Please enter banners and links.


Campanha nacional contra o sarampo começa nesta segunda-feira

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa hoje (7) em todos os postos de saúde do país. Dois grupos de pessoas estão no alvo da nova campanha. O primeiro grupo é formado por crianças de seis meses até menores de 5 anos, cuja a vacinação vai desta segunda-feira até 25 de outubro, com o Dia D no dia 19.

O segundo grupo, com faixa etária de 20 a 29 anos e que não estão com a caderneta de imunização em dia, a vacinação está prevista para iniciar no dia 18 de novembro. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 2,6 milhões de crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões adultos. Para isso, a pasta garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos. Ao todo, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para garantir o combate à doença nos municípios.



Casos suspeitos de sarampo no Rio Grande do Norte chegam a 33; Região Seridó aparece no boletim

Casos suspeitos de sarampo foram registrados no RN

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), divulgou o Boletim Epidemiológico referente ao período da semana epidemiológica 01 a 37, encerrada no dia 14 de setembro. De acordo com o documento, permanece o número de quatro casos confirmados, entretanto, aumentou para 33 os que estão em investigação.

A maior concentração dos casos em investigação está na 7ª região de saúde (Região Metropolitana de Natal), na capital potiguar, e na 4ª região de saúde (Região do Seridó), destacando-se o município de Currais Novos.

De acordo com a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Lucchesi, para confirmar um caso de sarampo a Sesap leva em consideração os aspectos clínicos, epidemiológicos e os exames laboratoriais. “Nós testamos os exames tanto para sarampo quanto para outros vírus, o que nós chamamos de exames diferenciais. E os exames que, no primeiro momento, dão como reagentes para sarampo, a amostra é enviada para o laboratório de referência para ser feito o isolamento viral. Os três casos confirmados tiveram o isolamento viral detectado para sarampo”, explica Lucchesi.

*Veja aqui o Boletim Epidemiológico de Sarampo no RN



Caicó atinge meta de vacinação contra Influenza em todos os grupos prioritários

Campanha teve meta atingida em Caicó

A Secretaria Municipal de Saúde está divulgando os resultados da campanha de vacinação contra influenza, e comemora resultado positivo. A meta de 90% preconizada pelo Ministério da Saúde foi atingida em todos os grupos prioritários.

Confiram os números: Cobertura da Campanha de Influenza – Dados atualizados em  07/06/2019

CRIANÇA: 90,07%

TRABALHADOR DA SAÚDE: 107,98%

GESTANTE: 97,33%

PUÉRPERAS: 123,26%

IDOSOS: 93,20%

PROFESSORES: 122,81%

COMORBIDADES: 104,26%

A Coordenadora de Imunização, a enfermeira Ana Santana, avalia como muito satisfatório o resultado da campanha, uma vez que o objetivo de imunizar 90% dos grupos prioritários foi alcançado com sucesso.

“O sucesso da campanha se deve a conscientização da população sobre a importância da vacinação e principalmente ao empenho da equipe técnica da secretaria de saúde e dos vacinadores e enfermeiros da atenção básica do município, que se dedicaram incansavelmente para garantir a vacinação dos grupos e consequentemente a vitória da Campanha”, afirmou Ana Santana.



Vacinação contra a gripe no SUS é aberta para toda a população

Campanha é aberta para a população

Após 50 dias de campanha direcionada para o grupo prioritário, o Ministério da Saúde abre nesta segunda-feira (3) a possibilidade de vacinação contra a gripe para toda a população. Até a última sexta-feira (31), 20% do público-alvo ainda não estava imunizado – faltam 11,9 milhões de pessoas para atingir a meta de 90% de cobertura.

A medida, segundo o ministério, busca evitar o desperdício das doses – a campanha segue até que elas acabem. Mesmo assim, o grupo prioritário continuará tendo precedência para a aplicação em todas as unidades de saúde. No estado do Rio de Janeiro, a vacinação continua sendo exclusiva para grupos prioritários.

Os principais alvos são gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, crianças menores de seis anos, idosos, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores da área de saúde, professores e povos indígenas.

Seis estados atingiram a meta: Amazonas (98,5%), Amapá (98,5%), Pernambuco (93,6%), Espírito Santo (91,3%), Rondônia (90,4%) e Maranhão (90%). Os estados com menor adesão são Rio de Janeiro (63,7%), Acre (73%) e São Paulo (73,1%).



Campanha de Vacinação contra Influenza inicia nova etapa nesta segunda, 22

Campanha inicia nova fase nesta segunda-feira – (FOTO: Marcello Casal/ABR)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em uma nova etapa na próxima segunda-feira (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda, o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.

