Polícia diz que assaltantes mortos em confronto com GEOSaC da PB eram ligados à caicoenses

Os assaltantes que morreram no confronto com policiais do GRUPAMENTO ESPECIALIZADO DE OPERAÇÕES EM ÁREA DE CAATINGA – GEOSaC da Paraíba, na tarde de sábado (19), na zona rural de Cantingueira/PB, fazem parte de uma quadrilha que age em vários estados do Norderte, roubando bancos e carros-fortes.

A última ação criminosa do grupo aconteceu na madrugada de quarta-feira (16), por volta de 2h da manhã, em Coremas, no Sertão da Paraíba. Os ladrões explodiram a agência bancária do município e incendiaram um carro em frente a uma igreja. Cerca de dez homens em quatro carros estavam envolvidos no crime.

Depois do assalto, as polícias da região se mobilizaram para prender o bando. A GEOSaC continuou por mais de 80 horas no mato, até que os localizou na região de Catingueira, quando houve o confronto.

O Blog Sidney Silva conseguiu a identificação dos seis homens que morreram. Eles são do Rio Grande do Norte, da Paraíba e de Pernambuco.

Edi Carlos de Lima, o Garrote, de 43 anos, natural de Caraúbas/RN e residente no Sítio Baixa Grande, zona rural, CARAÚBAS-RN;

Fábio Leite de Lacerda, o “FÁBIO GALEGO”, de 44 anos, natural de CATINGUEIRA/PB e residente na Rua Rosilda Gomes Fragoso Albuquerque, 2020, Cuiá, João Pessoa/PB;

Francieudo da Silva Alves, o “Coremas” de 35 anos, natural de Coremas/PB e residente no Sítio Riacho do Meio, zona rural, SANTA CRUZ-PB;

Francisco Humberto Marques da Luz Júnior, o “Orelha”, de 40 anos, natural de Afogados da Ingazeira/PE e residente na Rua José Queiroz, n.º 14 , AFOGADOS DA INGAZEIRA – PE

Pedro Washington Pereira, o “PEDRO CESÁRIO”, de 30 anos, natural de SANTA CRUZ/PB e residente na Rua Luiz Severiano, n.º 20, SANTA CRUZ-PB.

Francileudo de Sousa Torres, o “Boião, de 36 anos, natural de Patos/PB e residente na Rua Francisco Trindade, Alto da Tubiba, PATOS-PB.

INVESTIGAÇÃO

Um grupo composto pelo GAECO do Ministério Público e por agentes das polícias Federal, Civil e PM, dos estados do RN e PB, mobilizado para impedir ataques a bancos e carros-fortes na região, identificou a quadrilha que assaltou o banco em Coremas, como a mesma que agiu com o mesmo modus operandi, recentemente, em Umarizal e Campo Grande no Rio Grande do Norte e, Piancó na Paraíba.

Outra informação que a reportagem teve acesso com uma fonte na Polícia, é que existe uma ligação do bando, já mencionado, com o trio detido no dia 03 de junho deste ano nas imediações de Santa Luzia/PB, com drogas e dinheiro. Na ocasião, foram presos, Huender Regis de Medeiros, de 44 anos, natural de Caicó/RN, Flabson Tairone Gomes, de 23 anos, natural de Caicó/RN e Mauro Félix Ramalho Júnior, de 26 anos, natural de São Bento/PB. Estes, estão detidos à disposição da Justiça.

Eles são do mesmo grupo. Agiam juntos nessa prática de assaltos à banco e carros-fortes. Mas, saibam que nossas ações não pararam. Já desarticulamos boa parte desse pessoal e a investigação continua“, disse a fonte.


Acusado de integrar quadrilha de tráfico de drogas entre SP e RN tem HC negado

Os desembargadores que integram a Câmara Criminal do TJRN negaram pedido movido pela defesa de Jailson Xavier de Mesquita, preso em julho de 2020, com armas e munições, além de dois quilos de cocaína. Segundo os primeiros apontamentos da investigação o acusado trazia veículos de São Paulo a Mossoró com drogas para a comercialização de entorpecentes. O órgão julgador não acatou as alegações trazidas por meio de Habeas Corpus e manteve a prisão do acusado.

Da decisão que decretou a prisão preventiva, se extraem circunstâncias, em concreto, que denotariam, para o órgão julgador do TJRN, a necessidade da manutenção da prisão com o fim de garantir da ordem pública.

