Natal terá protesto contra homenagem à João Dória

Movimento fará protesto contra título de cidadão natalense para João Dória

Movimentos sociais e de juventude estão convocando um protesto durante a cerimônia que entregará o título de Cidadão Natalense à João Dória, prefeito de São Paulo, nesta quarta-feira (16). O ato público #DoriaNuncaSeráNatalense tem a concentração marcada para às 09h, em frente à entrada do Shopping Midway na Av. Salgado Filho – A solenidade será às 10h, no Teatro Riachuelo, no 5º andar, com entrada restrita a convidados.

O protesto foi decidido nesta segunda-feira, e é convocado pela Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular, Movimento População de Rua e UMES Natal, entre outros movimentos e entidades. Para os organizadores, a gestão de Doria em São Paulo adota uma política de higienização social, “declarando guerra à pobreza”.

Eles prometem denunciar episódios como a operação policial na Cracolândia, a demolição de um imóvel com pessoas dentro, a retirada de cobertores e o uso de jatos de água sobre a população de rua, em um dos dias mais frios do ano, e incêndios em favelas e barracos em viadutos da cidade.

Também pretendem lembrar as demissões de 400 assistentes sociais e a redução do atendimento na região central de SP e a tentativa de acabar com o passe-livre dos estudantes de São Paulo, conquistado após as jornadas de junho de 2013.

O ato conta com um evento online, criado na manhã de terça-feira, que já conta com 230 confirmações e 600 interessados. Um manifesto compartilhado no evento questiona quais os serviços feitos por Doria para a cidade e acusa a homenagem de eleitoreira. Outro internauta compartilhou reportagem do jornal O Globo, de 02 de julho de 1987, quando João Doria presidia a Embratur e provocou polêmica com uma proposta de roteiros turísticos voltados para a seca que atingia o Nordeste.

*Nota enviada ao Blog pela coordenação do movimento