Entrevista sobre quedas na terceira idade com o geriatra Dr. Belísio Neto

O médico geriatra, dr. Belísio Neto, em nova participação no programa Comando Geral, na Rádio Caicó, falou sobre quedas na terceira idade, que podem desencadear uma série de complicações, principalmente a partir de fraturas nos ossos.

Confira:



Petrobras anuncia queda nos preços da gasolina e do diesel

Petrobrás anuncia redução no preço da gasolina e diesel

A partir de amanhã (23), a gasolina e o óleo diesel ficarão mais baratos nas refinarias de todo o país. Informações divulgadas hoje (22) no site da Petrobras indicam que o preço da gasolina cairá 2,08% e o do diesel, 1,54%.

A queda no preço da gasolina ocorre depois de 11 aumentos consecutivos nos últimos 17 dias e de o preço do produto ter fechado os primeiros 21 dias do mês de maio com alta acumulada de 16,07%. Com a queda de 2,08% que entra em vigor amanhã, o preço da gasolina nas refinarias cairá para R$ 2,0433.

Continue lendo



Número de registros de nascimentos caem pela primeira vez desde 2010

Número de nascimentos de crianças no Brasil caems segundo IBGE

O número de registros de nascimentos no país foi de 2,79 milhões em 2016, o que significa uma queda de 5,1% em relação a 2015, quando houve 2,95 milhões de registros. Esta é a primeira queda observada desde 2010. Os dados fazem parte da pesquisa Estatísticas do Registro Civil, divulgados nesta terça-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.

Entre as Unidades da Federação, apenas Roraima teve um pequeno aumento, de 3,9%. No Norte, a maior queda nos nascimentos foi registrada no Tocantins, com -8,0%. No Nordeste, a menor e a maior queda nos nascimentos foram registradas no Maranhão (-2,3%) e em Pernambuco (-10,0%), respectivamente. No Sudeste, as quedas variaram de -5,1% em São Paulo e -6,5% no Rio de Janeiro. No Sul as quedas nos nascimentos foram relativamente menores, variando de -2,2% em Santa Catarina e -4,7% no Rio Grande do Sul. No Centro-Oeste, a redução no número de nascimentos foi maior para o Mato Grosso (-6,8%) e menor para o Mato Grosso do Sul (-4,0%).

Continue lendo



Brasil registra queda de 15,02 milhões de linhas móveis nos últimos doze meses

Brasil registra queda de 15,02 milhões de linhas móveis nos últimos doze meses

Em março de 2017, a telefonia móvel apresentou queda de 15,02 milhões de linhas (-5,83%) em comparação com o mesmo mês do ano passado. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) o crescimento tem sido liderado pela operadoras virtuais Datora e Porto Seguro, que apresentaram adição de 70,08 mil  e de 115,6 mil. Dos quatro maiores grupos, a Vivo apresentou uma pequena elevação de 726,1 mil (+0,99%). TIM, Claro e Oi registraram queda de 5,40 milhões (- 8,03%), 5,05 milhões (-7,74%) e 5,67 milhões (-11,88%).

Nas tecnologias, nos últimos doze meses, o 4G (LTE) apresentou crescimento de 38,78 milhões, uma variação de 119,23%. No mesmo período, as linhas M2M (linhas de dados voltadas para aplicações máquina- máquina) apresentaram crescimento de 1,8 milhão. Todas as outras tecnologias utilizadas na telefonia móvel apresentaram redução.

Nos últimos doze meses, todos os estados apresentaram queda na telefonia móvel exceto Roraima que apresentou crescimento de 8,08 mil linhas. Os estados que apresentaram as três maiores quedas foram Pernambuco, com redução de 1,3 milhão (-11,02%), Rio Grande do Norte, com menos 451,98 linhas (-10,74%) e Alagoas e Ceará  com queda de 10,67%.

A Anatel também liberou a variação entre fevereiro e março de 2017 dos dados da telefonia móvel.



TV por assinatura perde clientes no país

TV por assinatura perde clientes nos últimos meses

O número de clientes de TV por assinatura no Brasil caiu 1,91% entre janeiro do ano passado e o mesmo mês deste ano, com redução de 364,4 mil assinantes. De dezembro de 2016 para janeiro deste ano, houve queda de 105 mil clientes de TV paga no país.

Atualmente, o país tem 18,69 milhões de clientes de TV paga, segundo dados divulgados hoje (2) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A tecnologia por satélite é a que tem o maior número de assinantes, com 10,6 milhões de clientes, seguida pela TV a cabo, com 7,7 milhões.

Nos últimos 12 meses, Pernambuco liderou a redução percentual de assinantes de TV no país, com queda de 8,02%, seguido de Rondônia (-7,98%) e do Amapá (-7,58%). Lideraram o crescimento da TV paga no Brasil os estados do Piauí (7,47%), de Sergipe (4,26%) e do Maranhão (4,08%).

Segundo especialistas, uma das causas para a queda no número de assinantes de TV por assinatura é a crise econômica, que tem levado muitas famílias brasileiras a cancelar o serviço.