Dessa forma, poderão receber a vacina trabalhadores da saúde, indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, bem como a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.



Vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira (10) em todo o país

Vacinação contra a gripe começa nesta quarta em todo o Brasil

Começa nesta quarta-feira (10), em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, de acordo com o Ministério da Saúde, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo.

A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da campanha poderá receber a dose, incluindo trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

A escolha dos grupos segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A definição, segundo a pasta, também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

A vacina

Em nota, o Ministério da Saúde destacou que, em relação ao ano passado, houve alteração de duas cepas na vacina. Em função da mudança na composição, a pasta considera “imprescindível” que os grupos selecionados, ainda que já tenham sido imunizados anteriormente, recebam a nova dose este ano.

“O Ministério da Saúde não indica a utilização da vacina contra influenza com cepas 2018, pois não tem a mesma composição da vacina de 2019, o que faz com que não seja eficaz para proteção”.



Fátima veta lei que previa vacinação domiciliar a deficientes físicos e idosos

A governadora Fátima Bezerra vetou integralmente projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa que previa a vacinação domiciliar para pessoas que tenham deficiência física e idosos que possuam comprovada dificuldade de locomoção. O veto foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (6), sob a justificativa de que a lei é inconstitucional.

Alegando que a proposta, apesar de ter “elevada importância”, gera custos ao Poder Executivo, a governadora explicou no veto que a Constituição Federal determina que o Legislativo não pode aprovar leis que resultem em gastos ao Governo, salvo na lei orçamentária.

Além disso, o veto também informa que a lei “silencia em apontar quem seria o responsável direto pela execução e fiscalização das medidas que se pretende implementar, esvaziando todo o alcance e a efetividade da norma”.

Após a iniciativa do Executivo, a Assembleia Legislativa vai deliberar sobre o assunto, decidindo se mantém o derruba o veto.

Fonte: Tribuna do Norte



Sábado da vacinação: última chamada para proteger crianças contra pólio e sarampo

Estados e municípios que ainda não atingiram a meta de vacinar 95% das crianças contra a pólio e sarampo, devem abrir os postos de vacinação no próximo sábado (1º/9). A orientação, para que os gestores locais realizem uma nova mobilização, é do Ministério da Saúde.

A medida tem como objetivo vacinar 3,3 milhões de crianças, de um ano a menores de cinco, que ainda não estão protegidas contra as duas doenças.

A última atualização enviada pelos estados mostra que, até esta terça-feira (28), 70% das crianças brasileiras se vacinaram. Em todo o país, foram aplicadas mais de 15,7 milhões de doses das vacinas (cerca de 7,8 milhões de cada).



Marcos do Manhoso abriu Dia D de vacinação no Bairro Walfredo Gurgel

A Campanha Nacional de vacinação contra o sarampo e poliomielite teve o seu Dia “D” no último sábado (18) em todos as Unidades de Saúde de Caicó. O prefeito Marcos do Manhoso fez o lançamento da ação no Bairro Walfredo Gurgel e, em seguida, participou de um pitstop na BR 427, em frente ao Rotary Clube, que é uma das entidades parceiras da ação.

A campanha segue até o final o mês e os pais devem ficar atentos e não esquecer de levar as crianças de 1 até 4 anos (poliomielite) e de 1 a 49 anos (sarampo) a qualquer um dos postos de vacinação, portando a caderneta de vacinação.

A imunização contra essa doença exige duas doses. Normalmente, no setor público a primeira é dada aos 12 meses de vida, com a versão tríplice viral, e a segunda, aos 15 meses, com a tetraviral. A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 95% das crianças dessa faixa etária e diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil.



Vacinação contra gripe: 1.068 crianças ainda não se vacinaram em Caicó

Campanha de vacinação contra a gripe termina na sexta – (Foto: Semuc/Andrezza Mariot/Divulgação)

A campanha de vacinação contra a gripe segue até a próxima sexta-feira (22) e em Caicó, faltam imunizar 1.068 crianças. Ou seja, foram vacinadas 2.399 (69,20%) das 3.467 que eram meta.

Outro público alvo da campanha que os profissionais de saúde tiveram dificuldade foi a população idosa, mas, na reta final, em Caicó, foram imunizados, 7.497, ou 95,81% da meta que era de 7.825.

