Plano Sempre apoia festejos de Santa Luzia em Mossoró

A cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, celebrará o dia de Santa Luzia no dia 13 de dezembro. A tradicional festa é realizada durante 12 dias e acontece no período de 3 a 13 deste mês, atraindo milhares de fiéis vindos de diversas regiões do Brasil. Com missas, novenas, confissões, adoração ao Santíssimo Sacramento e a tradicional procissão de Santa Luzia, além de shows culturais, o espaço contará também com estandes de prestações de serviços. Um deles é o do Plano Sempre de Assistência Funeral, no qual haverá homenagens em forma de distribuições de leques com o hino da padroeira, fitas coloridas personalizadas com o nome da Santa Luzia, e uma equipe disponível para oferecer apoio e orientação à população em geral e principalmente aos fiéis que estejam participando das comemorações.

O Sempre é um serviço de assistência funeral do Grupo Vila que garante a resolução de trâmites como documentações, traslado, velório, entre outros. Na região Oeste, o plano conta com seis unidades, uma cobertura de 140 mil vidas protegidas e 40 cidades atendidas, garantindo menos burocracia em um momento tão delicado.



Prefeita é presa por envolvimento em morte de jornalista

Agência Brasil – A prefeita de Santa Luzia (Região Metropolitana de Belo Horizonte), Roseli Ferreira Pimentel (PSB), foi presa nesta quinta-feira (7) por suspeita de envolvimento na morte de um jornalista em agosto do ano passado. O mandado de prisão foi assinado pelo juiz Alexandre Victor de Carvalho, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

De acordo com a decisão, ela teria participado do homicídio de Maurício Campos Rosa, que era dono do jornal local O Grito. Também foram presos três homens suspeitos do crime.

Roseli foi encontrada pela Polícia Civil em sua própria casa e foi levada a uma delegacia em Belo Horizonte. Antes de ser encaminhada para uma unidade prisional, ela deverá ser submetida a exames no Instituto Médico Legal (IML).

Reeleita em 2016 para um segundo mandato, Roseli teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) por irregularidades na sua campanha. Ela foi afastada em 7 de junho. No entanto, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e conseguiu uma liminar, retornando ao cargo 15 dias depois.