No RN, governo gasta R$ 2,60 ao dia com a saúde de cada habitante

Hospital Walfredo Gurgel em Natal é a maior unidade de saúde do estado Foto Elpidio Junior

R$ 2,60 ao dia: esse é valor per capita destinado pelos três níveis de gestão (federal, estadual e municipal) para cobrir as despes as com saúde dos mais de 3,5 milhões de brasileiros que vivem no Rio Grande do Norte. Esse é o resultado de uma análise detalhada das informações mais recentes disponíveis, relativas às contas públicas do segmento em 2017. Segundo o cálculo inédito feito pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), a partir de dados oficiais, naquele ano, o gasto por habitante com saúde no Estado foi de R$ 948,99, o que coloca essa unidade da federação em 16º lugar no ranking nacional.

Em todo o País, o gasto médio per capita com saúde no ano passado foi de R$ 1.271,65. Entre os 26 Estados, no entanto, esse valor varia de R$ 703,67, no Pará, a R$ 1.771,13, em Roraima. As informações levantadas pelo CFM consideraram as despesas em Ações e Serviços Públicos de Saúde (ASPS) declaradas no Sistema de Informações sobre os Orçamentos Públicos em Saúde (Siops), do Ministério da Saúde. Pela lei, cada ente federativo deve investir percentuais mínimos dos recursos arrecadados com impostos e transferências constitucionais e legais na área.

Continue lendo




Campanha de vacinação contra a gripe tem início dia 23 de abril

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2018 será realizada no período de 23 de abril a 1° de junho, sendo 12 de maio o “Dia D” de mobilização nacional. De acordo com a Coordenação Estadual de Imunizações (CEI), a estimativa para esta edição é vacinar mais de 54,4 milhões de pessoas em todo país e 879.430 no Rio Grande do Norte. Tendo como meta vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários.

Fazem parte dos grupos elegíveis para a vacinação as crianças na faixa etária de seis meses a menos cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Continue lendo



Servidores da saúde do RN encerram greve de 100 dias

Na manhã desta terça-feira (20), cerca de 300 servidores da saúde do estado do Rio Grande do Norte se reuniram no auditório do Sinpol para avaliar a greve que completou 100 dias no dia de hoje. Após discussão da categoria, os servidores decidiram em ampla maioria encerrar a greve.

Foram cem dias de resistência. De acampamentos, ocupação na Seplan, ocupação na Assembleia Legislativa, atos, manifestações e de grandes enfrentamentos em defesa do salário em dia e de um calendário de pagamento.

Continue lendo



Inscrições para concurso da Sesap são prorrogadas até 19 de fevereiro

As inscrições para o Concurso Público da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) foram prorrogadas até 19 de fevereiro. A informação está publicada no Diário Oficial do Estado (D.O.E) deste sábado (10).

A publicação traz modificações relacionadas a alguns cargos. Para o cargo de Técnico em Enfermagem foi acrescido o requisito do Registro Profissional de Classe e Certidão de Regularidade Profissional, este último também passa a ser requisito para os Enfermeiros.

Continue lendo



RN receberá R$ 420 milhões para a Saúde e Segurança

Recursos foram assegurados em reunião do presidente com a bancada do RN e o governador

O Governo Federal assegurou a liberação de R$ 420 milhões ao Rio Grande do Norte, com destinação específica para a saúde e segurança pública. Os recursos poderão ser usados na folha de pagamento destas duas áreas, sendo que R$ 320 milhões serão para saúde e R$ 100 milhões para a segurança pública. A garantia foi dada pelo presidente Michel Temer e pelos ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento) ao governador Robinson Faria,  aos senadores José Agripino e Garibaldi Filho e aos deputados Walter Alves, Rogério Marinho, Beto Rosado, Rafael Motta e Fábio Faria.

*Leia a notícia completa da Tribuna do Norte aqui



Servidores da saúde em greve farão um novo “apagão” nesta segunda-feira (15)

Servidores da Saúde farão nova paralisação na segunda-feira – (Foto: José Aldenir/Agora RN)

Os servidores que trabalham Sesap do Rio Grande do Norte farão um novo apagão na próxima segunda-feira (15). A iniciativa foi aprovada por unanimidade em assembleia do dia 10, que também aprovou a continuidade da greve. O apagão na saúde terá início às 6h, em frente ao hospital Walfredo Gurgel. Assim como o apagão que ocorreu na última segunda (9), os servidores irão reduzir o atendimento e apenas casos de urgência e emergência serão encaminhados à unidade. Uma equipe de servidores fará a triagem dos pacientes que chegarem no hospital para encaminhá-los à outras unidades de saúde.

