Deicor prende suspeitos de envolvimento com roubos a bancos e tráfico de drogas

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prenderam, nesta terça-feira (12), três homens que são investigados por fazer parte de um grupo especializado em assaltos a bancos e tráfico de drogas. “Os três homens, que estavam foragidos da Justiça da Paraíba pela prática de tráfico de drogas, fazem parte do mesmo grupo que era liderado pelos criminosos Gilmar da Cruz Silva, vulgo “Curau” e por José Ivanilson Dias Gomes, que era conhecido por “Baixinho”, detalhou o diretor da Deicor, Odilon Teodósio.

José Martins da Silva, 41 anos; José dos Santos Alves, 30 anos e Luiz José Mendes Nogueira (conhecido por “Ceará”), 52 anos, foram presos quando estavam em uma granja localizada na comunidade de Taborda, zona rural de São José de Mipibu. Com o trio preso, os policiais civis apreenderam um veículo Gol G6 de cor prata, roubado e com placas clonadas.

Continue lendo



Defur prende trio suspeito por roubo a uma empresa de eventos

Entre os mostrados nas imagens apenas um conseguiu fugir

Policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (Defur) de Natal prenderam, nesta terça-feira (05), Magnos Kelly da Cunha Valentim, 23 anos, Wallace Lima da Silva, 23 anos, e Francisco Fabiano Silva de Melo. Eles são suspeitos de envolvimento em um roubo contra uma empresa de eventos, localizada no bairro Candelária, ocorrido no dia 09 de setembro.

Segundo as investigações, Magnos teria passado informações privilegiadas para a realização do roubo. A investigação revelou também a participação de Francisco Leandro Lopes Da Silva, que teria atuado como motorista dos criminosos durante o roubo e de Felipe Martins De Sousa, que teria fornecido o veículo utilizado no crime.

Francisco Leandro já havia sido preso em flagrante, no dia 29 de setembro, pela Polícia Militar após a realização de um arrastão no bairro de Capim Macio. O outro envolvido, Felipe Martins, está foragido, ele empreendeu fuga após a prisão de Francisco Leandro.

Os presos foram reconhecidos pelas vítimas do roubo sendo encaminhados ao Sistema Prisional onde aguardarão a decisão da Justiça. A Polícia Civil divulga uma imagem do Felipe Martins e solicita apoio da população para obter informações sobre o seu paradeiro de, qualquer informação pode ser repassada através do Disque-Denúncia 181.




Polícia Civil de Parelhas prende três homens após assalto a posto de gasolina

Material apreendido pela Polícia de Parelhas

A Polícia Civil de Parelhas com apoio da Polícia Militar prendeu, na terça-feira (13), Aleff Bezerra dos Santos, 27 anos, vulgo “Zé Pequeno”, Gilsimar Silva Rodrigues, 22 anos, vulgo “Cimar” e José Welington da Silva, 24 anos. Eles foram presos após diligências policiais para capturar os suspeitos de um roubo ocorrido no posto de gasolina Xique Xique, que havia acabado de sofrer a ocorrência criminosa e de onde foi subtraído a quantia de R$ 17.000,00 (dezessete mil reais).

Os policiais encontraram Aleff Bezerra com um rifle calibre .40 e um revólver calibre .38 com diversas munições de iguais calibres, sendo autuado em flagrante pelo crime de roubo qualificado e por posse de arma de fogo de uso restrito e por posse de arma de fogo de uso permitido. Gilsimar foi encontrado com a moto utilizada no crime e um revólver calibre .32 que estava escondido, sendo autuado em flagrante por porte de arma de fogo de uso restrito e por roubo qualificado.

José Welington, frentista do posto de gasolina roubado, foi preso por estar em posse de munições de arma de fogo calibres .32 e .44, sendo autuado em flagrante por posse de munição de uso permitido e posse de munição de uso restrito. Os três homens foram presos e encaminhados ao Sistema Prisional onde aguardarão a decisão da Justiça.



