PT vai à Justiça Eleitoral contra Huck, Faustão e Globo

Luciano Huck nem confirmou sua candidatura à Presidência e o PT já foi à Justiça Eleitoral contra ele, Fausto Silva e a Globo por “abuso de poder econômico”, informa o UOL.

Na ação, assinada pelos luminares Paulo Pimenta e Lindbergh Farias, os petistas alegam que a aparição de Huck no Domingão do Faustão, ontem, foi “a demonização da atual política (…), dos pré-candidatos ao cargo presidencial e, de forma subliminar, a exaltação da pré-candidatura de Luciano Huck”.

Os petistas também pedem a inelegibilidade do apresentador e a cassação de seu eventual registro de candidatura.



Empresário de Jucurutu, Jessé Lopes, está acertando sua ida para o PT

Empresário Jessé Lopes tem reunião com Odon Júnior e Francisco Medeiros

O empresário Jessé Lopes, esteve reunido nesta sexta-feira (06), com o prefeito de Currais Novos, Odon Júnior e o ex-prefeito de Parelhas, Francisco Medeiros. O objetivo foi tratar sobre política, inclusive sobre a filiação de Jessé ao Partido dos Trabalhadores, o que deve ocorrer em breve.

Nós discutimos vários assuntos, todos de grande importância para a minha cidade, Jucurutu. Em breve termos a convenção municipal onde ocorrerão filiações e teremos novidades“, disse.



PT e Odebrecht tinham pacto de sangue como compromisso por propina e benefícios, diz Antônio Palocci

Antônio Palocci disse que PT tinha pacto de sangue com a Odebretch

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-ministro Antônio Palocci afirmou nesta quarta-feira (6) que o Partido dos Trabalhadores e a empreiteira Odebrecht tinham um “Pacto de Sangue”, avalizado pelo ex-presidente Lula. De acordo com a defesa do ex-ministro, Antônio Palocci disse no depoimento que a empreiteira se comprometeu a pagar R$ 300 milhões em propinas ao PT entre o final do governo Lula e o início do governo Dilma.

Além disso, a Odebrech adquiriu um apartamento em São Bernardo do Campo para o ex-presidente Lula e um terreno para a construção do Instituto Lula, como compensação pelas vantagens que a empresa recebeu durante o governo petista. O ex-ministro afirmou ainda que Lula recebeu, pessoalmente, da empreiteira R$ 4 milhões em espécie.

Antônio Palocci prestou depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba, na condição de réu da ação penal da Lava Jato que apura estes fatos, apresentados em denúncia do Ministério Público Federal (MPF).

Lula foi condenado, em julho, pelo juiz Moro a 9 anos e 6 meses de prisão no processo sobre o tríplex do Guarujá. O ex-presidente aguarda em liberdade até decisão de 2ª instância.