Deicor prende homem que roubou carro que pertencia a empresa de locação

Jeferson Carlos foi preso pela Deicor

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam em flagrante, na manhã desta quarta-feira (23), Jeferson Carlos Cardoso da Silva, vulgo “Jefinho”, de 23 anos. A ação ocorreu após uma denúncia anônima, informando que “Jefinho” estaria com um carro roubado, bem como com alguns baldes de grampos, material usado em uma possível ação criminosa na região do Trairí.

Policiais se deslocaram para a cidade de Tangará e após diligências, localizaram a residência do suspeito, que fica no bairro conhecido por “Bubu”.

No momento da abordagem policial, o homem tentou fugir pulando o muro mas logo foi capturado, confessando que estava com o veículo de modelo Fiat Toro. O carro pertencia a uma empresa de locação, o qual foi alugado na Paraíba desde de fevereiro. Na residência de Jeferson, foi encontrada uma barra de ferro, grampos, uma bigorna utilizada para dobrar os grampos e 5 baldes.

Diante do material apreendido, ele foi preso e conduzido até a delegacia municipal de Tangará para os procedimentos cabíveis.



Suspeito de integrar facção criminosa é preso após telefonema ao MPRN

Pistola foi apreendida com Francisco Ricardo

Francisco Ricardo Dantas da Silva é condenado por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, roubo e associação criminosa. Ele foi preso pela PM, no Planalto, em Natal

A Polícia Militar prendeu nesta segunda-feira o condenado de Justiça Francisco Ricardo Dantas da Silva, suspeito de integrar uma facção criminosa que atua dentro e fora de unidades carcerárias do Estado. Francisco Ricardo foi localizado após um telefonema anônimo ao 127 do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). Ele é condenado a 14 anos e três meses de reclusão em regime fechado pelos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, roubo e associação criminosa.
Francisco Ricardo cumpria pena em regime semiaberto, mas deixou de comparecer à unidade prisional para pernoitar e a Justiça expediu um novo mandado de prisão. Ele era considerado foragido desde outubro do ano passado.
Na manhã desta segunda-feira (21) o Disque-denúncia 127 do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPRN, recebeu uma informação sobre o local onde Francisco Ricardo estava. A Polícia Militar, através do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque), foi acionada e ele foi localizado no bairro do Planalto, zona Oeste da capital potiguar. Francisco Ricardo Dantas da Silva portava ilegalmente uma pistola ponto 40 que pertence à Polícia Civil do Rio de Janeiro. Ele será entregue ao sistema prisional para cumprir o restante da pena a que é condenado.


Prisão do ex-governador de MG Eduardo Azeredo é decretada pela Justiça

Azeredo deve ser preso nas próximas horas

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais negou, nesta terça-feira (22), o último recurso do ex-governador do estado Eduardo Azeredo (PSDB) e decretou a prisão do político, condenado a 20 anos e um mês de detenção no caso que ficou conhecido como mensalão mineiro. Na campanha para reeleição em 1998, Azeredo teria utilizado R$ 3,5 milhões desviados de estatais mineiras.

A decisão no julgamento desta terça foi unânime. Os magistrados Alexandre Victor de Carvalho, Pedro Vergara, Adilson Lamounier e Fernando Caldeira Brant acompanharam na íntegra o voto do relator Júlio Cesar Lorens, que rejeitou os embargos da defesa e decidiu pela decretação da prisão imediata do ex-governador.

Azeredo é investigado pela Justiça há cerca de 11 anos. Denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em 2007, o tucano era senador e, portanto, tinha foro privilegiado. Mais tarde, em 2014, quando o Ministério Público pediu sua condenação ao STF, o político, já como deputado federal, decidiu renunciar ao cargo. Assim, perdeu o direito ao foro fazendo com que o processo fosse enviado para a primeira instância, tendo que ser reiniciado do zero.



Dono do refrigerante Dolly é acusado de fraude fiscal de R$ 4 bilhões

Da Agência Brasil – O empresário Laerte Codonho, dono da empresa de refrigerantes Dolly, foi preso hoje (10) acusado de fraude fiscal e lavagem de dinheiro estimados em R$ 4 bilhões. A operação foi conduzida pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo.

Codonho teve a prisão decretada pela 4ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP) e foi detido em sua casa na Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo. O empresário foi levado para 77º Distrito Policial na capital paulista, junto com o ex-contador da empresa Rogério Raucci e o ex-gerente financeiro César Requena Mazzi.

Continue lendo



Polícia apreende drogas em apartamento na Zona Norte de Caicó

Ércules foi preso pela Polícia com drogas na zona norte de Caicó – (Foto: Divulgação/PM)

Policiais militares do 6º BPM cumpriram na tarde desta sexta-feira (04), mandado de busca e apreensão no apartamento localizada na Rua Alzira de Abreu, nº 105A, no Bairro Darcy Fonseca, Zorna Norte de Caicó.