Polícia Civil prende suspeitos que revendiam passagens de ônibus ilegais em Natal

A Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) deflagrou em Natal, na manhã desta quinta-feira (09), a Operação Janela Fechada 2 queprendeu seis homens que revendiam passagens de ônibus ilegais, nas paradas de ônibus localizada à avenida Bernardo Vieira, no bairro de Tirol, na avenida Salgado Filho, e na avenida Rio Branco, no bairro Cidade Alta. O grupo foi preso em flagrante pela prática do crime de estelionato. Com eles, os policiais civis apreenderam cartões de passagens e dinheiro. Em agosto de 2016, foi deflagrada a primeira fase da Operação que efetuou a prisão de 19 suspeitos.

De acordo com a delegada adjunta da DEFD, Karen Cristina Lopes, a Operação visa prender pessoas conhecidas como “cartãozeiros” ou “valeiros”, quefazem parte de um esquema ilegal de compra e venda de vale-transporte. Segundo a delegada, a operação prosseguirá, através de uma ação integrada da Polícia Civil com a Polícia Militar, a qual será pauta de reunião com os representantes do órgão. No crime, os suspeitos oferecem ao usuário uma passagem com o preço abaixo do valor da tarifa comercial vigente, em alguns casos, o desconto é de R$ 0,50. O usuário recebe o cartão, usa no coletivo e depois devolve o mesmo para o valeiro.

Segue link com imagens da Operação Janela Fechada 2:



Saiba quem foi preso até agora na Operação Lavat

Cerca de 110 policiais federais cumprem 27 mandados judiciais, sendo 22 mandados de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 2 de condução coercitiva em Natal, Parnamirim, Nísia Floresta, São José de Mipibu e Angicos, todas cidades potiguares. Em Brasília/DF, estão sendo feitas buscas no Ministério do Turismo.

Foram presos: Aluísio Henrique Dutra de Almeida, José Geraldo Moura Conseca Júnior e Norton Domingues Masera. E foram alvo de condução coercitiva (quando o investigado é levado até a delegacia para prestar depoimento) Domiciniano Fernandes da Silva e Fernando Leitão de Moraes Júnior.

Durante a análise do material apreendido da Operação Manus, deflagrada em junho deste ano, foram identificadas fortes evidências quanto à atuação de outras pessoas pertencentes a organização criminosa, que continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de valores para o chefe do grupo. Foi identificado também esquema criminoso que fraudava licitações em diversos municípios do Estado visando obter contratos públicos, que somados alcançam cerca de 5,5 milhões de reais, para alimentar a campanha ao governo do estado de 2014.

Do G1



Deicor prende trio suspeito de participar de esquema criminoso envolvendo roubo de 50 veículos

Uma ação realizada entre policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) resultou, nesta quarta-feira (20) na cidade de Parnamirim, na prisão de Max Abdon da Silva, Jairo Augusto Pereira de Melo, 28 anos, conhecido como “Gugu de Felipe Camarão”, e Geane de Oliveira Soares, suspeitos de participarem de um esquema criminoso envolvendo roubo de veículos na cidade de Natal e em cidades vizinhas. Através de investigações, a polícia detectou um veículo roubado em uma residência, localizada na Rua Caminho da Enseada, no bairro Cajupiranga, em Parnamirim, onde estavam integrantes de uma associação criminosa suspeitos de roubar carros.

Antes da entrada dos policiais, Max percebeu a ação da polícia e ordenou que a sua companheira Geane se retirasse da casa, sendo ela presa posteriormente. Eles se evadiram do local, e durante a fuga trocaram tiros com a polícia, Max foi ferido e socorrido ao hospital, estando em posse de um documento falso no nome de Wallace Gomes da Silva. Na residência, os policiais encontraram dois veículos roubados, sendo um de modelo Toro de cor branca, roubado ontem (19) em uma farmácia, e outro Honda Civic de cor prata, além de vários possíveis objetos de roubos, entre esses, aproximadamente 30 bolsas, relógios, perfumes, e utensílios pessoais. Segundo o delegado da Deicor, Erick Gomes, o esquema criminoso funcionava de forma articulada, tendo Geane a função de auxiliar na divisão de tarefas do grupo.

