PDT, PSB e PCdoB formam pacto que pode rifar PT da liderança da oposição ao governo Bolsonaro

Derrotado no segundo turno das eleições presidenciais deste ano, o PT pode encontrar dificuldades para liderar a oposição ao governo de Jair Bolsonaro. O partido enfrenta resistência de outras siglas de esquerda que não ficaram satisfeitas com a postura adotada pela legenda durante todo o processo eleitoral.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado na eleição ao Planalto, afirmou nesta semana que foi “miseravelmente traído” pelo ex-presidente Lula e seus “asseclas”. O ex-governador do Ceará disse que não declarou voto em Haddad porque não quer mais fazer campanha com o PT.

Continue lendo



Currais Novos: MP apreende material de campanha que apresenta Lula como candidato

Material apreendido em Currais Novos

Na manhã desta sexta-feira (5), 545 panfletos, adesivos e santinhos irregulares foram apreendidos em um comitê de campanha do Partido dos Trabalhadores (PT) na cidade de Currais Novos. O material apresenta a menção ao ex-presidente Lula como candidato à Presidência. O mandado de busca e apreensão foi determinado pelo juízo da 20ª Zona Eleitoral foi cumprido pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da Promotoria de Justiça da cidade, com apoio da Polícia Militar.

Luiz Inácio Lula da Silva teve o registro de candidatura indeferido pelo TSE, que autorizou, os juízes auxiliares da propaganda eleitoral – em todo o país – a mandar apreender qualquer material que constatassem nessa condição, ressalvados, porém, os impressos em que Lula aparece apenas como apoiador, a exemplo do que utiliza o slogan “Haddad é Lula”.

Material de campanha apreendido em Currais Novos

Em alguns estados foi detectada a continuidade da utilização e da distribuição do material proibido, mesmo depois da decisão do TSE. No Rio Grande do Norte, inúmeras denúncias têm chegado ao Ministério Público Eleitoral, inclusive instruídas com vídeos e fotografias do material verificado.

Os encaminhamentos dessa apreensão serão adotados no âmbito da investigação, que transcorre na Promotoria Eleitoral da 20ª Zona Eleitoral.



PCdoB divulga nota em que justifica coligação com o PT

A Comissão Executiva Nacional do PCdoB divulgou nota em que expõe as razões pelas quais o partido optou por fechar coligação com o PT na disputa pela presidência da República. A nota explica que Manuela será vice mesmo se a Justiça Eleitoral rejeitar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é condenado em segunda instância e está preso desde abril.

Manuela D’Ávila, que até então era a pré-candidata à presidência pelo partido, passará agora a integrar a chapa formada por Lula e pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

O acordo entre PT e PCdoB prevê que Manuela substituirá Haddad como vice de Lula se o ex-presidente tiver a candidatura deferida pela Justiça Eleitoral. Em outra hipótese, a deputada estadual será vice de Haddad ou outro nome do PT, caso Lula tenha a candidatura indeferida.

O PCdoB citou que alianças favorecem a defesa da união de esquerda, mas lembrou que a fragmentação da corrente ideológica ainda existe. Prova disso é que o PDT oficializou a candidatura de Ciro Gomes, enquanto o Psol aprovou a candidatura de Guilherme Boulos. Já o PSB decidiu não apoiar formalmente nenhum candidato e liberou os diretórios estaduais para fazer campanha para qualquer presidenciável, à exceção de Jair Bolsonaro, do PSL.



Em nova cartada, PT mobiliza militantes para tentar garantir candidatura de Lula

Em mais um ato para tentar lançar o ex-presidente Lula como candidato à presidência da República, o PT vai convocar um jejum nacional para sábado, 4 de agosto. A data marca a convenção da legenda, que, mesmo sabendo da provável barração do TSE, tenta oficializar o petista como candidato ao Planalto.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o partido vai pedir, ainda, que os militantes levem alimentos a famílias das periferias do país, dizendo que “foi Lula quem mandou entregar”.

No dia 15 de agosto, o PT acredita que pode reunir de 30 a 40 mil pessoas em Brasília para o ato de registro da candidatura de Lula no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para divulgar a mobilização, a legenda produziu 1 milhão de folhetos a serem distribuídos em todo o país.

Na última semana, a Justiça Eleitoral afirmou que as candidaturas, depois de serem oficializadas, serão analisadas pelo TSE. Dessa forma, mesmo que o PT consiga registrar o ex-presidente preso como postulante à presidência, ainda poderá sofrer com julgamento do Tribunal.

O ex-presidente Lula cumpre pena pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção, desde o dia 7 de abril, em Curitiba. Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão em segunda instância, no episódio que ficou conhecido como “tríplex do Guarujá”.



Justiça proíbe Lula de conceder entrevistas e de participar de convenções do PT

O ex-presidente Lula não vai poder participar de sabatinas, entrevistas, gravação de programas eleitorais e tão pouco da convenção nacional do PT.