A ideia do novo apagão é protestar contra a proposta de negociação do governo do Estado que em audiência com o Sindsaúde-RN, no dia 9, se comprometeu em pagar os salários de dezembro e adiantar o de janeiro na próxima semana, no entanto, deixa de fora os servidores inativos (aposentados e pensionistas). “Queremos sim receber os nossos salários, mas entendemos que o governo não pode excluir os aposentados que tanto fizeram por esse Estado. O tratamento deve ser o mesmo para ativos e inativos, os aposentados fizeram história na saúde do RN e devem ser valorizados”, disse Manoel Egídio, coordenador-geral do Sindsaúde-RN.

Os servidores da saúde de Pau dos Ferros também irão realizar um apagão no hospital Regional. O apagão está previsto para iniciar às 7h e encerra às 10h da manhã.

A greve da saúde que completa dois meses hoje, reivindica o pagamentos do salários em dia, o pagamento do 13º e um calendário de pagamento para 2018. Além disso, se opõe ao pacote de ajuste fiscal enviado pelo governo Robinson Faria (PSD), enviado à Assembleia Legislativa em caréter de urgência.

Na terça-feira (16), entidades sindicais estão convocando uma Greve Geral no RN contra o atraso de salários e o pacote de ajuste fiscal do governo. Nesse mesmo dia, será iniciada a discussão das Mensagens na Assembleia Legislativa.



Saúde Estadual terá concurso com 404 vagas

A partir do dia 15 deste mês e até 15 de fevereiro próximo estarão abertas as inscrições para o concurso que o governo do Rio Grande Norte está realizando para provimento de 404 vagas na Secretaria de Saúde Pública (Sesap-RN), sendo 176 para nível médio e 228 para nível superior. Os convocados irão reforçar os quadros da secretaria nas unidades de saúde onde há carência de pessoal.

Continue lendo



Despesas com saúde representaram 9,1% do PIB em 2015, afirma IBGE

Despesas com saúde representaram 9,1% do PIB em 2015, afirma IBGE

O total gasto com o consumo final de bens e serviços ligados a saúde no Brasil chegou a R$ 546 bilhões em 2015. O valor corresponde a cerca de 9,1% do Produto Interno Produto (PIB) no ano. De 2010 a 2015, a participação dos bens e serviços de saúde pulou de 75,9% para 79,2%. Em contrapartida, a participação dos gastos com medicamentos caiu de 22,4% para apenas 19%.

As despesas de consumo ligadas a saúde por parte do governo atingiram R$ 231 bilhões, enquanto famílias e instituições sem fins lucrativos, juntos, gastaram R$ 315 bilhões. O gasto per capita também subiu em 2015, atingindo R$ 1.538,79.

Os gastos com serviços de saúde privada foi o principal fator, atingindo 3,4% do PIB de 2015. Já a saúde pública representou 3,1% do PIB, sendo a principal despesa por parte do governo.

Em cinco anos, de 2010 a 2015, a participação das atividades de saúde em todo o PIB subiu de 6,1% para 7,3%. A saúde privada é que tem maior participação neste período, atingindo R$ 144 bilhões em 2015.



Em assembleia, servidores da saúde do RN aprovam continuidade da greve

Na manhã desta quinta-feira (21), a categoria da saúde realizou uma assembleia para discutir os rumos da greve que completou 38 dias. Com a notícia de que os salários de novembro seriam iniciados nesta quinta, para quem recebe até R$ 2 mil reais e que o governador Robinson só iria pagar o 13º no dia 10 de janeiro, os servidores da saúde do RN decidiram continuar a greve.

Em um comunicado nas redes sociais, o governador Robinson Faria (PSD), pede aos servidores que retornem ao trabalho, “que sigam com suas atividades, prestando seu tão importante serviço à população”. No entanto, muitos servidores estão se quer com dinheiro do ônibus, é o caso da técnica de enfermagem, Maria do Carmo, servidora do hospital Santa Catarina, que desabafou durante a assembleia.

