Caicó atinge meta de vacinação contra Influenza em todos os grupos prioritários

Campanha teve meta atingida em Caicó

A Secretaria Municipal de Saúde está divulgando os resultados da campanha de vacinação contra influenza, e comemora resultado positivo. A meta de 90% preconizada pelo Ministério da Saúde foi atingida em todos os grupos prioritários.

Confiram os números: Cobertura da Campanha de Influenza – Dados atualizados em  07/06/2019

CRIANÇA: 90,07%

TRABALHADOR DA SAÚDE: 107,98%

GESTANTE: 97,33%

PUÉRPERAS: 123,26%

IDOSOS: 93,20%

PROFESSORES: 122,81%

COMORBIDADES: 104,26%

A Coordenadora de Imunização, a enfermeira Ana Santana, avalia como muito satisfatório o resultado da campanha, uma vez que o objetivo de imunizar 90% dos grupos prioritários foi alcançado com sucesso.

“O sucesso da campanha se deve a conscientização da população sobre a importância da vacinação e principalmente ao empenho da equipe técnica da secretaria de saúde e dos vacinadores e enfermeiros da atenção básica do município, que se dedicaram incansavelmente para garantir a vacinação dos grupos e consequentemente a vitória da Campanha”, afirmou Ana Santana.



Vacinação contra a gripe no SUS é aberta para toda a população

Campanha é aberta para a população

Após 50 dias de campanha direcionada para o grupo prioritário, o Ministério da Saúde abre nesta segunda-feira (3) a possibilidade de vacinação contra a gripe para toda a população. Até a última sexta-feira (31), 20% do público-alvo ainda não estava imunizado – faltam 11,9 milhões de pessoas para atingir a meta de 90% de cobertura.

A medida, segundo o ministério, busca evitar o desperdício das doses – a campanha segue até que elas acabem. Mesmo assim, o grupo prioritário continuará tendo precedência para a aplicação em todas as unidades de saúde. No estado do Rio de Janeiro, a vacinação continua sendo exclusiva para grupos prioritários.

Os principais alvos são gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, crianças menores de seis anos, idosos, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores da área de saúde, professores e povos indígenas.

Seis estados atingiram a meta: Amazonas (98,5%), Amapá (98,5%), Pernambuco (93,6%), Espírito Santo (91,3%), Rondônia (90,4%) e Maranhão (90%). Os estados com menor adesão são Rio de Janeiro (63,7%), Acre (73%) e São Paulo (73,1%).



Campanha de Vacinação contra Influenza inicia nova etapa nesta segunda, 22

Campanha inicia nova fase nesta segunda-feira – (FOTO: Marcello Casal/ABR)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em uma nova etapa na próxima segunda-feira (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda, o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.

Dessa forma, poderão receber a vacina trabalhadores da saúde, indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, bem como a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.



Vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira (10) em todo o país

Vacinação contra a gripe começa nesta quarta em todo o Brasil

Começa nesta quarta-feira (10), em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, de acordo com o Ministério da Saúde, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo.

A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da campanha poderá receber a dose, incluindo trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

A escolha dos grupos segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A definição, segundo a pasta, também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

A vacina

Em nota, o Ministério da Saúde destacou que, em relação ao ano passado, houve alteração de duas cepas na vacina. Em função da mudança na composição, a pasta considera “imprescindível” que os grupos selecionados, ainda que já tenham sido imunizados anteriormente, recebam a nova dose este ano.

“O Ministério da Saúde não indica a utilização da vacina contra influenza com cepas 2018, pois não tem a mesma composição da vacina de 2019, o que faz com que não seja eficaz para proteção”.



Fátima veta lei que previa vacinação domiciliar a deficientes físicos e idosos

A governadora Fátima Bezerra vetou integralmente projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa que previa a vacinação domiciliar para pessoas que tenham deficiência física e idosos que possuam comprovada dificuldade de locomoção. O veto foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (6), sob a justificativa de que a lei é inconstitucional.

Alegando que a proposta, apesar de ter “elevada importância”, gera custos ao Poder Executivo, a governadora explicou no veto que a Constituição Federal determina que o Legislativo não pode aprovar leis que resultem em gastos ao Governo, salvo na lei orçamentária.

Além disso, o veto também informa que a lei “silencia em apontar quem seria o responsável direto pela execução e fiscalização das medidas que se pretende implementar, esvaziando todo o alcance e a efetividade da norma”.

Após a iniciativa do Executivo, a Assembleia Legislativa vai deliberar sobre o assunto, decidindo se mantém o derruba o veto.