Continue lendo

Ex-membro da quadrilha de Mangueira é preso em hospital de Natal

Na noite desta terça-feira (22), a Polícia de Natal, conseguiu prender, Jailson Saturno da Silva, de 31 anos, conhecido como Galego de Assu ou Saci.

O homem, considerado perigoso, era membro da extinta quadrilha do “Magueira”, morto durante um confronto com a polícia no dia 12 de junho de 2005, em uma fazenda entre as cidades de Olho D’água do Borges e Patu.

Em 2004, Saci, quando ainda era membro da quadrilha, sofreu um tiro de fuzil na perna, durante um confronto com a polícia, no município de João Dias, e ficou deficiente.

Devido este fato, ele, que havia sido condenado a 57 anos de prisão, conseguiu liberação para cumprir a sentença em prisão domiciliar.

Em 2018, Saci, foi considerado foragido da justiça e teve mandado de prisão decretado. Nesta terça-feira (22), ele foi atendido no Walfredo Gurgel, utilizando uma documentação falsa. Contudo, a companheira dele apresentou os documentos verdadeiros do homem ao atendente do hospital, que acionou a polícia. Saci foi preso por volta das 23hs.

Saci foi entregue a justiça e agora vai cumprir a pena a qual foi condenado em regime fechado.

Jailson Saturno “Saci” é condenado por diversos crimes, como roubos, assaltos a bancos e arrombamentos, além de ser ex-membro da quadrilha já citada, considerada uma das mais perigosas atuantes no Oeste Potiguar.

*Mossoró Hoje


PM intercepta quadrilha que planejava atacar bancos no Sertão da Paraíba

Material apreendido pela polícia

A Polícia Militar interceptou uma quadrilha, no início da madrugada desta segunda-feira (15), na cidade de Teixeira, e apreendeu todo o material que o bando estava transportando para possivelmente atacar bancos no Sertão da Paraíba, esta semana. Até agora, três pessoas foram detidas e a PM continua as buscas na região para prender mais envolvidos. A identificação deles ainda está sendo confirmada.

A ação policial, realizada pela 4ª Companhia do 3º Batalhão, começou pouco depois da meia noite. Um veículo que vinha na PB-110, na região de Teixeira, não obedeceu a ordem de parada dada pela PM e teve início uma perseguição. O grupo criminoso acabou perdendo o controle do carro e bateu em uma pedra.

Duas pessoas foram detidas ainda no local. Um terceiro suspeito foi preso agora no começo da manhã, em São José do Bonfim. As buscas continuam.

Até agora, foram apreendidas vinte e cinco bananas de dinamite, fuzil, duas submetralhadoras, pistola, carregadores, quase seiscentas munições de armas de grosso calibre, várias espoletas, cinco coletes balísticos, touca ninja, lanternas de cabeça, motosserra, lixadeiras, alicate grande, discos de corte, um rádio comunicador e outros materiais usados por quadrilhas que atacam bancos.

*PatosVerdade


DEICOR apreende armas e munições depois de trocar tiros com quadrilha de assaltantes de bancos

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado – DEICOR, entraram em confronto nesta segunda-feira (11), na zona rural de Taipu/RN, com uma quadrilha especializada em roubos a bancos e carros-fortes.

Os investigadores da DEICOR, há meses, vinham investigando essa Organização Criminosa e, há poucos dias, tomaram conhecimento de que os seus componentes estavam planejando uma grande ação delituosa.

Após a localização do esconderijo, uma granja às margens da BR 406, no município de Taipu/RN, os policiais se deslocaram até o local e ao se aproximarem, foram recebidos a tiros de fuzis, dando início ao intenso confronto armado com os assaltantes.

Durante o embate os bandidos foram aos poucos entrando no matagal e enquanto trocavam tiros com os policiais se aproximaram da citada rodovia, quando tomaram um veículo de assalto e conseguiram se evadir do local.

Na granja foram apreendidos 05 fuzis, 03 escopetas de calibre 12, 04 pistolas de diversos calibres, centenas de munições, explosivos, coletes balísticos e táticos, veículos preparados para as ações criminosas, grampos, além de rádios comunicadores na frequência da PM local.


Policiais do COTAR prendem potiguar acusado de dar apoio a assaltantes de carro forte

Carlos Cesar Vieira Torres foi preso pela Polícia

Policiais do Cotar da Polícia Militar do Ceará, prenderam o potiguar, Carlos César Vieira Torres, suspeito de ter dado apoio à quadrilha que tentou assaltar um carro forte entre as cidades de Flores e Quixeré, na última sexta-feira, dia 23 de novembro. Na ocasião, seis assaltantes morreram e quatro fugiram.