Os outros dados são os seguintes:

Professores, foram vacinados, 921 (97,36%). A meta era 946

Puérperas, foram vacinadas, 98 (113,95%). A meta era 86

Gestantes, foram vacinadas, 468 (89,31). A meta era 524

Trab. de Saúde, foram vacinados, 1.501 (107,75%). A meta era 1.393

Os dados são da Secretaria de Saúde do Município de Caicó.



Termina na sexta (15) vacinação contra Influenza para os grupos prioritários

A campanha de vacinação contra a Influenza, iniciada em 23 de abril, segue até o próximo dia 15 de junho em todos os postos de vacinação do Rio Grande do Norte. Até o momento o estado aplicou 750.330 mil doses, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 81,8% do público alvo. O estado se encontra em quarto lugar no Nordeste e décimo segundo do país em números de cobertura vacinal.

Continue lendo



Gripe: Meta de vacinação de idosos e crianças ainda não foi batida em Caicó

Campanha vai acabar e ainda falta bater a meta de vacinação de idosos e crianças

A quantidade de crianças com idade de até 5 anos, que ainda não foram vacinadas nas unidades de saúde de Caicó, dentro do período da campanha de combate a gripe, não é o esperado. Faltando 4 dias para o encerramento das ações para imunizar a população mais vulnerável, apenas 1.773 crianças, ou 51,14% de um total de 3.467, foram vacinadas.

Os dados informados pela Coordenação de Promoção de Saúde de Caicó, são parciais e neles é possível também saber que foram vacinados 5.440 idosos, ou seja, 69,52% da meta total que é de 7.825.

Confira mais dados:

Trabalhadores de Saúde, meta: 1.393 (foram vacinados: 1.379, o equivalente a 98,99%)

Gestantes, meta: 524 (foram vacinados: 341, o equivalente a 65,08%)

Puérperas, meta: 86 (foram vacinadas: 88, o equivalente a 102,33%)

Professores, meta 946 (foram vacinados: 810, o equivalente a 86,82%)

A coordenadora de promoção de Saúde de Caicó, Lizy Karol Santos, disse em entrevista ao Blog Sidney Silva, que espera que a meta seja alcançada até o final da campanha. Ela informa também que a estratégia dos profissionais de saúde foi mudada nesta reta final das ações. Eles estão fazendo os chamados arrastões para irem até as residências onde existem pessoas idosas e crianças que ainda não se vacinaram.

Confira a entrevista com Lizy Karol:



Vacinação contra Influenza segue até 1º de junho

A campanha de vacinação contra a Influenza, iniciada em 23 de abril, segue até o próximo dia 1º de junho em todos os postos de vacinação do Rio Grande do Norte. Até o momento o estado aplicou 569.825 mil doses, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 63,1% do público alvo. O estado se encontra em terceiro lugar no Nordeste e décimo terceiro do país em números de cobertura vacinal.

Nesta última quarta-feira (23), a Rede de Frio recebeu do Ministério da Saúde a última das sete remessas de vacinas, totalizando 967.400 mil doses distribuídas aos municípios desde o início da campanha.

Devem se vacinar as crianças na faixa etária de seis meses a menos cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.



Em Caicó, 34,35% da população alvo da campanha foi vacinada

A campanha de vacinação contra as gripes H1N1, N2N3 e Influenza B, termina nos próximos 18 dias e em Caicó, só foram vacinados 34,35% da meta total que é de 18.406 pessoas. Ou seja, até agora foram vacinadas 6.322 pessoas.

As informações são da Secretaria de Saúde de Caicó.

Confiram o quadro parcial de vacinação nas unidades de saúde de Caicó.

Crianças –  a meta é 3.467, e foram vacinadas 958 – 27,63%

Trabalhadores de Saúde – a meta é 1.393, e foram vacinados 942 – 67,62%

Gestantes – a meta é 524, e foram vacinadas 276 – 52,67%

Puérperas – a meta é 86, e foram vacinadas 67 – 77,91%

Idosos – a meta é 7.825, e foram vacinadas 3.625 – 46,33%

Professores – a meta é 946, e foram vacinados 454 – 47,99%



Ministério da Saúde manda quantidades pequenas de vacinas para estados

O Ministério da Saúde está disponibilizando quantidades muito baixas da vacina contra as gripes H1N1, H2N3 e Influenza B. A cidade de Caicó, por exemplo ficou, na semana passada, por vários dias sem as doses necessárias para dar continuidade a vacinação que começou no mês de abril.

Inclusive, na manhã do sábado, 12, que foi o dia D de vacinação, os técnicos da Secretaria de Saúde de Caicó, tinham preocupação quanto a quantidade de doses. Eles achavam que iria dar para o dia todo.