Justiça Federal do Rio de Janeiro manda prender novamente deputados do PMDB

O Tribunal Regional Federal (TRF) do Rio de Janeiro decidiu por manter a prisão dos deputados estaduais Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, filiados ao PMDB. Pela sentença, os juízes consideraram que o ato da Alerj de revogar a prisão é ilegal. Cinco magistrados participaram da votação.Logo após a decisão, divulgada na tarde desta terça (21), os três parlamentares se entregaram à Polícia Federal (PF).

Na avaliação dos cinco juízes, houve indícios de flagrante nos crimes cometidos, inclusive na articulação de deputados para nomear Albertassi como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Caso assumisse a vaga, o processo seria transferido para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), o que foi interpretado pelos magistrados como uma maneira de atrapalhar a investigação.

Na semana passada, o TRF mandou prender preventivamente os deputados, que chegaram a ser presos na quinta-feira (16). Segundo a Operação Cadeia Velha, os parlamentares teriam envolvimento com pagamentos ilícitos a donos de empresas de ônibus. Um dia depois, a Assembleia Legislativa do Rio votou pela soltura dos três, assim como pela volta dos seus mandatos. Picciani e Albertassi anunciaram no fim de semana o licenciamento do cargo, mas mantiveram as prerrogativas legais, como foro privilegiado.



Operação “Medellin”: mantida prisão de advogada envolvida

A Câmara Criminal do TJRN julgou e rejeitou mais um Habeas Corpus referente à advogada Ana Paula Nelson, presa por suposto envolvimento na chamada “Operação Medellín”, que investiga as ações de uma quadrilha de tráfico de drogas, que também praticava os crimes de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos e valores. A operação foi deflagrada em 6 de setembro de 2016 pelo Ministério Público e pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte. Ela teria dado apoio à administração dos bens de alto padrão.

Continue lendo



DEFD prende casal por estelionato no bairro de Neópolis

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) prenderam em flagrante, nesta sexta-feira (10), Jaqueline da Conceição, 51 anos, e Adilson Aparecido Nogueira de Souza, 41 anos, quando o casal tentava comprar um carro utilizando uma identidade falsa, em uma revendedora de automóveis, localizada no bairro de Neópolis, Zona Sul de Natal.

Na ação criminosa, Jaqueline utilizava uma identidade falsa em nome de Laura Pereira dos Santos Silva, para realizar a compra do carro Peugeot 207.

Os policiais apreenderam com o casal, uma quantia em dinheiro que seria dada de entrada no veículo, além de cartão de crédito e celular. A dupla foi autuada por estelionato consumado, sendo encaminhados ao sistema Sistema Prisional onde ficarão à disposição da Justiça.

Segue link com o depoimento da dupla presa, e a fala da Delegada Karen Lopes:



Denarc de Mossoró prende família suspeita por tráfico de drogas

Denarc de Mossoró prende família suspeita por tráfico de drogas

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) de Mossoró prenderam em flagrante, nesta quarta-feira (08), Maria Damiana de Oliveira Teixeira, 53 anos, Joaldo Antonio de Oliveira, 38 anos, Antonio Jocélio Oliveira Teixeira, 33 anos, e Jocemberg de Oliveira Teixeira, 31 anos, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o Tráfico. Eles são integrantes da mesma família e estavam em duas residências, localizadas no bairro Santo Antônio, onde foram encontradas drogas armazenadas.

Os policiais apreenderam nas residências a quantidade de 120 gramas de cocaína, 130 pedras de crack, 02 balanças de precisão, sacos para embalar drogas e uma quantia em dinheiro. Eles foram encaminhados ao Sistema Prisional onde aguardarão a decisão da Justiça.



MPF: Raquel Dodge defende prisão após decisão de segunda instância

Em discurso realizado na abertura do 34° Encontro Nacional de Procuradores da República, que ocorreu até domingo, 5, em Pernambuco, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, fez defesa a execução da pena após decisão condenatória em segunda instância. Raquel Dodge ressaltou a importância de o Ministério Público manter uma agenda ampla que conste a defesa de direitos fundamentais, além de promover, através de ações, a prevenção e a punição de crimes que atingem os “bens jurídicos importantes”.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, elogiou o trabalho da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), responsável pelo evento, inclusive na defesa da democracia e das garantias necessárias ao exercício profissional dos membros do Ministério Público.

