Suspeito de integrar facção criminosa morre em confronto com o Bope em Natal

Um homem suspeito de integrar uma facção criminosa morreu em confronto com policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), na madrugada deste domingo (20) na Zona Norte de Natal.

Segundo a PM, equipes do 4º Batalhão da PM acionaram o Bope e fizeram um cerco a uma casa na Redinha, onde estariam vários membros de uma facção criminosa que atua no Rio Grande do Norte.

Ao perceberem a ação da polícia, vários suspeitos tentaram fugir do local, porém um deles, que estava armado, teria atirado contra a equipe do Bope, que revidou disparando contra ele.

Ainda de acordo com a corporação, o homem foi atingido e socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

No local, os policias apreenderam um revólver calibre 38, três aparelhos celulares e uma pequena porção de drogas.

O caso foi registrado na delegacia de plantão da Polícia Civil.

G1RN


Corpo encontrado pode ser de adolescente desaparecida na Praia da Redinha

Delegados concederam entrevista coletiva em Natal

A Polícia Civil realizou na tarde desta terça-feira (24), uma entrevista coletiva para apresentar as primeiras informações sobre a busca conduzida pela Delegacia Especial de Defesa da Criança e do Adolescente (DCA), com apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Batalhão de Choque da Polícia Militar com utilização do canil, onde foi encontrado no bairro da Redinha, Zona Norte de Natal, um corpo em uma casa em construção, que pode ser o de Yasmin Lorena, de 12 anos, desaparecida desde o dia 28 de março.

Após investigações e diligências na região, a delegada titular da DCA Dulcineia Costa, solicitou a presença do canil do BP Choque, para a realização de buscas em residências na localidade, que fica a cerca de 150 metros da casa onde Yasmin Lorena morava. Durante as buscas por meio do cachorro farejador da Polícia Militar, foi encontrado um corpo enterrado, coberto por areia e tábuas de madeiras em uma casa em construção. A confirmação da identidade do corpo encontrado na residência está a cargo do Instituto Técnico-Científico de Polícia, e o resultado deverá ser apresentado nos próximos dias.

Em continuidade ao trabalho de investigação, a Polícia Civil informa que um suspeito se encontra preso, porém, a sua identidade não será revelada até que seja concluída a investigação. Um outro suspeito pelo crime segue sendo procurado pela Polícia.

Veja vídeo com a fala da delegada, Dulcinéia Costa: