PRF recupera em São Mamede/PB, caminhonete roubada em Pernambuco

Caminhonete foi recuperada pela PRF em São Mamede

Patos Verdade – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na manhã deste sábado (6) uma caminhonete roubada no Estado de Pernambuco, durante uma abordagem na Unidade Operacional (UOP) em São Mamede, no Sertão paraibano.

Foi dada a ordem de parada ao veículo VW/Amarok, placas NPT-5191/PB, conduzida por Thiago da Rocha, e ao verifica o CRLV foi constatado que tinha registro de roubo/furto.

De acordo com a PRF, a VW/Amarok havia sido tomada por assalto na última quinta-feira, dia 4, por quatro bandidos, armados, na cidade de Itambé, localizada na Zona da Mata pernambucano.

O motorista foi conduzido para delegacia de Polícia Civil na cidade de Santa Luzia para prestar esclarecimentos.

*Airton Alves com informações da PRF.



Mulher é encontrada morta na PB-251; suspeito é o ex-companheiro, diz polícia

Mulher foi encontrada morta na estrada em São Mamede/PB

Uma mulher foi encontrada morta na madrugada desta quinta-feira (9), na PB-251, em São Mamede, no Sertão da Paraíba. De acordo com o delegado de homicídios responsável pelo caso, Elcenho Engel, o corpo da vítima estava com três marcas de tiros e o principal suspeito do crime é o ex-companheiro dela.

Segundo o delegado, o corpo de Maria de Fátima da Silva Torres, de 28 anos, foi encontrado no meio da rodovia. A Polícia Militar foi acionada ao local por volta das 5h30. A vítima foi encontrada de bruços e a PM constatou que ela já estava morta.

A mulher era natural de Quixaba, mas morava em São Mamede. Conforme a polícia, vizinhos da vítima relataram que ouviram cerca de três disparos por volta das 3h desta quinta. O principal suspeito do crime é o ex-companheiro da mulher, porque, segundo depoimentos colhidos pela polícia, o casal estava separado há uma semana e o homem tentava reatar o relacionamento, mas a vítima não aceitava.

O corpo de Maria de Fátima foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos. Até as 11h desta quinta, as informações da polícia eram de que ninguém havia sido preso.

*G1/PB



Polícia prende dois envolvidos no homicídio ocorrido em São Mamede neste domingo

Quatro pessoas foram identificadas nesta segunda-feira, 11, suspeitas de participação no homicídio ocorrido neste domingo, 10, em São Mamede, mas, apenas duas foram presas, Marcone Henrique de Lucena e João Barbosa da Silva, o Majoca. A prisão ocorreu graças a uma ação conjunta entre a polícia militar de Santa Luzia e o Serviço de Inteligência da PM, P2.

Chuquita e Léo estão foragidos. De acordo com o comandante da companhia de Santa Luzia, Tenente Anselmo, o homem conhecido por Majoca deu apoio logístico e emprestou a moto utilizada no crime a Marcone que monitorou a vítima para saber onde ela estaria.

“Uma vez localizado o Jomácio Ramos, Marcone sai e chama os dois que estavam na outra moto que são Léo e Chuquita. Então esses dois vieram ao local onde Jomácio estava, na praça de mototaxi dele e cometeram o homicídio”, explicou o policial que informou ainda que a partir dessas informações, iniciou as buscas aos quatro.

De acordo com o tenente, o primeiro a ser capturado foi Majoca que confessou ter emprestado o colete de mototáxi para Léo cometer o homicídio e emprestou a sua moto para Marcone fazer o monitoramente da vítima. Ainda segundo o militar, Marcone e Majoca confessaram que o crime foi praticado por Chuquita e Léo.

Os envolvidos não relataram o motivo do crime, mas, disseram que tinham conhecimento o que iria acontecer. Para a polícia, o homicídio foi motivado por briga de facção. Tenente Anselmo informou que em 2017 Jomácio foi vítima de uma tentativa de homicídio. 

O crime deste domingo aconteceu quando o profissional estava com sua motocicleta estacionada na praça de mototáxi e mais duas pessoas, em outra moto, passam e o garupa efetua pelo menos seis disparos contra a vítima que consegue ainda correr do local, mas, é seguido pelo garupa que desce da moto e efetua mais tiros. 

Jomácio Ramos, 37 anos, foi socorrido com vida para o Hospital da cidade e depois para o Complexo Hospitalar Deputado Jandhuy Carneiro, em Patos, mas, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Marcone foi preso em sua residência na Rua Santos Dumont, e Majoca no Sítio Papagaio, na Zona Rural, ambos em São Mamede.

Os dois homens foram levados para a Delegacia de São Mamede e serão conduzidos ao Presídio Regional Romero Nóbrega, em Patos.

*Patos Verdade