PM intercepta quadrilha que planejava atacar bancos no Sertão da Paraíba

Material apreendido pela polícia

A Polícia Militar interceptou uma quadrilha, no início da madrugada desta segunda-feira (15), na cidade de Teixeira, e apreendeu todo o material que o bando estava transportando para possivelmente atacar bancos no Sertão da Paraíba, esta semana. Até agora, três pessoas foram detidas e a PM continua as buscas na região para prender mais envolvidos. A identificação deles ainda está sendo confirmada.

A ação policial, realizada pela 4ª Companhia do 3º Batalhão, começou pouco depois da meia noite. Um veículo que vinha na PB-110, na região de Teixeira, não obedeceu a ordem de parada dada pela PM e teve início uma perseguição. O grupo criminoso acabou perdendo o controle do carro e bateu em uma pedra.

Duas pessoas foram detidas ainda no local. Um terceiro suspeito foi preso agora no começo da manhã, em São José do Bonfim. As buscas continuam.

Até agora, foram apreendidas vinte e cinco bananas de dinamite, fuzil, duas submetralhadoras, pistola, carregadores, quase seiscentas munições de armas de grosso calibre, várias espoletas, cinco coletes balísticos, touca ninja, lanternas de cabeça, motosserra, lixadeiras, alicate grande, discos de corte, um rádio comunicador e outros materiais usados por quadrilhas que atacam bancos.

*PatosVerdade



Polícias desmontam fábrica clandestina de armas em Teixeira/PB

Arma artesanal encontrada

Durante o final de semana, a Polícia Federal e a Polícia Militar da Paraíba, atuando de forma coordenada, prenderam em flagrante duas pessoas, apreenderam sete armas de fogo artesanais e desmontaram a oficina onde eram produzidas ilegalmente.

No sábado, 4 de agosto, foi interditada uma oficina em Teixeira/PB, onde foram encontradas enterradas uma espingarda calibre 12 e uma carabina calibre .38”, além de moldes, materiais e equipamentos utilizados para a fabricação clandestina de armamento, por R.P.S., de 20 anos, preso em flagrante e apresentado na Delegacia da Polícia Federal de Patos/PB.

R.P.S. é filho de indivíduo preso por roubo aos Correios e no local havia sigla de facção criminosa com atuação em diversos estados brasileiros.

No domingo, em Campina Grande/PB, interceptaram um carregamento de cinco espingardas calibre 12, em ônibus que seguia de Teixeira/PB para a capital paraibana. C.G.S., de 22 anos, foi identificado, preso e apresentado na Delegacia da Polícia Federal local.