A defesa de Lula e o partido pretendiam conseguir autorização da Justiça para que o ex-presidente participasse de eventos políticos na corrida eleitoral.

No entanto, a juíza substituta Carolina Moura Lebbos, da Justiça Federal de Curitiba, negou os pedidos do petista.
A juíza rejeitou quatro pedidos de entrevistas e a eventual participação de Lula na convenção do partido. Além disso,

Carolina Lebbos negou que fosse montada infraestrutura para gravação de vídeos na Superintendência da Polícia Federal, de Curitiba, onde Lula está preso.

Continue lendo



Em Minas, PT lança pré-candidatura de Lula à Presidência da República

ABr – O Partido dos Trabalhadores (PT) lançou na noite desta  sexta-feira (8) a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. O ato foi realizado em um hotel de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Durante o evento, a ex-presidente Dilma Rousseff leu uma carta escrita por Lula chamada de Manifesto ao Povo Brasileiro. Preso há dois meses, após condenação em segunda instância, Lula pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, o que inviabilizaria sua candidatura à presidência. Mesmo assim, ele aparece como o melhor posicionado nas pesquisas de intenção de voto.

Continue lendo



TSE: Ministro nega pedido do PT para garantir representante de Lula em sabatinas com pré-candidatos

TSE proibe que PT tenha representante de Lula em sabatina
TSE proibe que PT tenha representante de Lula em sabatina

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Og Fernandes negou liminar pedida pelo Partido dos Trabalhadores (PT) com o intuito de garantir a participação de uma pessoa para falar em nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em eventuais sabatinas com pré-candidatos realizadas por empresas de comunicação.O ministro é o responsável por julgar representações referentes às campanhas eleitorais de 2018 no TSE.

De acordo com a decisão do ministro, o Plenário deverá se manifestar oportunamente sobre o assunto, considerando que a situação “jamais foi enfrentada por esta Corte Superior”.

Continue lendo



PT reafirma candidatura de Lula para presidente da República

ABr – O Diretório Nacional do PT se reuniu hoje (23), em Curitiba (PR), para definir as próximas ações do partido. Em nota, reiterou a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o registro oficial da candidatura dele em 15 de agosto. Antes, o PT indicará, em 28 de julho, o nome de Lula como o candidato da legenda para as eleições presidenciais de outubro.

O ex-presidente está detido, na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba, desde o último dia 7. Ele foi condenado a 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro.

De acordo com o PT, mesmo preso, Lula será candidato. O partido pretende conclamar várias frentes em defesa da candidatura do ex-presidente. Paralelamente, serão lançadas ações nas redes sociais e nas ruas. Também serão mantidos o acampamento e a vigília, na capital paranaense, denominados Lula Livre em Curitiba.



Mineiro defende ex-presidente Lula e assegura candidatura de Fátima Bezerra ao governo

Deputado Mineiro defende Lula e reafirma candidatura de Fátima

A prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva pautou o pronunciamento do deputado Fernando Mineiro (PT) durante sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (10). O parlamentar questionou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que negou o pedido de habeas corpus ao ex-presidente e criticou a determinação judicial que decretou a prisão de Lula.

Continue lendo



Opinião por Cesar Filho – O Brasil dos três poderes e mais

No Brasil temos três Poderes. São independentes e harmônicos mas, nenhum deles é modelo de perfeição. Têm em comum a ineficiência, a corrupção e o tesouro para mantê-los.

UM MUNDO MAIS LEVE

Por que não podemos tornar o mundo (no sentido de local onde vivemos) num lugar de convívio mais ameno e mais leve?

A realidade que vivenciamos no cotidiano, onde quer que estejamos, coloca diante dos nossos olhos, irmãos mais necessitados do que nós. Saber e ter consciência que podemos ser mais tolerantes com eles e que, além de boa intenção, – que é necessária sim, mas não é tudo – o pouco do que fizermos para minorar o seu sofrimento, será de grande valia e o resultado é ver aquela pessoa um pouco mais feliz.

Quando exercitamos a prática da compaixão e da solidariedade nosso interior é tocado na alma e no coração – e brota um sentimento de ternura diante do sofrimento e da infelicidade alheia, cujas razões ou motivos daquela situação existir não importa. Li certa vez em um livro publicado nos anos 60 que abordava o problema da fome no mundo, cujo título não me vem à lembrança, trazia em uma de suas páginas a frase de um economista que dizia mais ou menos assim: “O que mais me angustia nos dias, não é a fome e a miséria dos necessitados, mas a indiferença dos que estão abastados e fartos”. Pense nisso!