Fonte: Tribuna do Norte



Sábado da vacinação: última chamada para proteger crianças contra pólio e sarampo

Estados e municípios que ainda não atingiram a meta de vacinar 95% das crianças contra a pólio e sarampo, devem abrir os postos de vacinação no próximo sábado (1º/9). A orientação, para que os gestores locais realizem uma nova mobilização, é do Ministério da Saúde.

A medida tem como objetivo vacinar 3,3 milhões de crianças, de um ano a menores de cinco, que ainda não estão protegidas contra as duas doenças.

A última atualização enviada pelos estados mostra que, até esta terça-feira (28), 70% das crianças brasileiras se vacinaram. Em todo o país, foram aplicadas mais de 15,7 milhões de doses das vacinas (cerca de 7,8 milhões de cada).



Marcos do Manhoso abriu Dia D de vacinação no Bairro Walfredo Gurgel

A Campanha Nacional de vacinação contra o sarampo e poliomielite teve o seu Dia “D” no último sábado (18) em todos as Unidades de Saúde de Caicó. O prefeito Marcos do Manhoso fez o lançamento da ação no Bairro Walfredo Gurgel e, em seguida, participou de um pitstop na BR 427, em frente ao Rotary Clube, que é uma das entidades parceiras da ação.

A campanha segue até o final o mês e os pais devem ficar atentos e não esquecer de levar as crianças de 1 até 4 anos (poliomielite) e de 1 a 49 anos (sarampo) a qualquer um dos postos de vacinação, portando a caderneta de vacinação.

A imunização contra essa doença exige duas doses. Normalmente, no setor público a primeira é dada aos 12 meses de vida, com a versão tríplice viral, e a segunda, aos 15 meses, com a tetraviral. A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 95% das crianças dessa faixa etária e diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil.



Vacinação contra gripe: 1.068 crianças ainda não se vacinaram em Caicó

Campanha de vacinação contra a gripe termina na sexta – (Foto: Semuc/Andrezza Mariot/Divulgação)

A campanha de vacinação contra a gripe segue até a próxima sexta-feira (22) e em Caicó, faltam imunizar 1.068 crianças. Ou seja, foram vacinadas 2.399 (69,20%) das 3.467 que eram meta.

Outro público alvo da campanha que os profissionais de saúde tiveram dificuldade foi a população idosa, mas, na reta final, em Caicó, foram imunizados, 7.497, ou 95,81% da meta que era de 7.825.

Os outros dados são os seguintes:

Professores, foram vacinados, 921 (97,36%). A meta era 946

Puérperas, foram vacinadas, 98 (113,95%). A meta era 86

Gestantes, foram vacinadas, 468 (89,31). A meta era 524

Trab. de Saúde, foram vacinados, 1.501 (107,75%). A meta era 1.393

Os dados são da Secretaria de Saúde do Município de Caicó.



Termina na sexta (15) vacinação contra Influenza para os grupos prioritários

A campanha de vacinação contra a Influenza, iniciada em 23 de abril, segue até o próximo dia 15 de junho em todos os postos de vacinação do Rio Grande do Norte. Até o momento o estado aplicou 750.330 mil doses, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 81,8% do público alvo. O estado se encontra em quarto lugar no Nordeste e décimo segundo do país em números de cobertura vacinal.

Continue lendo



Gripe: Meta de vacinação de idosos e crianças ainda não foi batida em Caicó

Campanha vai acabar e ainda falta bater a meta de vacinação de idosos e crianças

A quantidade de crianças com idade de até 5 anos, que ainda não foram vacinadas nas unidades de saúde de Caicó, dentro do período da campanha de combate a gripe, não é o esperado. Faltando 4 dias para o encerramento das ações para imunizar a população mais vulnerável, apenas 1.773 crianças, ou 51,14% de um total de 3.467, foram vacinadas.

Os dados informados pela Coordenação de Promoção de Saúde de Caicó, são parciais e neles é possível também saber que foram vacinados 5.440 idosos, ou seja, 69,52% da meta total que é de 7.825.

Confira mais dados:

Trabalhadores de Saúde, meta: 1.393 (foram vacinados: 1.379, o equivalente a 98,99%)

Gestantes, meta: 524 (foram vacinados: 341, o equivalente a 65,08%)

Puérperas, meta: 86 (foram vacinadas: 88, o equivalente a 102,33%)

Professores, meta 946 (foram vacinados: 810, o equivalente a 86,82%)

A coordenadora de promoção de Saúde de Caicó, Lizy Karol Santos, disse em entrevista ao Blog Sidney Silva, que espera que a meta seja alcançada até o final da campanha. Ela informa também que a estratégia dos profissionais de saúde foi mudada nesta reta final das ações. Eles estão fazendo os chamados arrastões para irem até as residências onde existem pessoas idosas e crianças que ainda não se vacinaram.