Continue lendo



Deicor prende suspeito de participar de roubo a pedreira em São Gonçalo do Amarante

Cordéis detonantes roubados de pedreira

Uma ação realizada por policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prenderam, nesta terça-feira (11) em São Gonçalo do Amarante, Lucas Souza Xavier, 23 anos, suspeito por um roubo a uma pedreira, ocorrida neste domingo (09) na cidade. No dia do crime, policiais militares realizaram diligências e identificaram suspeitos em um veículo Celta prata, o qual foi abandonado pelos homens com diversos materiais, entre eles 50 quilos de explosivo granulado, 193 espoletins, e 81 tubos Noel.

Lucas era proprietário do veículo Celta prata utilizado no roubo, e foi preso em sua residência, através de investigações da Deicor, que também identificaram Mário César Freitas da Silva Júnior, 22 anos, como um dos participantes do crime, tendo ele já sido preso pelo crime de receptação. A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado prosseguirá em diligências para localizar Mário e os demais participantes do roubo a pedreira, e solicita apoio da população para a localização do foragido.



Operação Fim da Linha prende envolvidos com tráfico de drogas e roubos em residências em Parnamirim

Polícia Civil prendeu pelo menos 8 pessoas na Operação Fim da Linha

Uma investigação da 1a. Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim resultou na deflagração da Operação Fim da Linha nas primeiras horas desta quarta-feira (28), nas cidades de Parnamirim e Natal, com o intuito de prender suspeitos envolvidos com roubos que estavam sendo realizados em residências da cidade. A ação policial, que contou com o apoio da Polícia Militar, envolveu mais de 60 policiais e foi coordenada pela Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal(DPGRAN). A Operação, que realizou o cumprimento de mandados de busca, apreensão e prisão, resultou na prisão de cinco homens envolvidos com os crimes de roubo, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo. Em uma das casas que eram alvo da Operação, os policiais encontraram um galinheiro que servia de esconderijo para armazenar drogas.

Nossa delegacia ficou responsável por investigar assaltos que aconteceram em residências de um policial militar e de um agente penitenciário. No mês de abril, nós conseguimos prender três suspeitos que roubaram a casa de um agente penitenciário e com o decorrer da investigações, nós identificamos que Francisco Carlos Andrade do Nascimento foi um dos homens que roubou a casa de um policial militar e daí começamos a mapear áreas e outros suspeitos envolvidos nestes roubos”, detalhou o delegado Luiz Lucena, da 1a. DP de Parnamirim.

Continue lendo



Prisões podem levar Polícia a descobrir motivação da morte do Sargento Cândido

Francisco Jadson (de camisa vermelha) e Jefersson (de camisa branca) foram presos em Currais Novos

A Polícia Civil investiga o fato de a arma tomada do policial militar, Antônio Cândido dos Santos, morto no dia 5 de junho em Natal, ter sido usada em assalto na zona rural de Lagoa Nova, na Serra de Santana, na madrugada de quarta-feira (21). A arma foi apreendida pela polícia de Currais Novos dentro da bolsa de uma das duas mulheres que estavam em motel escondidas. Elas são adolescentes.

Um dos homens que foi preso na mesma ação, foi identificado como, Jeferson Rodrigo do Nascimento, de 24 anos, conhecido por (Passarinho). Ele disse em entrevista à imprensa, que a pistola que foi tomada do Sargento Cândido, que estava em poder deles, estava na verdade com um homem identificado como “Buiú”, que está foragido. “A arma fica rodando de mão em mão. Ela estava com o Buiú”, disse.

A Polícia está apurando a informação de que um dos presos é natural de cidade da região Seridó, inclusive, se morou no Distrito de Laginhas, aonde também residiu o Sargento Cândido e sua família.

