Policiais civis realizaram protesto também em Caicó; Veja vídeo

Policiais civis de Caicó também fizeram protesto na manhã desta segunda-feira (24), por causa da morte do agente Renildo de Morais, ocorrida na manhã do último sábado. Todas as viaturas foram conduzidas para vários cruzamentos de ruas e avenidas e lá fecharam por 1 minuto o trecho. Os giroflexs e sirenes dos carros foram ligados.

Veja vídeo feito pelo radialista, Suébster Nery:



PMs e bombeiros farão protesto nesta quinta-feira

Policiais militares e bombeiros do Rio Grande do Norte farão um protesto na manhã da próxima quinta-feira (14), no cruzamento do shopping Midway Mall, para chamar atenção sobre a violência contra policiais e a valorização profissional. O ato está sendo organizado pela Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPBMRN) e foi deliberado na manhã desta segunda-feira (11), junto com outra atividade marcada para a próxima segunda (18).

Continue lendo



Caminhoneiros encerram protesto em Caicó; “Conseguimos o nosso objetivo”, disse um deles

Mailson Brito confirmou a paralisação em Caicó -(Foto: Sidney Silva)

A BR-427 em Caicó, foi desobstruída na ainda na noite de terça-feira (29), pelos caminhoneiros que faziam protesto desde a quarta-feira (23).

Um dos organizadores do movimento em Caicó, o caminhoneiro, Mailson Brito, disse ao Blog Sidney Silva, que a falta de apoio por parte da maioria da população, foi um dos fatores que os levou a desistir, além do cansaço.

Por volta das 22hs horas, a Polícia Rodoviária Federal esteve no local do protesto e falou que por volta da meia noite, nós teríamos que desobstruir a BR para passar quem quisesse e de 06hs da manhã poderíamos voltar ao protesto. Assim nós fizemos, mas, hoje nós decidimos parar totalmente, porque, nós não estamos tendo apoio da população, principalmente de quem abastece com gasolina. Então, nós já conseguimos o nosso objetivo. Já baixou R$ 0,46 centavos no diesel, o eixo erguido não vai pagar mais, outras reivindicações também, então decidimos parar. Teve também o cansaço“, disse.




Ato pró-Guararapes em frente ao MPT em Natal teve 5 mil pessoas

Ato pró Guararapes teve 5 mil pessoas – (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte)

Tribuna do Norte – Os empresários e funcionários das facções têxteis do Rio Grande do Norte, além de empregados da Guararapes, realizaram um protesto na tarde de ontem (21) contra a ação civil público do Ministério Público do Trabalho (MPT), que aponta irregularidades em fábricas no interior do Estado que prestam serviço à industria têxtil. O ato aconteceu em frente à sede do MPT, em Lagoa Nova, e teve a participação, segundo os organizadores, de aproximadamente 5 mil pessoas. Cerca de 100 ônibus da Guararapes foram destinados ao transporte dos empregados da fábrica localizada na Grande Natal. Outros trouxeram os empregados das facções do interior do Estado.

A manifestação durou pouco mais de uma hora, com parcela dos participantes gritando palavras de ordem motivados por locutores em carros de som. Outros presentes permaneceram mais afastados e se mostravam mais distraídos, sem muita participação. A TRIBUNA DO NORTE conversou com alguns dos que estavam nos dois grupos, mas poucos quiseram falar.

A manifestação foi encerrada às 17h. Foi solicitado aos presentes que recolhessem o lixo e se organizassem por cidade para não congestionar a Av. Salgado Filho, que fica próximo ao MPT. Muitos, residentes de Natal, não aguardaram os ônibus da Guararapes e foram embora em linhas do transporte público, o que causou longas filas e chegou a congestionar a avenida.

