Homem que atirou em promotores em Natal é servidor da Procuradoria-Geral de Justiça

Procurador-adjunto, Jovino Pereira, foi baleado dentro de seu ganbinete

A assessoria de imprensa da Procuradoria-Geral de Jistiça, confirma que o ataque realizado contra dois promotores de Justiça dentro da sede da Procuradoria em Natal, foi praticado por um servidor até agora identificado como Guilherme. Ele entrou no Gabinete do procurador-adjunto, Jovino Pereira da Costa Sobrinho, aonde estava também o promotor Wendel Bethoven Ribeiro Agra e abriu fogo.

Promotor, Wendell Beetoven, é baleado dentro da Procuradoria Geral da Justiça

O promotor Jovino Pereira foi imediatamente socorrido para o Walfredo Gurgel enquanto Wendel Bethoven recebeu os primeiros socorros ainda na sede da Procuradoria pelo Samu, mas, em seguida foi levado para uma unidade hospitalar.

O atirador, fugiu pelo estacionamento, mas, os vigilantes da Procuradoria atiraram contra o homem para contê-lo e atingiram o seu carro. Ele conseguiu escapar.