A prisão das quatro pessoas em Currais Novos portando a arma do policial, poderá levar a Polícia Civil para a possível motivação do crime que terminou com a morte do Sargento Cândido. Ou seja, se realmente foi um assalto, ou se foi um crime por encomenda.



Entrevista/VÍDEO: Coronel Costa confirma que “Filé” agia em assaltos e assassinatos

O tenente-coronel, Walmery Costa, comandante do 6º BPM de Caicó, concedeu entrevista na Rádio Caicó nesta quarta-feira (31), falando sobre as prisões dos dois foragidos “Filé” e “Del”, ocorridas em Natal.

Assista:



Fugitivos do PEP são recapturados pela PM

Drogas, celular e outros objetos apreendidos dentro do PEP

Diligências da Polícia Militar resultaram na apreensão de três foragidos da Penitenciária Estadual de Parnamirim na tarde desta sexta-feira (26). Adriano Azevedo da Silva, Manoel batista da Silva Jr e Jonathan Ferreira da Silva haviam escapado ontem do presídio.

Além disso, uma operação realizada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) no início desta tarde culminou com a apreensão de drogas na PEP. A ação foi comandada pelo secretário-adjunto da pasta de Justiça e Cidadania do governo do Rio Grande do Norte, Michael Anderson.

Ao todo, foram revistados individualmente 500 internos, dos quais dois foram flagrados com entorpecentes e conduzidos à delegacia. Uma quantidade de droga foi abandonada tão logo a operação teve início.

Além disso, um celular, carregador, chips, fones de ouvido e cachimbos artesanais também foram recolhidos pelos policiais.



Operação “Pano de Prato” prende 12 pessoas envolvidas com tráfico de drogas

Presos na Operação Pano de Prato em Jardim de Piranhas

Na manhã desta sexta-feira (26), a Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, da Polícia Civil da Paraíba e da Polícia Rodoviária Federal, deflagrou a “Operação Pano de Prato” em cidades que fazem parte da região de Caicó, com o objetivo de prender pessoas envolvidas com o tráfico de drogas. Até o momento, foram presos 12 suspeitos mediante mandados de prisões, sendo que destas prisões, duas foram cumpridas contra acusados que já estão presos, em unidades do sistema prisional do do Rio Grande do Norte e da Paraíba. Além das prisões, também foram apreendidos três adolescentes. A Operação ainda está em andamento e outras prisões ainda podem ser efetuadas.

As prisões foram efetivadas nas cidades de Jardim de Piranhas, Timbaúba dos Batistas, Caicó, na zona rural da cidade de Serra Negra do Norte e na cidade de Brejo do Cruz, no Estado da Paraíba. Um mandado de prisão foi cumprido contra um acusado que está detido na Penitenciária Estadual do Seridó, o Pereirão, em Caicó e outro mandado foi cumprido contra um homem detido na Cadeia Pública de Brejo da Cruz, na Paraíba.

Durante a Operação foram presos Artur dos Santos Marques, 19 anos; Damião Fernandes dos Santos; Agricio Batista de Medeiros, 35 anos; Afran Marcolino Gomes, 35 anos; Oreste Resende Santiago, 27 anos; Francisco dos Santos Dultra, 26 anos; Jonh Lenno da Silva, 24 anos; Francinildo dos Santos, 34 anos; Cledimar dos Santos, 47 anos e Mirthes Luanny de Medeiros, 20 anos.

Planta de maconha encontrada em Jardim de Piranhas

Três suspeitos detidos, também foram autuados pela prática de crimes em flagrante. Damião Fernandes dos Santos estava com uma espingarda e foi autuado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e Agricio Batista de Medeiros foi autuado por tráfico de drogas. Na casa de um dos adolescentes, os policiais apreenderam um “pé de maconha”.