A assessoria de imprensa do MPT informou que o expediente no órgão foi encerrado mais cedo, por causa do protesto, mas que o órgão não se manifestaria sobre o ato. Na quarta-feira (20), o Procurador Geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, disse em coletiva de imprensa que a postura de executivos da Guararapes tem se mostrado “exagerada e agressiva, em especial à procuradora [Ileana Neiva]” e completou afirmando que “se o objetivo desta manifestação for tentar fazer com que o MPT desista da ação, já está frustrado. O MPT não vai desistir dessa ação. Não é assim que uma empresa que se diz disposta ao diálogo age”.




Alunos, direção e professores da Antônio Aladim em Caicó protestam no desfile de 7 de setembro

Alunos da Escola Estadual Antônio Aladim protestaram durante o desfile cívico em Caicó – (Foto: Willacy Dantas)

Alunos da Escola Estadual Antônio Aladim de Caicó, que atualmente estão instalados no Centro Educacional José Augusto – CEJA, aproveitaram o momento do Desfile Cívico de 7 de setembro para protestarem. Eles levaram faixas de cobrança. “Tudo isso sem: Respeito, Dignidade, Dignidade, Reconhecimento e Apoio”, diziam.

A reforma na Escola Antônio Aladim, segue, mas, sem previsão de conclusão. Enquanto isso, os alunos e professores ocupam salas no Ceja.

Uma das reclamações é que a reforma seja concluída para os estudantes que moram na zona norte, aonde está localizada a escola, voltem a usufruir do espaço.

Os professores e diretoria da escola também fizeram protesto no desfile. Eles estavam vestidos de preto e seguiram por toda a avenida de braços dados.

Diretora da Escola Antônio Aladim ao lado de professoras vestido de preto – (Foto: Willacy Dantas)


Servidores da Segurança realizam protesto em frente a Governadoria

Servidores da Segurança realizam protesto em frente a Governadoria

Servidores da Segurança Pública do Rio Grande do Norte realizaram na manhã desta sexta-feira, 7, um protesto em frente à Governadoria, em Natal. Participaram do ato policiais militares, civis, bombeiros e agentes penitenciários.

A assembleia foi coordenada pelo Fórum dos Servidores da Segurança Pública (Foseg-RN) e teve como objetivo colocar em discussão a violência contra os operadores da Segurança no estado.

Somente neste ano, 14 policiais militares foram assassinados e dezenas de casos de ameaças a outras categorias são registrados quase que diariamente. “Não podemos nos calar diante desses números absurdos não só contra os operadores da segurança mas também contra a sociedade“, ressalta Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.

A categoria está apreensiva com ameaças que circulam nas redes sociais espalhadas em vídeos, áudios e manuscritos e fotos.



“Cição Bandido” é detido depois de atear fogo em pneus e interditar RN-118

Pneus foram queimados na RN 118 por caicoense Cicão Bandido que detido – (FOTO Detalhe: Cardoso Silva)

O caicoense, Cícero Vale da Silva, mais conhecido por “Cição Bandido” foi preso na manhã desta sexta-feira (05) na RN 118, quando fazia um protesto interditando a estrada com o uso de pneus por causa de sua má conservação. O trecho, liga Caicó a Jucurutu.

Os policiais militares do Trânsito foram acionados porque ele (Cição) estava obstruindo a passagem dos carros na rodovia estadual. Inclusive, ele chegou a atear fogo nos pneus. Ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil e autuado em flagrante por crimes de Dano Qualificado e Obstrução de Via.

A Polícia Civil vai pedir que seja feita uma perícia no local aonde foi feita a queima dos pneus, que é uma ponte. O objetivo é saber que a referida estrutura não foi danificada.

No caso, será arbitrada uma fiança que caso não seja paga, Cição permanecerá detido em uma das celas da DP.



VÍDEO: Caicoenses foram às ruas contra reformas que tramitam no Congresso Nacional

Na manhã desta sexta-feira (28), trabalhadores de diversas categorias e estudantes, foram às ruas de Caicó para protestar contra às reformas, Trabalhista e da Previdência que estão em tramitação no Congresso Nacional. O Blog Sidney Silva acompanhou e mostra em imagens como foi.