Continue lendo



Prefeitura começa a pagar novembro; Saiba quem recebe nesta terça-feira (12)

A Prefeitura de Caicó paga nesta terça-feira (12), os salários do mês de novembro aos servidores efetivos lotados na Saúde e na Educação (Fundeb 60% e Infantil 60%). A previsão é que os salários estejam nas contas até às 10hs da manhã.

De acordo com Francisco Oliveira, secretário de finanças, os demais servidores da educação (Fundeb 40% e Infantil 40%) que devem receber ainda nesta semana.



Sandra Brilhante: “Se fosse por meus familiares, eu já tinha ido embora de Caicó”

Sandra Brilhante disse que seus familiares pedem que deixe o comando da Secretaria de Saúde de Caicó

É cada vez mais certa a saída da secretária de saúde de Caicó, da pasta. Pelo menos é o que se comenta na cidade nos últimos dias.

Esta semana, a secretária Sandra Brilhante, concedeu entrevista no programa Comando Geral da Rádio Caicó e perguntada sobre o assunto, ela disse que se dependesse dos seus familiares, já tinha ido embora.

Muitas críticas foram direcionadas nas últimas semanas à forma de gerir a pasta da maior secretaria do Município. Algumas delas partiram de servidores da saúde e até de médicos.

Outra

O Blog Sidney Silva ainda soube da possibilidade de outro secretário entregar a pasta que comanda. É o caso de José Antonino Fernandes, que comanda a Infraestrutura. Segundo rumores, ele teria dito a pessoas próximas que poderá deixar o cargo até o final do ano.



TJRN determina que 70% dos servidores devem trabalhar durante greve da Saúde

Do G1/RN – O Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte deverá manter pelo menos 70% dos servidores trabalhando durante a greve da categoria iniciada na última segunda-feira (13), em todo o estado. A decisão do desembargador Amaury Moura Sobrinho, do Tribunal de Justiça do RN, foi tomada no sábado (18), durante o plantão judicial.

A determinação atendeu parcialmente um pedido do governo, que havia solicitado por meio da Procuradoria Geral do Estado a declaração de ilegalidade do movimento grevista. Apesar de não atender ao pedido de ilegalidade, o desembargador decidiu que o sindicato deve garantir um contingente de 70% dos servidores em todas as unidades de atendimento de saúde, em todas as especialidades.

Em caso de descumprimento, ainda de acordo com a decisão, o sindicato terá que pagar multa de R$ 25 mil por dia. O objetivo, de acordo com o desembargador, é garantir “a continuidade da prestação desse serviço público essencial”.



Ministro da Saúde passa mal e é levado para o Hospital Sírio-Libanês

Ministro da Saúde passa mal é levado para o Sírio-Libanês

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, passou mal nesta quinta-feira (9) enquanto participava de um seminário no auditório do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. Primeiramente ele foi atendido neste hospital e só depois foi transferido para o Sírio-Libanês. Segundo a assessoria de comunicação do Ministério da Saúde, ele teve um pico de pressão, foi examinado e fez um eletrocardiograma.

Ricardo Barros foi atendido seguindo o protocolo pós-operatório, pois na semana passada ele passou por cirurgias de cateterismo e angioplastia. A transferência foi feita para o Sírio-Libanês para que a equipe médica responsável pela cirurgia o acompanhasse mais de perto.

O ministro segue em observação e não há informações sobre a alta dele.



Servidores da saúde do estado aprovam greve para o dia 13

Os servidores estaduais da Saúde do Rio Grande do Norte entrarão em greve na próxima segunda-feira (13), sem previsão pra terminar. A decisão foi tomada em votação durante a assembleia no auditório do Sinpol.

Os servidores exigem o salário em dia, que desde janeiro de 2016, o governo paga em atrasado, e a anulação do pacote de ajuste fiscal enviado à Assembleia Legislativa.

A categoria também aprovou a participação do Dia Nacional de Paralisações e Greves, no dia 10 de novembro. A data foi aprovada em uma plenária nacional do “Movimento Brasil Metalúrgico” e incorporada pelas centrais sindicais. O dia também é véspera da entrada em vigor da Reforma Trabalhista, que acaba com direitos históricos dos trabalhadores.

Em Natal, um grande ato unificado está marcado para o dia 10, com concentração às 14h, no bairro do Alecrim e às 15h, caminhada até o Centro da cidade.