UFRN debate trajetória do Rádio AM Potiguar

Mesa Redonda tratará sobre o Rádio AM

O Departamento de Comunicação Social (Decom) do Centro de Ciências Humanas, Letras e artes (CCHLA), da UFRN, realiza nesta quarta-feira (7) a mesa-redonda “Transição no Rádio Potiguar”, com a participação de profissionais e pesquisadores que farão um apanhado sobre a memória do Rádio AM Potiguar e seu processo de migração para FM.

O evento é gratuito, aberto ao público e acontece a partir das 16h30 no Auditório do Laboratório de Comunicação (LabCom).

A mesa-redonda contará com a participação dos radialistas Francisco Moraes, Juliano Freire, Nilton Pires e Welington Medeiros que contarão suas experiências no rádio potiguar.

Além disso, haverá a apresentação do resultado da pesquisa sobre a migração do rádio AM no Rio Grande do Norte realizada pela UFRN em parceria com o Grupo de Pesquisa Rádio e Mídia Sonora da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom).

EXPOSIÇÃO

A ação faz parte das comemorações do Dia do Radialista, celebrado em 7 de novembro, e ainda conta com uma exposição que  reúne fotografias e equipamentos antigos que remontam a memória do rádio, colhidos e organizados pelo grupo de pesquisadores vinculados ao Decom/UFRN.

Para o radialista Silvio Henrique, um dos organizadores da exposição, o objetivo é estimular o interesse pelo rádio que está em transformação: “O rádio AM está passando por uma transformação com a migração para a FM e, inevitavelmente, a tendência será o fim de uma história de quase 100 anos de operação no Brasil nas ondas da Amplitude Modulada. Assim, o objetivo do projeto é expor o acervo tecnológico para que todos possam conhecer o aparato que caracteriza o funcionamento do Rádio AM e estimular o interesse em ampliar a memória do rádio AM e sua história no cenário potiguar dentro e fora da universidade”, destaca.

Outras informações podem ser consultadas no www.fb.com/radiopotiguar