Os policiais encontraram 3 celulares, 400 reais em dinheiro, sacos para acondicionar drogas, 2 porções de maconha, 5 porções de crack, uma moto Pop 100, de cor preta e placa QG1686/Caicó, além de 25 rais em moedas e outros objetos.

Na ação, foram conduzidos para a Delegacia de Policia Civil, Ércules Júlio dos Santos, de 21 anos e uma adolescente de 17 anos.



Polícia Civil prende o sétimo suspeito na Operação Gota D´Água

Renato Nascimento Barros foi preso na tarde desta segunda – (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na tarde desta segunda-feira (30), uma equipe de policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) prendeu Renato Nascimento Barros, 32 anos, dando continuidade às ações da Operação Gota D´Água, que foi deflagrada na última sexta-feira (27), em Natal e Parnamirim. Renato Nascimento foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária expedida em desfavor, quando estava no bairro de Pajuçara, em Natal. Ele é o sétimo preso na Operação, a qual já havia conseguido prender seis pessoas no primeiro dia da ação.

Prisões da sexta-feira (27) – Foram presos em cumprimento a mandados de prisão Alberto Carlos Cabral Sobrinho, 37 anos; Vanildo Fontes de Moraes; Maxwell da Silva Martins 33 anos; Luiz Ailson Freyre; Andreza Maia, 33 anos e Lara Jussara Nagib Freire Damasceno, 30 anos. Alberto Carlos Cabral também foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas, no apartamento onde ele foi detido, os policiais apreenderam aproximadamente seis quilos de maconha; duas balanças de precisão; cerca de R$ 514,00 e dois celulares.



Polícia Civil prende homem suspeito de ter fábrica clandestina de armas em Mossoró

Francisco Edmilson Diógenes foi preso pela Divipoe – (FOTO: Divulgação/Polícia Civil)

Uma ação de policiais civis da Divisão de Polícia do Oeste – Divipoe, resultou na prisão em flagrante de Francisco Edmilson Diógenes, na tarde desta segunda-feira, 23, em Mossoró. Ele foi preso, na zona rural de Mossoró, por ser apontado como dono de uma fábrica clandestina de arma de fogo, localizada no bairro Belo Horizonte. No local, os policiais apreenderam armas e munições.

Segundo investigações da Polícia Civil, Francisco Edmilson utilizava sua residência, localizada à Rua Beltran Duarte como espaço para manter a fábrica. Os agentes da Divipoe foram até o local e apreenderam uma espingarda calibre 36; seis espingardas de pressão, que estariam sendo transformadas em arma de fogo; duas munições calibre 380; uma munição calibre 38; duas munições calibre 22; estojos de munições deflagrados de calibres 12,28,36,38 e 380.

No momento da abordagem o dono da fábrica não estava na casa, mas foi encontrado em um sítio, na zona rural de Mossoró. Francisco Edmilson foi autuado pelos crimes de posse de arma de fogo e munição. Após pagar fiança, o mesmo foi liberado e responderá em liberdade”, detalhou o delegado Renato Oliveira.



Polícia Civil recaptura preso que participou de grande fuga

Márcio Costa foi preso pela Polícia – (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Policiais Civis de Macaíba recapturaram, na tarde desta terça-feira (24), Márcio Costa de Melo, de 31 anos. Ele cumpria pena na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) por um duplo homicídio ocorrido em Macaíba quando, no dia 25 de maio de 2017, conseguiu fugir junto a mais 87 detentos utilizando um túnel de 30 metros de extensão.

O homem foi encontrado no bairro das Quintas, Zona Oeste de Natal, e será levado de volta ao sistema prisional para continuar o cumprimento da sua pena, que é de 41 anos e meio.



Polícia Civil de Parelhas prende homem em cumprimento de mandado de prisão

Jeferson Diego foi preso pela Polícia Civil – (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Agentes da Polícia Civil de Parelhas prenderam, na manhã desta sexta-feira (20), Jeferson Diego de Souza, de 19 anos. Ele é investigado pelo crime de tráfico de drogas e é suspeito de integrar uma organização criminosa.

No dia 6 de fevereiro deste ano foi encontrado em sua residência cerca de 1 kg e 200 gramas de maconha. Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juízo da comarca de Parelhas e será encaminhado ao sistema prisional.



Polícia prende foragido do Raimundo Nonato em Tenente Laurentino Cruz/RN

Material apreendido pela Polícia em poder de João Kleber

Policiais militares da cidade de Tenente Laurentino Cruz, prenderam na tarde desta sexta-feira (13), o foragido da Justiça, João Kleber Araújo dos Santos, de 28 anos, que estava residindo no sítio Pataporô, em Florânia.