A operação contou com o trabalho de equipes da Polícia Civil da 3a. Delegacia Regional de Polícia Civil de Caicó e de várias delegacias do interior do Estado, totalizando a ação de 16 delegados e 50 policiais civis. Também atuaram na ação equipes do Grupo Tático Operacional (GTO) da Polícia Militar das cidades de Timbaúba e Jardim de Piranhas, além da Polícia Rodoviária Federal. Policiais civis de Brejo do Cruz, no Estado da Paraíba, também deram apoio à Operação.

A Operação recebeu este nome devido ao fato de, na investigação, ter sido constatado que os criminosos utilizavam o termo “pano de prato” e “bordado” para se referirem à negociação de drogas.



Operação apreende armas e prende 4 em Natal

Material apreendido em Natal pela Polícia
Material apreendido em Natal pela Polícia

A Secretaria Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) deflagrou na tarde desse domingo (16) mais uma operação de combate à criminalidade através do Comando de Policiamento Metropolitano da Polícia Militar, na comunidade do Mosquito, na zona oeste de Natal.

Buscando desarticular possíveis quadrilhas que estariam atuando na região, policiais do Batalhão de Choque (BPChoque), Batalhão de Operações Especiais (Bope) e Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (Rocam), abordaram diversos suspeitos após receber informações que estaria havendo uma reunião de infratores no local, e conseguiram apreender uma espingarda, uma pistola e um revólver, além de pedras de crack.

Quatro homens foram apreendidos em conflito com a lei. Eudson Berg Oliveira dos Santos, Liedson Tavares dos Santos, vulgo “anjo da morte”, Joaci Daniel de Sena, vulgo “nego de neci”, e Claudecio Lopes da Silva, vulgo “baleado”. Este último estava foragido da Justiça. Todos os detidos são membros de uma facção criminosa e foram autuados na Delegacia de Policia Civil por associação criminosa, tráfico de drogas, e porte ilegal de armas.



Vídeo: Polícia realiza Operação “Santa Semana” em Pipa e Tibau de Sul

Dinheiro e droga apreendida pela Polícia Civil

A Delegacia de Polícia Civil de Pipa em conjunto com o destacamento da Polícia Militar em Tibau do Sul deflagraram nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (12), a Operação Santa Semana na praia da Pipa e em Tibau com o intuito de prender pessoas envolvidas com a prática do crime de tráfico de drogas na região. Estiveram envolvidos na ação 80 policiais civis e militares que cumpriram 14 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão contra um criminoso que já estava cumprindo pena em presídio. Quatro pessoas foram presas em flagrante.

Na Operação foram apreendidos R$ 1.275,00, duas armas de fogo e um tablete de maconha. A Polícia cumpriu um mandado de prisão contra Jonatan Oliveira da Conceição, que já cumpre pena por crime anterior. Foram presos em flagrante um homem conhecido por Raul Tavares Siqueira, 24 anos, com cocaína e autuado por tráfico de drogas; Jailson de Albuquerque Cavalcante, 36 anos, foi preso com uma pistola 380 com a numeração raspada e autuado pela prática do crime de posse de arma de fogo de uso restrito e uma mulher, Maria das Dores Barbosa, 39 anos, foi presa com um tablete de maconha e autuada pelo crime de tráfico de drogas. Além das prisões, a Polícia Civil autuou Herick Lucena Tinoco de Brito, 22 anos, pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. Herick estava com um revólver calibre 38 e pequenas porções de droga (maconha e skank). Ele teve direito a pagar fiança e foi liberado.

Participaram da coordenação da Operação, o delegado de Pipa, Luciano Augusto; o comandante do Pelotão da Polícia Militar em Pipa, tenente Daniel e o comandante do destacamento da Polícia Militar em Tibau, cabo Barros. Também atuaram na Operação Santa Semana, policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) e das delegacias de João Câmara, Touros, Patu, São Bento do Norte, Santa Cruz, Goiaininha, Pedro Velho e da 10a Delegacia Regional de Polícia Civil de João Câmara. Policiais militares de Canguaretama, Nova Cruz e do Batalhão de Choque também trabalharam na Operação.