Em São Fernando, Polion e Reginaldo estão afastados

A politica realmente afasta pessoas. Os aliados de antes, agora estão separados, divergem. Na cidade de São Fernando, por exemplo, o prefeito Polion Maia, do PR, está atualmente afastado do seu vice, Reginaldo Araújo, do PSD.

O clima entre os dois se acirrou durante a campanha quando o gestor buscava votos para Terezinha Maia, esposa de Paulo Emídio de Medeiros, prefeito de São Gonçalo do Amarante e Reginaldo Araújo, para o deputado Vivaldo Costa.

Esta semana, em entrevista na Rádio Caicó, o vice-prefeito não escondeu seu interesse em, se for de consenso de seu grupo, disputar a prefeitura de São Fernando, em 2020. Ou seja, contra uma candidatura a reeleição de Polion ou contra um candidato que ele venham a apoiar.



Prefeito e vice de São Fernando em lados opostos na busca por votos

Polion e Reginaldo em lados opostos

Na cidade de São Fernando, instalou-se uma disputa acirrada pelos votos do eleitores. De um lado está o prefeito Polion Maia (PR), que apoia Terezinha Maia, esposa do atual prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio e do outro está Reginaldo Araújo, vice de Polion, mas, que apoia o deputado estadual Vivaldo Costa (PSD).

Comenta-se que o prefeito de São Fernando não tem dado brecha para Reginaldo. Ele estaria preocupado em não permitir que seu vice saia desse pleito com expressão na busca pelos sufrágios, haja vista poder se consagrar como uma liderança ainda mais forte.

Não será estranho se os dois terminarem esse pleito rompidos, politica e administrativamente. Na verdade, essa possibilidade já existe há alguns meses.



São Fernando: MPRN recomenda finalização de plano básico de saneamento

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Caicó, recomendou à Prefeitura de São Fernando que adote as providências para concluir a elaboração do plano municipal de saneamento básico. A recomendação visa fazer com que o Município cumpra as obrigações assumidas no Termo de Execução Descentralizada (TED) junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e à Fundação Nacional de Saúde no Rio Grande do Norte (Funasa/RN).

O papel da UFRN e da Funasa é capacitar e apoiar tecnicamente a elaboração dos planos municipais de saneamento básico de 86 municípios do Rio Grande do Norte que firmaram o TED –  dentre os quais, o Município de São Fernando.

Continue lendo



Matadouro clandestino é fechado pela Cipam; Duas pessoas foram presas

Animal que seria comercializado – (FOTO: Divulgação/Cipam)

Policiais da Cipam realizaram nesta terça-feira (20), fecharam no sítio Laranjeira em São Fernando/RN, um abatedouro clandestino. Lá, animais eram abatidos para a comercialização em diversas cidades da região, inclusive em Caicó.

Na ação, pelo menos dois homens foram presos.

Os policiais ainda encontraram animais que tinham acabado de ser abatidos e estavam no chão e pendurado de forma inadequada.

Animal abatido e sendo trado no chão


São Fernando: recomendação visa coibir venda de bebida alcoólica a crianças e adolescentes

MPRN recomenda proibição da venda de bebida alcoólica a menores em São Fernando

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) quer coibir a venda de cigarros e bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes na cidade de São Fernando, localizada na região Seridó. Por meio da 3ª Promotoria de Justiça da comarca de Caicó, a instituição expediu recomendação dirigida à Prefeitura e à Polícia Militar para que adotem medidas que inibam a prática ilegal em estabelecimentos da cidade.

Especificamente, o MPRN menciona o proprietário de um bar localizado no sítio Bestas Bravas, zona rural, para que se abstenha de vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar (ainda que gratuitamente) de qualquer forma bebidas alcoólicas a criança ou adolescentes. A mesma providência vale para outros artigos com componentes que possam causar dependência física ou psíquica. Devem ser fixados no local cartazes contendo a proibição e especificando o fato desse tipo de comercialização constituir crime.

Continue lendo



População de São Fernando segue sendo prejudicada com fumaça do lixão de Caicó

Lixão de Caicó queimando e fumaça prejudica população de São Fernando – (FOTO: VITAL GALDINO)

Os moradores da cidade de São Fernando, estão reclamando da fumaça que é liberada pelo fogo no lixão de Caicó. Durante toda a tarde, noite de ontem (quarta-feira) e madrugada de hoje a fumaça persistiu causando problemas respiratório nas pessoas.

O vice-prefeito, Reginaldo Araújo, reclamou cobrando que o Ministério Público, tome providências para cobrar da Prefeitura de Caicó, que acabe com as queimadas no lixão.

O lixão de Caicó, além de ter as queimadas corriqueiras, está localizado nas marges do Rio Seridó e do Sabugi. Estudiosos afirmam lá existe o chorume, líquido poluente originado de processos biológicos, químicos e físicos da decomposição de resíduos orgânicos presentes nos lixões. O liquido se infiltra no solo dos lixões e contamina a água subterrânea e chega aos leitos dos rios citados.





Filmado em São Fernando, curta-metragem “Sonho de Oiticica” é selecionado para Festival Internacional de Baía Formosa

Inácio Pereira, herdou a habilidade do pai e desde criança sonha com a finalização da Barragem de Oiticicas

Com o tema “Sou Pescador”, o Festival Internacional de Baía Formosa chega a sua oitava edição. Um dos filmes selecionados para a Mostra do Minuto é “Sonho de Oiticica”, da Referência Comunicação. É o segundo ano consecutivo que a agência emplaca uma produção na mostra Curta 1 Minuto, do Festival Internacional de Baía Formosa.