Confira a entrevista com Lizy Karol:



Vacinação contra Influenza segue até 1º de junho

A campanha de vacinação contra a Influenza, iniciada em 23 de abril, segue até o próximo dia 1º de junho em todos os postos de vacinação do Rio Grande do Norte. Até o momento o estado aplicou 569.825 mil doses, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 63,1% do público alvo. O estado se encontra em terceiro lugar no Nordeste e décimo terceiro do país em números de cobertura vacinal.

Nesta última quarta-feira (23), a Rede de Frio recebeu do Ministério da Saúde a última das sete remessas de vacinas, totalizando 967.400 mil doses distribuídas aos municípios desde o início da campanha.

Devem se vacinar as crianças na faixa etária de seis meses a menos cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.



Em Caicó, 34,35% da população alvo da campanha foi vacinada

A campanha de vacinação contra as gripes H1N1, N2N3 e Influenza B, termina nos próximos 18 dias e em Caicó, só foram vacinados 34,35% da meta total que é de 18.406 pessoas. Ou seja, até agora foram vacinadas 6.322 pessoas.

As informações são da Secretaria de Saúde de Caicó.

Confiram o quadro parcial de vacinação nas unidades de saúde de Caicó.

Crianças –  a meta é 3.467, e foram vacinadas 958 – 27,63%

Trabalhadores de Saúde – a meta é 1.393, e foram vacinados 942 – 67,62%

Gestantes – a meta é 524, e foram vacinadas 276 – 52,67%

Puérperas – a meta é 86, e foram vacinadas 67 – 77,91%

Idosos – a meta é 7.825, e foram vacinadas 3.625 – 46,33%

Professores – a meta é 946, e foram vacinados 454 – 47,99%



Ministério da Saúde manda quantidades pequenas de vacinas para estados

O Ministério da Saúde está disponibilizando quantidades muito baixas da vacina contra as gripes H1N1, H2N3 e Influenza B. A cidade de Caicó, por exemplo ficou, na semana passada, por vários dias sem as doses necessárias para dar continuidade a vacinação que começou no mês de abril.

Inclusive, na manhã do sábado, 12, que foi o dia D de vacinação, os técnicos da Secretaria de Saúde de Caicó, tinham preocupação quanto a quantidade de doses. Eles achavam que iria dar para o dia todo.



Dia D de vacinação contra a gripe será neste sábado em todo o país

Dia D de-vacinação acontece neste sábado

Postos de saúde em todo o país funcionam neste sábado (12) para o chamado Dia D de mobilização contra a gripe. Devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle de doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados para receber a dose, sem necessidade de prescrição médica.

A imunização começou no dia 23 de abril e vai até 1º de junho. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários. Durante a campanha, serão distribuídas cerca de 60 milhões de doses que, este ano, protegem contra três vírus do tipo influenza, incluindo o H1N1 e o H3N2.



Em Caicó, meta é vacinar 18.406 pessoas; Veja números parciais de imunização

Vacinação deve ser retomada em Caicó nos próximos dias

A Secretaria Municipal de Saúde vai realizar no próximo sábado (12), o Dia “D” de imunização contra a gripe. É a data em que o Ministério da Saúde, confirmou que todas as unidades estarão com a vacina disponível.

Em Caicó, já falta em praticamente todas as unidades, com exceção dos bairros João Paulo II, Paulo VI e Vila do Príncipe. Nas demais, o estaque zerou.

O Ministério da Saúde, só enviou 35% da cota de vacina contra a gripe, prevista para Caicó. Mas, uma nova remessa deve chegar até a quinta-feira.

O Blog recebeu da coordenadora de promoção de saúde, Lizy Carol, os números de vacinados em Caicó, até o dia 04 de abril. Os dados a baixo, mostram também a meta a ser atingida.

Confira:

  • Crianças – 319 (9,20%) e a meta é vacinar, 3.467
  • Gestantes – 141 (26,91%) e a meta é vacinar, 524
  • Profissionais da Saúde – 544 (39,05%) e a meta é vacinar, 1.393
  • Puérperas – 20 (23,26%) e a meta é vacinar, 86
  • Idosos – 1.795 (22,94%) e a meta é vacinar, 7.825
  • Professores – 196 (20,72%) e a meta é vacinar, 946
  • O total da meta a ser atingida é de 18.406 pessoas vacinadas, inseridas nos grupos prioritários.