Please enter banners and links.


Reunião discutiu alocação de água da Passagem das Traíras e do Rio Seridó

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó–Piranhas–Açu (CBH PPA) e a Agência Nacional de Águas (ANA) realizam nesta quinta-feira (03), reunião anual de alocação de água do sistema hídrico formado pelo reservatório Passagem das Traíras e pelo rio Seridó.

O evento ocorreu das 9 as 12 horas no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Jardim do Seridó, na Rua Dr. Heráclio Pires, número 197, no centro da cidade.

Na pauta, temas como a apresentação pela ANA sobre os usos da água na região, debate sobre as demandas e disponibilidades apresentadas, apresentação pela ANA de regras gerais para os usos no sistema hídrico, debate sobre a proposta de marco regulatório e alocação de água 2017-2018; encaminhamentos pertinentes à proposta e aprovação do Termo de Alocação de Água.



Ambientalista está preocupado com árvores no leito do Rio Seridó

Ambientalista preocupado com árvores no leito do Rio Seridó – (Foto: Sidney Silva)

O ambientalista, Francisco Elpídio, está preocupado com a quantidade de árvores do tipo algarobas existentes no leito do Rio Seridó, que passa por dentro da cidade de Caicó, inclusive, o Complexo Ilha de Sant’Ana, foi construído em seu leito.

As árvores, segundo Elpídeo, existem em uma quantidade muito grande e poderá causar problemas graves quando voltar a chover e ocorrer  cheia do rio. “Os pés-de-Algarobas, serão levados pelas águas e poderão prejudicar determinados lugares como às casas que foram construídas no leito do rio. As casas, existem aos montes. As pessoas estão construindo cada vez mais dentro do rio. Certamente eles acham que o rio não vai mais botar água, pois estão enganados“, disse em entrevista ao programa Comando Geral da Rádio Caicó.

O ambientalista chama a atenção dos gestores para que tomem uma providência e façam a retirada das árvores do leito do Rio Seridó.