Filmado em São Fernando, “Sonho de Oiticica” conta a história de Inácio Pereira, pescador que herdou a habilidade do pai e desde criança sonha com a finalização da Barragem de Oiticicas que, segundo ele, poderia resolver o problema de escassez de água na região do Seridó.

“Sonho de Oiticica” tem a direção do jornalista Raildon Lucena com filmagem e edição de Jefferson Dutra. É o segundo ano consecutivo que a agência Referência participa do festival. Ano passado o curta-metragem “Domerina” foi selecionado para participar do Festival Off Camera, realizado em Cracóvia, na Polônia.




Caern continua testes para melhorar tratamento de água em São Fernando

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) estendeu para até a próxima sexta-feira (27) o período de testes no novo processo de tratamento de água do açude público da cidade de São Fernando/RN. A operação que está sendo realizada esta semana tem por objetivo de melhorar a qualidade da água.

Por se tratar de um teste, a Caern reforça a orientação à população de que não utilize a água que chegará até sexta para beber ou cozinhar, ou seja, não fazer a ingestão do líquido. A água pode ser utilizada normalmente para outros fins.

A Companhia ressalta ainda que durante o próximo final de semana a população de São Fernando receberá água oriunda da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves através da adutora emergencial.



Quantidade de ferro na água do açude de São Fernando é quatro vezes maior que o tolerável

Água do açude de São Fernando tem quantidade 4 vezes mais que o tolerável

A água do açude público da cidade de São Fernando/RN, está com a quantidade de ferro quatro vezes maior do que o que é tolerado pela Organização Mundial de Saúde. A descoberta foi da Caern depois de estudo técnico realizado por determinação judicial a pedido da Prefeitura Municipal.

Depois que foi feita a identificação do problema, a direção regional da Caern, decidiu não mais liberar água para o consumo por parte da população. O abastecimento se dará pela adutora emergencial de Caicó que capta água na Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves.

A previsão é que aos sábados e domingos, seja encaminhada água pra São Fernando. A população receberá 20 metros cúbicos por hora pela adutora.

O prefeito Polion Maia, disse que vai tentar uma terceira opinião de análise da água do açude público local. “O Governo do Estado contratou um laboratório e fez uma análise em maio deste ano de 2017. A Caern fez a análise agora e nós vamos entrar com uma ação judicial para o Governo do Estado faça uma outra análise através de outra empresa ou órgão“, disse.



São Fernando terá abastecimento realizado através de adutora emergencial de Caicó

Adutora emergencial de Caicó também vai abastecer São Fernando

Em virtude da seca que atinge a região, o açude municipal que atende a cidade de São Fernando, no Seridó, está com baixo nível. Para atender a população deste município, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realizará o abastecimento através da adutora emergencial de Caicó.

A adutora emergencial capta água na Barragem Armando Ribeiro e leva água para Caicó. Já de Caicó para São Fernando, a água será transportada pela adutora Manoel Torres. Esta adutora é a que normalmente leva água do rio Piranhas para Caicó.

O fornecimento de água acontecerá em sistema de rodízio, sendo abastecida aos sábados e domingos.



Fumaça do lixão de Caicó encobre cidade de São Fernando no final de semana

Fumaça do lixão de Caicó encobre cidade de São Fernando

A foto não está mostrando nenhuma cidade serrana encoberta por névoa em decorrência do frio. Na verdade, ali ao fundo está a cidade de São Fernando encoberta por muita fumaça oriunda do lixão de Caicó. A sua localização prejudica há anos os moradores são-fernandenses.

A foto foi enviada ao Blog Sidney Silva por um morador da cidade no final de semana que lamentou a situação e taxou o fato como vergonhoso. “Estamos sendo cobertos por uma nuvem de fumaça do lixão de Caicó. Estamos sufocados com tanta fumaça“, disse o morador.

Na manhã desta segunda-feira (17), acontece no Ministério Público, reunião com os prefeitos das duas cidades, Caicó e São Fernando, para tratar sobre o assunto.



MPRN concentra esforços para acabar com lixões em Caicó e São Fernando

Lixões em Caicó e São Fernando na mira do Ministério Público – (Foto: Gláucia Lima)

A 3ª Promotoria de Justiça da comarca de Caicó, que abrange também o município de São Fernando, firmou dois Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) para eliminar a existência de lixões na região e promover a destinação adequada aos resídios sólidos.

Em Caicó, foi verificado acúmulo irregular de lixo a céu aberto em uma área próxima à lagoa de captação do município, às margens da BR-427. O terreno é de propriedade particular e o depósito dos resíduos no local resultou de um acordo entre a Prefeitura de Caicó e o proprietário. A área deveria receber apenas material de poda de árvores mas estava sendo usada para acúmulo de lixo de natureza hospitalar e restos de animais. Com as chuvas ocorridas recentemente, verificaram-se também pontos de erosão no solo, aumentando o risco de contaminação da lagoa de captação.

Segundo o proprietário do terreno, já foi informado à prefeitura que a área não seria mais utilizada para esse fim. No entanto, para a paralisação desse tipo de atividade é necessária a elaboração do Plano de Desativação da Atividade e de Recuperação de Área Degradada (Prad), para que sejam avaliadas a degradação e as formas de recuperação possíveis. Dessa forma, o proprietário deve, no prazo de 90 dias, elaborar o Prad, para que sejam avaliadas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) a degradação e as formas de recuperação possíveis.

Continue lendo