TSE julga na terça (31) ação cautelar do prefeito cassado de Itajá

O Tribunal Superior Eleitoral decide na sessão da próxima terça-feira (31), a Ação Cautelar proposta por Glicério Jackson Guimarães, prefeito cassado de Itajá no Rio Grande do Norte, que está no cargo por força de liminar.

O réu foi acusado de distribuição de material de construção a eleitores, além de entrega de dinheiro e cestas básicas em troca de votos e promessas de emprego nas eleições municipais de 2012.