Sérgio Cabral é condenado pela 4ª vez e soma 87 anos de prisão

Sérgio Cabral é condenado novamente

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), foi condenado nesta terça-feira (19) a mais 15 anos de prisão no âmbito da operação Eficiência, desdobramento da operação Lava Jato. Cabral é acusado de ocultar e lavar dinheiro dentro e fora do Brasil. Esta é a quarta sentença determinada pela Justiça contra o político.

Preso desde o final do ano passado, Cabral foi condenado novamente pela 7ª Vara Federal Criminal, que também investigou os doleiros Renato e Marcelo Chebar. Sergio Cabral é acusado de chefiar o esquema de corrupção que recebia propinas em troca de favorecimento a empresas que prestavam serviços ao governo estadual do Rio. A Operação Eficiência originou três processos relativos à lavagem de dinheiro no exterior. A sentença desta terça se deu em apenas um dos processos, já que os outros dois ainda não foram julgados.

Continue lendo



Bretas interroga Cabral em nova audiência após discussão e transferência negada

Interrogatório acontece nesta quarta

Do G1 – Duas semanas após as discussões entre o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e o juiz Marcelo Bretas, os dois ficarão novamente frente à frente em outro interrogatório na 7ª Vara Federal Criminal nesta quarta-feira (8).

Na ocasião, o Ministério Público Federal (MPF) pediu e o magistrado acolheu o pedido de transferência de Cabral a um presídio federal. A mudança só não ocorreu porque Cabral recorreu e o ministro do STF Gilmar Mendes determinou a permanência no Rio.

Na mesma semana, o Ministério Público descobriu que um “cinema particular” seria instalado na Cadeia Pública José Frederico Marques, onde o ex-governador está preso. Os equipamentos – inclusive um televisor de mais de 60 polegadas – foram doados.