O homem foi localizado no Assentamento Vila Real na região entre Baraúna e a Maísa. Com ele foram encontradas drogas e munições. Não houve reação.

A polícia do Rio Grande do Norte, informou Carlos Cesar, é suspeito de crimes de pistolagens e já havia sido preso pela PF no passado portando fuzis.

Continue lendo


Bando armado ataca agências bancárias e comercio de Parelhas na madrugada de hoje

Uma quadrilha fortemente armada invadiu a cidade de Parelhas/RN, na madrugada desta quinta-feira (13), e atacou as agência bancárias do Bradesco e do Banco do Brasil, além de lojas comerciais.

O bando se dividiu em vários pontos da cidade de modo a não permitir que as polícias da região se aproximassem em quanto saqueavam os estabelecimentos alvo. As lojas ficam no Shoping de Parelhas.

A ação durou cerca de 1 hora e muitos disparos foram ouvidos por populares que fizeram relatos nas redes sociais. Os ladrões fugiram em direção ao estado da Paraíba.

*Fotos: Blog de Marcos Dantas


Junina Caiacós é campeã do Festival de Quadrilhas Juninas em Currais Novos

Quadrilha Junina Caiacós vence festival em Currais Novos

Em sua série de apresentações em eventos juninos pelo Rio Grande do Norte, no sábado (16), a Junina Caiacós esteve participando da 26ª edição do Festival de Quadrilhas Juninas do FORRONOVOS, na cidade de Currais Novos, na Arena do Forró no Palácio de Esportes “Cortez Pereira”. A competição é realizada nas categorias estilizada e matuta, respectivamente, com grupos de várias regiões do Estado.

A Junina Caiacós disputou na categoria estilizada e obteve a primeira colocação com 282,5 pontos. Em segundo lugar ficou o Arraiá Brejo de Ouro, da cidade de Brejinho com 278,4 pontos e em terceiro, o Arraiá Encanto Junino (Santana do Matos), com 241,4 pontos.

Continue lendo


Quadrilha Junina Caiacós teve lançamento no sábado (14)

Quadrilha estilizada de Caicó teve lançamento no final de semana

Neste sábado, 14, houve lançamento no Complexo Turístico Ilha de Sant’Ana da Quadrilha Junina Caiacós, que tem neste ano de estréia, o tema “Mitos e Devoção na História de Caicó, contada no São João“.

A Junina Caiacós conta com um total de 100 componentes, envolvendo 34 pares em cena, diretoria e produção. “Até o momento temos 12 apresentações agendadas, sendo entre estas uma média de 08 a 10 concursos” diz Alexandre Cavalcanti, diretor artístico e coreógrafo.

Neste ano de 2018 a quadrilha irá participar de festivais de quadrilha em Caicó e também em outros municípios, divulgando Caicó, elevando sua história, tradições e peculiaridades culturais.

A Caiacós traz três músicas autorais, onde destaca-se uma paródia criada pelo músico e marcador Inácio Sérgio, baseada na música  Porto da Saudade, cantada por Elba Ramalho: “oh mana deixa eu ir/ oh mana eu vou só/ oh mana deixa eu ir para o sertão de Caicó“.


Deicor elucida explosão de caixa eletrônico ocorrido em São Gonçalo e prende quadrilha

Material apreendido pela Deicor com a quadrilha

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) conseguiram elucidar e prender, neste sábado (10), quatro envolvidos na explosão de um caixa eletrônico, que ocorreu na cidade de São Gonçalo do Amarante, na última sexta-feira (09).  A associação criminosa usou explosivos para violar o caixa, que ficava em um estabelecimento comercial.

Foram presos na tarde de sábado (10), dois pernambucanos Douglas Pereira da Silva, 31 anos e Erivan Fernandes Batista, 29 anos; e dois de Natal, Valdir Correia da Silva, 31 anos, que responde a dois homicídios e Emerson Nascimento de Araújo, 21 anos. A Polícia está à procura de Ubatan Pereira da Silva, paraibano e Hélio do Nascimento Cunha, pernambucano.