Assista ao vídeo:



Caicoenses também estão nas ruas para protestar contra reformas trabalhista e previdenciária

Populares em mobilização na Praça José Augusto em Caicó – (FOTOS: Sidney Silva)

Centenas de manifestantes se concentraram a partir das 08hs da manhã desta sexta-feira (28), na Praça José Augusto, no centro da cidade de Caicó de onde partiram em mobilização pelas ruas. Eles protestam contra a reforma trabalhista e da previdência que está tramitando no Congresso Nacional em Brasília.

Em Caicó, os manifestantes percorrerão as principais ruas e avenidas com carros de som e usando apitos, cartazes. Muitos estão com os rostos pintados de verde e amarelo e segurando bandeiras do brasil.

A caminhada terminará na Praça Dix-Sept Rosado, também no centro aonde acontecerá um ato político com falas de líderes sindicais e de movimentos sociais. Músicos locais também se apresentarão.

Durante a caminhada, alunos e professores de escolas particulares, estaduais e municipais, também estão participando.



Marcha das Margaridas vai protestar contra reforma da previdência nas ruas de Caicó

O Dia Internacional da Mulher, celebrado na próxima quarta-feira, dia 08 de março será marcado em Caicó, pela realização da Marcha das Margaridas. Apesar de no Brasil ser realizado desde 2000, na região do Seridó será a segunda vez que mulheres do campo sairão as ruas reivindicando seus direitos, e denunciando as perdas dos direitos garantidos ao longo dos últimos anos.

A concentração será a partir das 06h30 da manhã no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caicó, onde será oferecido um café da manhã para quem vem de fora. Por volta das 07h30, as mulheres caminharão pelas ruas da cidade, com paradas estratégicas em segmentos e órgãos públicos. Ana Aline, presidente do Sindicato Rural de Caicó deixou claro que a temática da Marcha das Margaridas deste ano, será a reforma da previdência.

*Do Blog de Marcos Dantas



Servidores estaduais farão ato público na Assembleia Legislativa nesta quinta (02)

Servidores estaduais farão ato público na Assembleia Legislativa nesta quinta – (FOTO: Adriano Abreu/Tribuna do Norte)

Nesta quinta-feira (02), o Fórum dos Servidores Estaduais do RN fará um ato público unificado em frente à Assembleia Legislativa, às 08h, contra o atraso de salários. Na ocasião, acontecerá a tradicional leitura anual feita pelo governador Robinson Faria (PSD).

O Governo do Estado até o momento não sinalizou quando irá pagar os servidores, nem estabeleceu um prazo para o calendário de pagamento. Segundo as entidades que compõem o Fórum, o objetivo do ato é chamar a atenção dos Poderes, em especial, o Poder Executivo e da sociedade, alertando sobre a insatisfação dos servidores diante do atraso dos salários.

O pagamento dos salários deveria ser uma prioridade do governo. Mas infelizmente Robinson continua penalizando os servidores pela crise econômica do estado. Estamos acompanhando as reuniões com o governo, mas sempre argumentam que o estado está quebrado e não tem receita. Não vamos admitir que os servidores passem mais um ano amargurados com os salários atrasados. O ano mal começou, mas já afirmamos que vai ter muita luta e que os governos se preparem, pois estamos preparando uma greve geral”, disse Manoel Egídio do Sindsaúde-RN.

O atraso no pagamento dos salários está insustentável para os servidores do funcionalismo estadual. Desde o início de 2016 os trabalhadores enfrentam o mesmo dilema: trabalhar sem ter o salário no fim do mês. O governo só finalizou o pagamento do salário de dezembro do ano passado no dia 27 de janeiro, quase um mês após a data prevista pela Constituição Estadual. Os servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 4 mil reais receberam a primeira parcela no dia 21 de janeiro.