Os policiais realizavam blitz em Tenente Laurentino, quando, Kleber, se aproximou e ao ver os barreira tentou se evadir. Os policiais realizaram diligência e conseguiram abordá-lo. Com ele, que era foragido do presídio Raimundo Nonato, em Parnamirim, foi encontrado um revólver de calibre 38, com  munições, maconha (pequena quantidade) e um monitor de computador, que segundo a polícia, pode ser produto de furto.

Depois de preso, o homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil em Caicó de onde será encaminhado de volta ao sistema prisional.

Contra João Kleber, existia mandado de prisão em aberto. Ele cumpria pena no Raimundo Nonato, pela prática de roubo.



DHPP cumpre mandado de prisão pelo crime de homicídio

Caio foi preso por força de mandado de prisão – (FOTO: Divulgação/Polícia Civil)

Uma equipe de policiais da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) efetuaram, nesta quarta-feira (11), o cumprimento de um mandado de prisão temporária contra o torneiro mecânico Caio Acioli Torres Lima, 30 anos, suspeito pelo crime de homicídio ocorrido no bairro de Santos Reis, próximo ao forte dos Reis Magos, no dia 05 de agosto de 2017.

A prisão ocorreu numa casa de recuperação para usuários de drogas, na Zona Norte.

A vítima foi Thalles da Cunha Fernandes, que era um ex-usuário de drogas e estava dando palestras a dependentes de drogas em casas de recuperação, foi quando conheceu o suspeito Caio.



Polícia Civil autua suspeito por latrocínio ocorrido na manhã de hoje

João Victor foi presos sob suspeita de latrocínio – (FOTO: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Militar prendeu, nesta quarta-feira (11), João Victor da Silva Pereira, de 18 anos e apreendeu dois adolescentes que participaram de um latrocínio na manhã de hoje, no bairro Pajuçara (Zona Norte de Natal). Os três foram encaminhados para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A vítima se encontrava em sua locadora de videogames quando foi surpreendida pelos criminosos e acabou morrendo no local. No assalto, os três roubaram uma televisão e videogames usando um carro de modelo Volkswagen Up e um revólver calibre 38 municiado, apreendido pela polícia.

João Victor foi autuado por latrocínio, roubo, receptação e corrupção de menores. Já os adolescentes, responderão por crimes análogos a latrocínio, roubo e receptação.



Lula não é considerado foragido, diz Justiça Federal

Lula não é considerado foragido pela Polícia – (Foto: Felipe Araújo/Fotos Públicas)

Após o fim do prazo determinado pelo juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é considerado foragido. A assessoria de imprensa da Justiça Federal no Paraná esclareceu que Moro concedeu a oportunidade de ele se entregar à Polícia Fededal e, por isso, mesmo após as 17h, ele não é tratado como foragido da Justiça.

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Antônio Boudens, que se reuniu hoje (6) com o superintendente da Polícia Federal no Paraná, delegado Maurício Valeixo, explicou que Lula não é considerado foragido porque não há componentes de fuga. “A condição de foragido é específica. Tem que haver componentes de fuga, de rejeição de apresentação. Terminou o prazo para que ele se apresente voluntariamente. Como não aconteceu, o mandado será cumprido”.

Boudens se reuniu com o superintendente para pedir reforço na segurança dos agentes que devem cumprir o mandado de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ele, a ordem de prisão do juiz Moro foi muito rápida e não houve tempo hábil para que os policiais planejassem a execução do mandado. “Para a nossa avaliação, foi uma surpresa esse mandado. Apesar de avaliarmos que os ritos legais foram seguidos, nós vimos uma celeridade no procedimento padrão que o TRF4 vem adotando. Essa celeridade tem aspectos positivos e negativos. Não sob o ponto de vista processual, mas sob o ponto de vista do cumprimento e da execução. Nós temos que estar preparados para que tudo transcorra da melhor forma possível”, disse.

Segundo Boudens, outro assunto discutido na reunião com o superintendente foi a manutenção dos serviços à população na sede em Curitiba, como a expedição de passaportes. “Nossa preocupação apresentada aqui para o superintendente foi de manter todos os serviços para não prejudicar nem os policiais nem os cidadãos que buscam o serviço da Polícia Federal”, acrescentou.




Sérgio Moro determina prisão do ex-presidente Lula

O juiz federal Sérgio Moro determinou há pouco a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Conforme a decisão, Lula terá até as 17h de amanhã (6) para se apresentar à Polícia Federal. “Relativamente ao condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva,  concedo-lhe, em atenção à dignidade cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17h do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão”, decidiu Moro.

Continue lendo