Continue lendo


Polícia Civil prende quadrilha organizada que realizava roubos a lojas e cargas em desfecho da Operação Tio Sam

material apreendido com a quadrilha

Uma equipe de policiais da Polícia Civil de Macaíba com apoio de policiais da Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN), Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur), Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) e da Polícia Militar do 11º Batalhão prendeu, nesta terça-feira (12), Fábio Pessoa de Medeiros, vulgo “padrinho” ou “cabeça”, Edinaldo Xavier da Silva, vulgo “galeguinho”, Janilson Carlos de Borges, Gilberto Felipe de Souza, Inadja Nara Xavier dos Santos e Juciane Xavier días, vulgo “corã”. Eles são integrantes de uma quadrilha organizada que realizava roubos a lojas e cargas no estado.

A prisão da quadrilha é o desfecho das investigações na Operação Tio Sam realizada pela Delegacia de Polícia da cidade de Macaíba desencadeada após o assalto a uma Loja Americanas no mês de abril deste ano. As investigações descobriram que a quadrilha tinha como mentor intelectual a pessoa de Fábio Pessoa. Ele chefiava os roubos e fugia em seguida para a cidade de João Pessoa na Paraíba, onde possuía moradia e mantinha vida reservada sob a proteção de documentos de identificação falsos.

A equipe policial prendeu “Cabeça” em sua residência na cidade de João Pessoa. Os demais integrantes da quadrilha foram capturados na região metropolitana de Natal. Gilberto e Inadja foram presos na localidade de Pium e com eles os policiais apreenderam uma certa quantidade de substâncias entorpecentes. Edinaldo foi preso em uma casa no povoado de Taborda e estava de posse de uma espingarda calibre 12 artesanal e um revólver calibre.38, ambos apreendidos pela equipe policial.

Os presos serão encaminhados ao Sistema Penitenciário para ficar à disposição da Justiça.


Delegado diz que Nego de Laura era quem detonava os explosivos nas agências atacadas

Nego de Laura era o explosivista da quadrilha, ou seja, preparava e detonava as dinamites nas agências atacadas

O delegado da Polícia Civil da Regional de Patu/RN, está dando andamento ao inquérito que apura as ações de uma quadrilha especializada em roubo de bancos que atua nos estados do RN e Paraíba. Depois da investida a uma agência bancária em Brejo do Cruz/PB, o bando fugiu em direção a região Oeste do Rio Grande do Norte. No domingo, no início da tarde, eles se confrontaram com policiais militares e 4 deles morreram enquanto os demais fugiram. Na segunda, um novo confronto deixou mais membro do grupo morto. Pelo menos 3 foram presos. Um deles, é, Francisco Jales da Silva, o “Nego de Laura”, que estava escondido em uma casa em Janduís.

O delegado Sandro Regis, disse ao Blog Sidney Silva, que ele (Nego de Laura) tinha uma função muito específica na quadrilha. “O seu trabalho era o de explosivista, ou seja, a pessoa que preparava e detonava os explosivos, as dinamites. O Nego de Laura, faz o trabalho e sai do local, da agência. No domingo, quando a quadrilha estava em fuga, ele não os acompanhou até a fazenda Grossos aonde houve o confronto. De acordo com informações que a Polícia obteve, ele seguiu para Janduis e lá tentou se homiziar na casa de conhecidos, mas, estes lhe negaram o pedido“, disse.

Também foram detidos, o taxista mossoroense, Diego Edicleilton Marcelino de Castro e e Kleilton Alves da Silva, que estava foragido do Presidio Mario Negócio, em Mossoró, onde cumpria pena por Latrocínio.

O taxista foi preso durante na BR 226, próximo ao Sítio Boa Vista, no município de Campo Grande. Ele estava dando fuga a Kleiton Alves.

Diego Diego Edicleilton Marcelino (de camisa azul) e Kleilton Alves (de camisa amarela) foram presos


Deicor prende quadrilha suspeita de estouro de bancos; Explosivos foram apreendidos

Armas, munições e dinheiro apreendido pela Deicor

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) apreenderam, neste sábado (29), vários produtos, dentre explosivos e armas de fogo, utilizados por uma quadrilha em assaltos à instituições bancárias. Os materiais foram encontrados em uma residência em São José do Mipibu, onde estavam os suspeitos pela explosão, ocorrida na madrugada deste sábado, de duas agências bancárias e dos Correios nos municípios de Belém e Malta, localizados no estado da Paraíba.