REVIVENDO NOSSA HISTÓRIA RECENTE

Em abril de 2003, início do governo do ex-presidente Luis Inácio da Silva (Lula), o País acompanhou a pendenga sobre a Reforma da Previdência, que já vinha de governos anteriores e parece nunca ter fim. Na alternância dos governos cada uma das propostas apresentadas até então, parecia ser a tábua de salvação para resolver o problema do chamado déficit previdenciário.

Os pontos cruciais da proposta de Lula, – mais controversos e combatidos – eram vários: o primeiro previa a incidência de contribuição de 11% para quem já estava aposentado, (não atingiria a todos os aposentados indistintamente apenas aquelas pessoa que ganhavam acima de determinado teto). A proposta previa a diminuição na pensão para mulheres de membros das Forças Armadas, bem como, o aumento da idade mínima para aposentadoria, redução do valor dos benefícios para quem se aposentaria antes do tempo, entre outros pontos polêmicos.

A cobrança dos inativos do serviço público, além de desagradar aos sindicatos de trabalhadores, encontrou forte resistência dentro do próprio PT.

Essa reforma previdenciária enfrentou fortes resistências de partidos aliados, cuja política de adesão criada por Lula era importante para contar com maioria no Parlamento.

Os parlamentares petistas descontentes com os rumos do governo eram tratados genericamente de rebeldes, radicais, trotskistas e sofreram punições por discordarem da orientação partidária ao votarem contra as propostas do governo. O descontentamento se concentra na senadora de Alagoas Heloísa Helena; deputado João Fontes (SE); Luciana Genro do RS e João Batista (Babá) do Pará;

O PT expulsou por decisão da Executiva Nacional do Partido:

Luciana, Fontes, Heloísa e Babá e suspenderam por 60 dias oito deputados federais que desobedeceram à orientação do partido e se abstiveram de votar na reforma da previdência. Chico Alencar do (RJ), Ivan Valente (SP), João Alfredo (CE), Maninha (DF), Mauro Passos (SC) Orlando Fantazzini (SP), Paulo Rubem Santiago (PE) e Walter Pinheiro da Bahia.

****************************************

Cesar Filho

cesarfilhofip2011@gmail.com

(83) 99943-9997 (83) 98702-9437 (Whatsapp)



PT vai à Justiça Eleitoral contra Huck, Faustão e Globo

Luciano Huck nem confirmou sua candidatura à Presidência e o PT já foi à Justiça Eleitoral contra ele, Fausto Silva e a Globo por “abuso de poder econômico”, informa o UOL.

Na ação, assinada pelos luminares Paulo Pimenta e Lindbergh Farias, os petistas alegam que a aparição de Huck no Domingão do Faustão, ontem, foi “a demonização da atual política (…), dos pré-candidatos ao cargo presidencial e, de forma subliminar, a exaltação da pré-candidatura de Luciano Huck”.

Os petistas também pedem a inelegibilidade do apresentador e a cassação de seu eventual registro de candidatura.



Empresário de Jucurutu, Jessé Lopes, está acertando sua ida para o PT

Empresário Jessé Lopes tem reunião com Odon Júnior e Francisco Medeiros

O empresário Jessé Lopes, esteve reunido nesta sexta-feira (06), com o prefeito de Currais Novos, Odon Júnior e o ex-prefeito de Parelhas, Francisco Medeiros. O objetivo foi tratar sobre política, inclusive sobre a filiação de Jessé ao Partido dos Trabalhadores, o que deve ocorrer em breve.

Nós discutimos vários assuntos, todos de grande importância para a minha cidade, Jucurutu. Em breve termos a convenção municipal onde ocorrerão filiações e teremos novidades“, disse.



PT e Odebrecht tinham pacto de sangue como compromisso por propina e benefícios, diz Antônio Palocci

Antônio Palocci disse que PT tinha pacto de sangue com a Odebretch

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-ministro Antônio Palocci afirmou nesta quarta-feira (6) que o Partido dos Trabalhadores e a empreiteira Odebrecht tinham um “Pacto de Sangue”, avalizado pelo ex-presidente Lula. De acordo com a defesa do ex-ministro, Antônio Palocci disse no depoimento que a empreiteira se comprometeu a pagar R$ 300 milhões em propinas ao PT entre o final do governo Lula e o início do governo Dilma.

Além disso, a Odebrech adquiriu um apartamento em São Bernardo do Campo para o ex-presidente Lula e um terreno para a construção do Instituto Lula, como compensação pelas vantagens que a empresa recebeu durante o governo petista. O ex-ministro afirmou ainda que Lula recebeu, pessoalmente, da empreiteira R$ 4 milhões em espécie.

Antônio Palocci prestou depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba, na condição de réu da ação penal da Lava Jato que apura estes fatos, apresentados em denúncia do Ministério Público Federal (MPF).

Lula foi condenado, em julho, pelo juiz Moro a 9 anos e 6 meses de prisão no processo sobre o tríplex do Guarujá. O ex-presidente aguarda em liberdade até decisão de 2ª instância.