A procuradora-geral afirmou que, antes mesmo de assumir o cargo, já havia adotado o tema: ninguém acima da lei, ninguém abaixo da lei. De acordo com a procuradora-geral, Raquel Dodge, para que este propósito seja alcançado, é preciso agir na defesa da dignidade humana e também no combate à impunidade.



Caicó: Advogado é autuado por porte ilegal e associação criminosa; OAB acompanha o caso

Advogado foi preso na companhia de dois homens portando armas de fogo

O presidente da OAB em Caicó, Marx Helder Fernandes, juntamente com advogado Marcus França, acompanharam todos os procedimentos feitos na Delegacia de Polícia Civil quanto a prisão do advogado Geovaniny Fonseca Pimentel. Ele foi detido na companhia de Wanderson Hébert Farias e Luís Carlos  Soares na noite deste sábado (28), nas imediações da Praça Dom José Delgado, no Bairro Paraíba. No carro onde eles estavam, foram encontradas duas armas de fogo, sendo um revólver de calibre 22 e outro de calibre 32, este último pertencente ao advogado Geovaniny.

Em contato com o Blog Sidney Silva, o advogado Marx Helder Fernandes, disse que enquanto presidente da Subsecção da Ordem em Caicó, acompanhou todos os procedimentos na delegacia para garantir as prerrogativas de Geovaniny Fonseca.

O advogado ficou preso em uma sala na Delegacia. Ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Consta ainda informação de que os presos Wanderson e Luiz Carlos, teriam dito em depoimento que iriam fazer um assalto em uma academia localizada nas imediações de onde foram presos e que não o fizeram porque viram um policial no local.

A prisão do trio se deu depois que a movimentação suspeita foi identificada. Uma viatura que fazia rondas no setor logo foi acionada e fez a abordagem no carro que era ocupado pelos suspeitos.

O advogado disse em seu depoimento que passava no local e reconheceu um de seus clientes e parou para cobrar honorários advocatícios.



Suspeito de integrar grupo de extermínio é preso em Ceará-Mirim

Suspeito de integrar grupo de extermínio é preso em Ceará-Mirim

Uma ação realizada pela Força Nacional, com o apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prendeu, nesta terça-feira (24) na cidade de Ceará-Mirim, João Maria Rodrigues do Nascimento, 43 anos, suspeito de integrar um grupo de extermínio pela prática de homicídios. Ele foi preso através do cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Segundo investigações, João Maria era vigilante e atuava no grupo criminoso, o qual também era composto por pessoas que praticavam a mesma profissão, sendo presos, no último dia 18, os integrantes Adilson Lima da Cruz, vulgo “Dil” ou “Kokão”, 46 anos, e Creginaldo da Cunha Santos, 38 anos, através de uma ação da Força Nacional, com o apoio da DHPP. João Maria foi preso e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.



Polícia Civil de Assú prende dupla suspeita por homicídio

Uma ação da Polícia Civil de Assú prendeu, nesta quarta-feira (18) na cidade de Patu, Damião Firmino da Silva, vulgo “Damião do Baralho”, 59 anos, e o seu filho, Éder Flankle da Silva, 35 anos, em cumprimento mandados de prisão preventiva.

A dupla é suspeita pelo homicídio de Francisco das Chagas Bezerra, ocorrido no dia 04 de julho de 2008, no bairro Frutilândia, em Assú.

A vítima foi assassinada através de disparos de arma de fogo, além de chutes e socos. Após as investigações policiais, a dupla foi presa sendo encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.



Deicor captura foragido investigado por integrar organização criminosa de roubo a bancos

Foragido é preso pela Deicor

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prenderam, nesta segunda-feira (16) no bairro Planalto, o foragido da Justiça, José Miguel de Azevedo Filho, 28 anos, em cumprimento de mandado de prisão preventiva por um duplo homicídio ocorrido na cidade de Campo Grande.

A prisão foi realizada através de investigações das delegacias de Patu e de Janduís, sendo o homem capturado em uma cigarreira, localizada no bairro Planalto, onde ele teria comprado o estabelecimento com o intuito de disfarçar-se. José Miguel é investigado pela Deicor por ser um dos integrantes de uma organização criminosa especializada em roubo a bancos, a qual tinha como líder o seu primo Ranielly Brito de Azevedo, preso em uma operação da Polícia Federal no último dia 05 no estado de Pernambuco, juntamente com o seu irmão Rafanio Brito de Azevedo. José Miguel foi capturado e encaminhado ao sistema prisional.



