Delegado da Polícia Civil é homenageado em consulado dos EUA

Delegado Potiguar é homenageado no consulado americano em Recife

O delegado da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Raimundo Rolim de Albuquerque Filho, que atualmente está cedido ao Governo Federal, perante à Força Nacional, foi homenageado na última quarta-feira (31), no consulado dos Estados Unidos da América, localizado na cidade do Recife.

O motivo da condecoração foi a parceria e cooperação em investigações criminais envolvendo cidadãos americanos realizadas pelo delegado. Um dos casos mais notáveis foi a investigação que localizou Victor Arden Barnard, uma das quinze pessoas mais procuradas em todo mundo pela INTERPOL. O Americano tinha contra ele 58 acusações de violência sexual cometidas em adolescentes no estado de Minnesota, Estados Unidos.

Além do delegado Raimundo Rolim, a solenidade homenageou outras autoridades policiais dos estados de Pernambuco, Ceará e Paraíba, e contou com a presença do cônsul geral no Recife, Richard Reiter.


Atleta caicoense tem apoio da prefeitura e ganha três medalhas no Circuito Loterias Caixa

O atleta caicoense que é um dos destaques da cidade no atletismo, Aristóteles Lucena de Brito, participou do Circuito Loterias Caixa – Regional Norte Nordeste, nos dias 1 e 2 de abril no Complexo Esportivo Santos Dumont, em Recife (PE). Aristóteles teve o apoio da Prefeitura Municipal de Caicó, através da gestão Batata Araújo, que vem incentivando o desporto.

O Circuito Loterias Caixa reuniu atletas das regiões Norte e Nordeste em busca de índices para a disputa das fases nacionais. Este regional, o primeiro de 2017, teve provas de atletismo e natação.

Aristóteles ganhou três medalhas, sendo o 2º colocado nos 5.000 m e 1.500 m no sábado (01) e 3º colocado no domingo (02) na disputa dos 800 m. Ele conseguiu obter o índice na competição e vai representar Caicó no Circuito Caixa na etapa de São Paulo, no mês de julho. No próximo sábado (08), Aristóteles vai participar de um Circuito de Atletismo em Natal.

Continue lendo


Investigado por roubar bancos no RN é preso em Recife com material para quase 400 explosões

Carlos Doberto Cabral Silva foi preso em Recife

Carlos Doberto Cabral Silva, conhecido como “Playboy”, investigado pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), foi preso em Recife com material suficiente para ser usado em aproximadamente 400 explosões. Ele é investigado por ter participado de roubos e explosões em agências bancárias no Rio Grande do Norte. No ano de 2014, ele foi preso com R$ 131 mil roubados do Banco do Brasil, localizado à avenida Roberto Freire.

Na última quarta-feira (17), a Deicor recebeu a informação de que Carlos Doberto tinha sido preso em flagrante pela Polícia Militar pernambucana com dois carros roubados que estavam com placas adulteradas e com veículo blindado. No momento da prisão, ele usava uma identidade falsa com o nome de Rômulo da Silva Miranda. Diante da prisão, uma equipe da Deicor foi até Recife, na quinta-feira (16), e conseguiu localizar com apoio de policiais civis da Defur da Polícia Civil de Pernambuco, um espaço onde Carlos Doberto estava armazenando material que seria utilizado em explosões e roubos a bancos. Os policiais descobriram que ele tinha alugado um espaço em galpão de armazenamento, localizado no Bairro de Boa Viagem, para esconder todo o material criminoso.

No local, os policiais apreenderam, um fuzil calibre 556, que estava embalado; 343 espoletas; tubos de metalon; estopins; 40 cordéis detonantes; bloqueadores de sinal GPS e oxigênio.

De acordo com a Deicor, o material poderia ser usado em um curto espaço de tempo. Os objetos apreendidos em Recife passarão por uma perícia com o intuito de identificar a relação com outros crimes.

Roubo ao Banco do Brasil em Natal – No dia 05 de abril de 2014, uma ação da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) recuperou R$ 131 mil dos R$ 200 mil que haviam sido roubados da agência do Banco do Brasil, localizada à avenida Engenheiro Roberto Freire, no bairro Ponta Negra, na zona Sul de Natal. O dinheiro estava com Carlos Doberto Cabral Silva, que foi preso na Vila de Ponta Negra. Com ele, os policiais também apreenderam uma identidade falsa, uma cédula falsificada no valor de R$ 100 e máquinas para confecção de cartões de crédito.


DEICOR PRENDE suspeito de assalto que rendeu R$ 60 milhões em Recife

Sandan foi preso pela Deicor no Rio Grande do Norte – (Foto: Divulgação: Polícia Civil/RN)

A Tribuna do Norte destaca que na ação de desfecho da Operação “Fogo Contra Fogo, a Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu um bandido que pode ter participado de uma das maiores e mais violentas ações do “novo cangaço” na região Nordeste, ocorrida no estado de Pernambuco. Rodrigo Anderson Gomes de Souza, o Sadan, pode sim ter participação no roubo que rendeu aproximadamente R$ 60 milhões à quadrilha que atuou no dia 21 de fevereiro contra uma unidade da empresa de transporte de valores Brinks, em Recife.

Nessa ação, ao menos 20 bandidos atuaram diretamente, usando armas como fuzis ponto 50 e AK-47. Um dos veículos abandonados pelo bando, um Ford Ka, estava locado em nome de Sadan havia três meses. “É uma peça importante na investigação conduzida pela polícia de Pernambuco em busca da elucidação e prisão dos envolvidos, afirma o delegado-Geral de Polícia Civil do RN, Cleiton Pinho.

Continue lendo


Potiguares e homem considerado maior assaltante de bancos do Brasil são presos com fuzis em Recife

Armas e munições apreendidas pela Polícia em Recife – (Fotos: Danilo Tenório/TV Globo)

Do G1/PE – Três homens foram presos, em flagrante, transportando dois fuzis, munição e uma pistola ponto 40, na Zona Sul do Recife, nesta terça-feira (7). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trio é suspeito de integrar uma quadrilha especializada em assaltos a banco. Eles podem ter participação no assalto que assustou moradores e turistas em Porto de Galinhas, no Litoral Sul.

Uma movimentação suspeita em um lava à jato da Rua Ernesto de Paulo Santos, em Boa Viagem, na Zona Sul da capital, chamou a atenção de agentes do Núcleo de Operações Especiais da PRF. Ao consultar as placas de alguns veículos, foi constatado que um deles tinha placa clonada.

A força-tarefa da Polícia Civil e da Polícia Militar foram acionadas e, juntas, as equipes fizeram a abordagem dos suspeitos. Houve perseguição pelas ruas do bairro, que resultou na prisão de três homens e na localização do armamento. Um quarto suspeito conseguiu fugir.

Munições de grosso calibre apreendidas com o trio

Dois dos homens do trio são do município de Parnamirim, no Rio Grande do Norte, e um deles, segundo a Polícia Civil, é foragido do presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. O terceiro envolvido é natural do Paraná.

Os policiais informaram que uma das armas seria uma AK-47. “Esse é um armamento de origem americana, são armas de alto poderio e possivelmente utilizadas pelo Exército”, explica Walter Benjamim, comandante da Rádio Patrulha da Polícia Civil. De acordo com o coronel, algumas das armas são capazes de perfurar blindagem. O material foi encaminhado para a Delegacia do Jordão, na Zona Sul da capital. Os suspeitos, autuados em flagrante por porte de armas, também seguiram para o mesmo local.