Os policiais da Deicor receberam a informação, por um colaborador, de que a quadrilha estaria planejando um roubo neste sábado no estado do Rio Grande do Norte ou no estado da Paraíba e que em seguida fariam caminho para a cidade do Natal. Com a ocorrência do roubo na Paraíba, foram realizadas diligências e campanas nas estradas para encontrar os foragidos no Rio Grande do Norte. Veículos da mesma descrição que os utilizados no roubo foram encontrados e seguidos pelos policiais até adentrarem em uma granja localizada em Taborda, na cidade de São José do Mipibu.

Os policiais formaram um cerco em torno do terreno do sítio para evitar fugas e efetuar a prisão da quadrilha. Os integrantes da quadrilha iniciaram confronto armado com a polícia, conseguindo quebrar o cerco e fugir. Dois deles acabaram sendo atingidos e deixados para trás. Os dois feridos foram socorridos mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito. Os corpos ainda não foram identificados.

No sítio foram encontrados diversos materiais utilizados nos crimes de roubo à instituições bancárias. A quantidade encontrada de explosivo era o suficiente para causar explosões em até 200 agências, sendo encontrados trezentos e cinquenta espoletins, nove tubos nonel, quatro emulsões encartuchadas, uma carga tubular, quarenta e um estopins, vinte e cinco quilos de ANFO e um carretel de cordel NP5. Acredita-se que grande parte do material explosivo tenha sido tomado em um roubo à uma pedreira no dia 09 de julho na cidade de São Gonçalo do Amarante.

De armas e munições foram apreendidos 05 pistolas taurus, 01 revólver taurus, 01 espingarda combat, 02 fuzis, 11 carregadores calibre 5.56mm, 02 cartuchos de calibre 5.56 e 619 munições de diversos calibres. Também foram apreendidos uma quantia de aproximadamente 40 mil reais, sendo a maioria manchada de tinta rosa pelos mecanismos de marcação de notas roubadas instalados nas instituições atacadas, dois carros e uma moto. As investigações e diligências continuam para encontrar os foragidos.

Assista vídeo com imagens do material apreendido pela Polícia Civil:


PF desarticula quadrilha suspeita de roubos contra os Correios e explosões de caixas eletrônicos no RN

Assaltantes troca tiros com vigilante de agência

Policiais Federais da Superintendência Regional de Natal e da Delegacia de Mossoró concluíram nesta terça-feira (23/5), a Operação Oriente, deflagrada no último final de semana visando desarticular uma quadrilha suspeita de praticar diversos roubos contra agências dos Correios e, também, explosões de caixas eletrônicos em cidades do interior do Rio Grande do Norte e do Ceará.

Ao longo da operação, a PF conseguiu capturar sete pessoas, a maioria delas em São Gonçalo do Amarante e Parnamirim, região metropolitana de Natal, e apreendeu um menor que fazia parte do bando, o qual agia como “olheiro” ou seja, entrava nas agências sem levantar suspeitas, observava o movimento e depois repassava as informações para que o restante do bando pudesse agir.

Entre os detidos estão quatro acusados da tentativa de assalto ocorrida em 29.03.2017 contra a agência dos Correios de Jandaíra/RN. Naquele dia, dois deles adentraram inicialmente na agência, se passando por clientes. Pouco minutos depois, saíram e outros dois comparsas tentaram passar pela porta giratória, porém, o vigilante percebeu a ação e correu para o interior da agência. Houve troca de tiros com um dos acusados que estava armado com uma pistola. Os homens fugiram sem nada levar.

A investigação visando identificar e prender os membros dessa quadrilha teve prosseguimento no dia de hoje com a detenção na cidade de Mossoró de um suspeito de ter participado em 08.03.2017 de um furto, mediante o uso de explosivo, contra a agência do Banco do Brasil da cidade de Icapuí/CE.

Com as provas colhidas durante o cumprimento dos mandados judiciais e, ainda, após o interrogatório dos presos, surgiram indícios da participação de alguns deles em outras ocorrências criminosas, como no ataque ocorrido contra as agências do Bradesco e do Banco do Brasil da cidade de Jaguaruana/CE, que foi sitiada em 01.04.2017 por uma quadrilha calculada em mais de 20 homens fortemente armados, ocasião em que houve enfrentamento e na troca de tiros com a Polícia Federal, Polícia Civil (RN) e PM/RN, resultou na morte de seis assaltantes e na prisão de outros cinco.

Os acusados presos na Operação Oriente estão custodiados no Sistema Penitenciário do RN onde permanecem à disposição da Justiça. Já o menor, foi encaminhado à Delegacia Especializada de Atendimento ao Adolescente Infrator (DEA).