do ano passado aconteceu na Penitenciária de Alcaçuz, como é conhecido o presídio, um massacre que deixou 26 mortos, depois de 14 dias seguidos de rebelião, resultando na destruição quase completa da unidade. Após o final da rebelião, o governo dividiu a penitenciária em duas partes com um muro de concreto para separar as facções rivais.

*Agência Brasil


TJRN realiza cadastramento de 97,4% da população carcerária do estado

Presos passam por recadastramento no Sistema Penitenciário do RN

O Tribunal de Justiça do RN alcançou a marca de 97,4% do mutirão para cadastramento de presos no sistema do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP). Foram cadastrados 6.454 presos de um total de 6.626 registrados no Sistema Integrado de Administração do Sistema Penitenciário (Siapen). São presos já condenados e que cumprem pena nos regimes fechados e semiaberto; ou provisórios, que aguardam julgamento pela Justiça. Considerando os presos em regime aberto, que estão fora das casas prisionais, o total de presos no Rio Grande do Norte é de 7.504 presos. Também foram cadastrados 10.136 mandados de prisão pelo mutirão.

Continue lendo


Lula é o primeiro ex-presidente da República preso por crime comum no país

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o primeiro presidente da República do Brasil preso por crime comum. Condenado a 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro, ele ficará preso em uma sala especial da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Antes de Lula, cinco ex-presidentes da República foram detidos só que por motivações políticas. As prisões começaram com Hermes da Fonseca, no começo do século 20, depois, Washington Luís e Arthur Bernardes, nos anos de 1930, Café Filho, na década de 1950, e Juscelino Kubitschek, durante a ditadura militar.

Os cinco ex-presidentes do Brasil que foram presos antes de Lula

No caso de Lula, ele foi condenado após acusação de ter sido beneficiado com o repasse de R$ 3,7 milhões para a compra e reforma do triplex no Condomínio Solaris em Guarujá (SP). Deste valor, uma parte teria sido utilizada para o armazenamento, entre 2011 e 2016, de presentes que Lula recebeu durante os mandatos como presidente.

De acordo com a denúncia, as reformas feitas no imóvel pela construtora OAS, como a instalação de um elevador privativo, eram parte de pagamento de propina da empreiteira a Lula por supostamente tê-la favorecido em contratos com a Petrobras.