Polícia Civil de Macaíba prende dupla com armas após perseguição

Polícia Civil de Macaíba prende dupla com armas após perseguição

Uma equipe de polícia civil de Macaíba prendeu em flagrante, nesta segunda-feira (16) na cidade, Jadeilson Felipe dos Santos Gomes, 20 anos, e Jussiê Carlos de Souza Eusebio, 25 anos, após perseguição, sendo apreendidos com a dupla, duas armas de fogo de calibre 38 e um veículo Classic, de cor branca, o qual eles utilizavam para a fuga.

No momento da perseguição, além da dupla, estavam mais dois homens, que se evadiram, sendo o grupo suspeito de cometer crimes na região.

A Polícia Civil de Macaíba solicita colaboração da população para que, caso haja reconhecimento de algum dos homens por cometimento de crimes, informar a delegacia anonimamente através do Disque Denúncia, de número 181.



Polícia Civil prende dupla suspeita de tentativa de resgate de presos e tiroteio contra CDP da Ribeira

Policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia, com o apoio da 4ª Delegacia de Polícia, prenderam, na manhãtarde desta sexta-feira (06) no bairro Brasília Teimosa, Jordenilson Vareliano da Silva, 20 anos, conhecido como “Primo” ou “Nessinho”, e Luiz Morais de Oliveira Júnior, 35 anos, suspeitos de participarem da tentativa de resgate de presos e do tiroteio contra o Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, ocorridos nas primeiras horas de hoje. Através de imagens de câmeras de segurança em uma praça localizada em frente ao CDP, os policiais realizaram, na manhã desta sexta-feira, uma possível rota de fuga dos criminosos. Nas imagens, é possível a visualização de 12 homens em três carros, sendo esses uma amarok branca, um uno vivace, e um veículo sedan preto.

Após seguir a provável rota de fuga, os policiais chegaram no bairro Brasília Teimosa, Zona Leste de Natal, e encontraram um carro sedan preto, com características semelhantes a um dos veículos das imagens das câmeras de segurança, e em seu interior estavam Jordenilson e Luiz, os quais não residiam na localidade, sendo apreendidos com eles, maconha, cocaína, além de R$ 1.800,00 reais. Segundo os policiais, a dupla é suspeita de participar do tiroteio e tentativa de resgate de presos no CDP da Ribeira. Além da suspeita, também há testemunhas que confirmam a participação dos dois homens na ação criminosa. Eles foram autuados em flagrante pelos crimes  de tráfico de drogas e tentativa de resgate, serão  encaminhados ao sistema prisional. A Polícia Civil prosseguirá nas investigaçães para localizar e prender os demais integrantes dos crimes.



Foragido é capturado e confessa ter cometido roubo e estupro em residência na cidade de Parnamirim

Investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Parnamirim resultaram no interrogatório, realizado nesta quinta-feira (05), do foragido da Justiça Jeová Soares de Lima, vulgo “Galo Cego”, 29 anos, o qual confessou que no dia 29 de junho realizou um roubo em uma residência no bairro Nova Esperança, em Parnamirim, onde, além do crime, também cometeu um estupro. Jeová foi preso em flagrante por furto, na cidade de Goiana, em Pernambuco, utilizando o nome falso de Jaspion Valdevino dos Santos. Ele foi recambiado para o Rio Grande do Norte, onde responde pelos crimes de roubo e estupro, estando foragido do Centro de Detenção Provisória de Nova Parnamirim, desde o dia 31 de maio de 2017, quando teria fugido juntamente a mais outros três detentos.

Em depoimento, Jeová confessou que após a fuga, se evadiu para a residência do sogro, na comunidade de Mendes, em Parnamirim, e logo após para a residência do irmão, no bairro Nova Esperança, onde, no dia 29 de junho, teria saído a procura de uma residência para a prática de roubo, com o intuito de vender os objetos do crime e fugir para João Pessoa, na Paraíba, onde reside a sua ex-companheira. Segundo ele, após selecionar o imóvel, cobriu a face com uma camiseta rosa, e adentrou na casa, onde encontrou uma mulher, uma adolescente e duas crianças, as quais foram rendidas, roubando, em seguida, diversos pertences das vítimas, entre esses, uma televisão portátil, um videogame, um telefone celular, e diversos perfumes femininos.

