RN: ZCIT se aproxima e provoca chuvas no final de semana

Ocorrência de chuvas no RN devem prevalecer até meados de abril

No último final de semana, a EMPARN registrou ocorrência de bons volumes chuvas em todas as regiões do estado. Na região central, o acumulado superou os 100 milímetros (mm), como no município de São José do Seridó, com 172 mm acumulados, seguido de Timbaúba dos Batistas com 158mm. No Agreste o destaque foi para Coronel Ezequiel com 112,4mm.

Esse cenário é fruto da atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) na região Nordeste.

As análises da Unidade Instrumental de Meteorologia da EMPARN revelam que as chuvas ocorridas contribuíram para amenizar a temperatura no Estado. “A temperatura durante o final de semana variou entre 26 oC a 28 oC e a umidade relativa do ar média do final de semana variou entre 70% a 80% e, em algumas localidades como o Litoral Leste, Agreste e Chapada do Apodi, com valores acima do 80%”, disse o chefe do setor, o meteorologista Gilmar Bristot.

Previsão

Para esta semana, a previsão é que as chuvas continuem ocorrendo em todas as regiões do Estado, provocadas pela atuação da ZCIT que se matém na região.

A temperatura mínima, em Natal, deverá variar entre, 24oC nas madrugadas e dos 30oC, durante as tardes. Para o interior do Estado, no Seridó por exemplo, mínimas devem variar entre 20oC a 23oC e as máximas devem sem manter em torno dos 32oC. Nas regiões Serranas, as temperaturas oscilarão entre 20oC para as mínimas, chegando a 31oC, para as máximas.

29/03/21- segunda-feira- Céu parcialmente nublado a claro com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.

30/03/21- terça-feira- Céu parcialmente nublado a claro com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.

31/03/21-quarta-feira- Céu parcialmente nublado a claro com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.

01/04/21-quinta-feira – Céu parcialmente nublado a claro com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.

02/04/21-sexta-feira– Céu parcialmente nublado a claro com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.

03/04/21- sábado– Céu parcialmente nublado a claro com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.

04/04/21- Domingo-Céu parcialmente nublado a claro com chuvas durante a tarde e noite no interior. No Litoral Leste e Agreste, céu parcialmente nublado a claro com chuvas a qualquer hora.


Primeira semana de Abril é de chuva no Nordeste

Pouca coisa muda na região Nordeste nesta primeira semana de Abril. Ainda há previsão de muita chuva nas regiões que já vem sendo atingidas por altos acumulados.

Ao leste do Maranhão, na metade norte do Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, além do extremo norte da Bahia ainda são esperados os maiores volumes, sustentados pela ZCIT e ventos em altos níveis da atmosfera. As demais áreas ficam com condições para pancadas de chuva fracas e isoladas.

Nesta terça-feira (02), os volumes de chuva diminuem em alguns pontos da região, porém a chuva mais volumosa ainda atinge a metade norte do Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte. Há chance para tempestades acompanhadas de descargas elétricas e trovões entre Piau e Pernambuco.

A chuva continua espalhada por toda a região Nordeste no decorrer da semana, com os maiores acumulados concentrados na faixa norte da região. Apenas o sul da Bahia é que há condição para tempo seco e sem risco para temporais. Como os acumulados dos últimos dias estão elevados, não se descartam transtornos causados na faixa norte da região.

Para os próximos dias, a chuva continua espalhada pela região, com acumulados significativos se concentrando no norte da região.