Caicó: Justiça condena acusados de matar empresário Seví

A justiça condenou os responsáveis pela morte do empresário, Severiano Firmino de Araújo Filho, conhecido como “SEVÍ”. Ele foi assassinado por volta das 19 horas do dia 12 de dezembro de 2016, no interior de sua casa, na Rua Augusto Monteiro, nº. 1.055, Centro, em Caicó/RN.

Várias pessoas apareceram no processo como suspeitos de participação no latrocínio em destaque e três foram condenados.

Kaio Denis da Silva, autor material do crime, ou seja, a pessoa que atirou em Seví. Ele foi condenado a pena de 26 anos e 04 meses de reclusão; 10 (dez) meses e 20 (vinte) dias de detenção e 413 dias-multa.

Petrúcio Railande dos Santos, o “Guiguiu”, autor intelectual, ou seja, a pessoa que planejou o crime, foi condenado a pena de 32 anos, 01 mês e 25 dias de reclusão e 351 dias-multa.

Jardel Ivan dos Santos, o “Del”, que emprestou a moto para ser usada no crime, foi condenado a pena de 17 anos e 06 meses de reclusão e 08 dias-multa.

O outro participando do crime, foi um adolescente que teve uma medida sócio-educativa de internação por tempo indeterminado aplicada. Ele estava no Ceduc de Caicó, mas, participou de motim aonde danificou o patrimônio público. De lá, foi levado para a Delegacia e autuado, depois para o Presídio local e depois para Caraúbas.

Continue lendo


Caicó: Ronda Escolar prende suspeita de participação na morte do empresário Sevi

Seany Medeiros da Silva é suspeita de ter escondido as armas do crime

Policiais militares da Ronda Escolar, prenderam na noite desta quinta-feira (10), por volta das 18hs, na Avenida Carlindo Dantas, a caicoense, Seany Medeiros da Silva. Contra ela existia mandado de prisão em aberto.

De acordo com a polícia, Seany Medeiros, é suspeita de ter escondido as armas usadas no assalto que terminou com a morte do empresário Severiano Firmino de Araújo, no dia 13 de dezembro de 2016.

Depois de detida, foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil aonde fica à disposição da Justiça.