No decorrer da ação criminosa, a qual ele simulou estar em posse de uma arma de fogo, o homem estuprou uma mulher na sala da casa, tendo anteriormente trancado em um quarto, a adolescente e as duas crianças. Após o cometimento dos crimes, Jeová afirmou que se deslocou para uma oficina, no município de São José de Mipibu, onde tentou vender os produtos do roubo, e em seguida viajou para João Pessoa, na Paraíba, tendo vendido, em um mercado na cidade, todos os pertences das vítimas, entre esses a televisão e o videogame, os quais foram trocados pelo valor de R$ 100,00 reais, cada. Ele confessou ainda que usa drogas, e que já esteve internado no Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Acusado de Ato Infracional (CIAD), quando menor de idade. Jeová foi reconhecido pelo terço tatuado na mão e antebraço. Ele foi preso, retornando ao sistema prisional.

Confira imagens do depoimento de Jeová, e da fala da delegada da Deam de Parnamirim, Luana Faraj:



Arthur Nuzman é preso na Lava Jato por suspeita de fraude na escolha da Rio 2016

Nuzman é preso na Lava Jato por suspeita de fraude na escolha da Rio 2016

Do G1 – Agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal prenderam Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Rio 2016, e Leonardo Gryner, ex-diretor de operações do comitê Rio 2016 e braço-direito de Nuzman, na manhã desta quinta-feira (5), na Zona Sul do Rio.

Nuzman é suspeito de intermediar a compra de votos de integrantes do Comitê Olímpíco Internacional (COI) para a eleição do Rio como sede da Olimpíada de 2016. Ele foi preso em casa, no Leblon, por volta das 6h. Nuzman é presidente do COB há 22 anos. O pedido de prisão foi decretada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

O pedido de prisão foi decretado porque houve uma tentativa de ocultação de bens no último mês, após a polícia ter cumprido um mandado de busca na casa de Nuzman no mês passado. A ação é um desdobramento da “Unfair Play”, uma menção a jogo sujo e que é mais uma etapa da Lava Jato no Rio. Os presos serão indiciados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.



Projeto de lei que aumenta pena para quem resiste e desobedece policiais está pronta para ir à votação

O mês de agosto registrou um aumento de 5,2% na demanda por Crédito ao Consumidor. É o que apresenta a Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito, empresa de inteligência analítica sobre consumidores e empresas.

Segundo o levantamento feito pela empresa, no comparativo com o mesmo mês do ano passado, a demanda por crédito aumentou quase 2%. No acumulado dos últimos 12 meses, de setembro de 2016 a agosto de 2017, apresentou uma queda de mais de 5%.

Dois segmentos compõe o indicador, e ambos apresentaram uma retração. O financeiro, com queda de 9% e o não financeiro, com queda de 2,5%.

Na avaliação da Boa Vista, os dados indicam que aos poucos os indicadores vão retornando para uma situação mais neutra. Entre os fatores que contribuem para uma recuperação e aumento da demanda por crédito estão o aumento do consumo e a retomada da atividade econômica. O cenário positivo com relação aos juros e inflação também fazem com que a empresa acredite em uma retomada consistente dos indicadores, que em uma projeção, apresentarão níveis positivos novamente até o primeiro trimestre de 2018.



PF prende ex-gerente da Caixa condenado por desviar recursos de clientes em Natal

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (28) em Natal, um ex-gerente da Caixa Econômica Federal, 49 anos, condenado pelo crime de peculato.

A prisão foi em decorrência do cumprimento de um mandado judicial expedido pela 14ª. Vara da Justiça Federal que o considerou culpado de ter se apropriado e desviado valores nas contas de correntistas, a título de falsos empréstimos, quando exercia a sua função no ano de 2009.

Ao saber que estava sendo procurado, o homem se apresentou espontaneamente na Polícia Federal, onde foi preso e, em seguida, levado para fazer exame de corpo de delito no ITEP.

Ele permanece custodiado na Superintendência da PF, no bairro de Lagoa Nova, à disposição da Justiça, e deve ser transferido nos próximos dias para o Sistema Prisional do Estado, onde cumprirá a pena que lhe foi imposta.